Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
antevisões
Pro Evolution Soccer 2018

Pro Evolution Soccer 2018

Jogámos PES 2018, e gostámos do que vimos.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

2017 promete ser um ano muito interessante para o género de futebol nos videojogos, com PES e FIFA mais próximos que nunca em termos de qualidade. Há algumas semanas tivemos a oportunidade de experimentar o novo FIFA, e já partilhámos a nossa opinião aqui. Agora foi a vez de Pro Evolution Soccer 2018, e não só experimentámos o jogo, como recebemos um resumo das novidades por parte da Konami.

Para começar com o drible, a Konami disse-nos que as animações foram melhoradas, e que os movimentos serão agora mais naturais. Os jogadores estarão agora preparados para receberem a bola de vários ângulos, com várias partes do seu corpo, incluindo cabeça, peito, e barriga, tudo de forma contextual. Se o jogador for particularmente talentoso, pode dar toques mais elegantes, com o tornozelo, por exemplo. Infelizmente, não foi isso que vimos a jogar. Talvez por ser uma versão ainda em desenvolvimento, os jogadores deixaram passar a bola com demasiada frequência, talvez por faltarem animações.

O físico dos jogadores também vai ser mais importante este ano, com um reforço da proteção da bola por parte dos atletas. Os jogadores vão agora proteger a bola, e colocar-se entre a bola e o adversário de forma dinâmica, para manterem a sua posse. Esta foi uma das novidades mais evidentes durante a nossa sessão de jogo, e mudou o ritmo da partida, permitindo temporizar a equipa e esperar por desmarcações.

Um novo elemento de realismo será também aplicável à física da bola, sobretudo em termos de ressaltos. A Konami deu-nos como exemplo o embater da bola na barreira durante um pontapé-livre, mas verdade seja dita, não reparámos em nada de muito diferente nesta área. Talvez seja um elemento que se torne mais evidente com mais tempo de jogo. O objetivo será dar mais liberdade à bola, para quem não se desloque automaticamente para os pés de um jogador. Outro efeito mencionado - e evidente - são os novos passes com a parte de fora do pé, muito mais realistas que no passado.

Uma das queixas dos jogadores, segundo a Konami, têm sido as setas nos penaltis e pontapés-livres, e por isso a produtora decidiu retira-las de vez em PES 2018. O ecrã parece certamente mais limpo desta forma, e o jogador terá de se fiar mais na sua própria habilidade e pontaria. Infelizmente não tivemos a oportunidade de comprovar isso na nossa sessão de jogo, mas supomos que as mecânicas de jogo tenham sido ligeiramente afinadas para compensarem a ausência das setas.

Pro Evolution Soccer 2018Pro Evolution Soccer 2018

PES 2018 recebeu uma lavagem visual, sobretudo ao nível do detalhe e das animações faciais. A Konami até capturou jogadores a realizarem expressões de raiva, alegria, frustração, e outras emoções. Mais impressionante ainda é o público, que agora reage de forma realista aos eventos do jogo, como um golo nos últimos minutos. Tanto a reação do público, como dos jogadores, será diferente em momentos de maior intensidade e importância. Nota para a capacidade da versão PC suportar 4K nativo, entre outras opções que elevam esta versão em relação às restantes. Elementos como os balneários (no modo Become a Legend), e os túneis de acesso, foram também alvo de mais trabalho, sobretudo nos estádios reais.

Os guarda-redes foram melhorados em relação ao jogo anterior, que também já mostrava grandes melhoramentos. Embora os guarda-redes de PES 2017 fossem consideravelmente superiores aos de 2016, os de 2018 vão apresentar um comportamento ainda mais competente e realista, sobretudo a situações como bolas a rodopiar, ou bolas perdidas próximo da linha. Também reparámos em algumas animações novas para mais situações de defesa.

A interface e os menus também foram trabalhados, um campo que há muito tempo está a milhas de FIFA. Em PES 2018 os menus vão incluir imagens dos jogadores reais, um pormenor que eleva os níveis de produção do jogo e a sua apresentação geral. Dá outra autenticidade à experiência, e não é o único pormenor. Os ecrãs de estatísticas também foram melhorados, e oferecem mais informações e detalhes sobre a prestação da equipa. Estas estatísticas até avaliam os dois jogadores em termos de corridas, passes, remates, e dribles, quando estão a jogar cooperativamente.

Outras novidades incluem a adição de partidas de três contra três online, um modo cooperativo para o MyClub, mais sequências de vídeo para a Master League, e uma opção que equilibra equipas se jogarem contra outro jogador. Estas funções não são exclusivas de PES 2018, e serão incluídas também em PES League.

A versão que vimos de PES 2018 ainda tinha problemas, e não parecia incluir todas as novidades que estarão na versão final, mas passou-se o mesmo com FIFA 18. Mais importante, é que gostámos da experiência geral e da jogabilidade, e com a beta agendada para 20 de julho, em PS4 e Xbox One, a Konami vai certamente receber mais feedback precioso. Depois de termos jogado FIFA 18 e PES 2018, não conseguimos dizer qual é o melhor, apenas podemos dizer que será um excelente ano para fãs de futebol.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Pro Evolution Soccer 2018Pro Evolution Soccer 2018
Pro Evolution Soccer 2018Pro Evolution Soccer 2018
Pro Evolution Soccer 2018Pro Evolution Soccer 2018Pro Evolution Soccer 2018