Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
antevisões
Watch Dogs: Legion

Watch Dogs Legion - Primeiras Impressões

Já jogámos um dos jogos mais interessantes da E3 2019.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Watch Dogs Legion foi finalmente desvendado ao mundo na madrugada de segunda-feira, durante a conferência da Ubisoft, mas mesmo antes desse evento, conversámos com alguns dos seus produtores e jogámos a primeira demo do jogo.

Watch Dogs 2 foi uma grande mudança de rumo em comparação com o original, e Watch Dogs Legion segue o mesmo caminho, apresentando muitas mudanças substanciais ao nível de abordagem, tom, e mecânicas. A maior mudança é o facto de agora não controlarem um protagonista, mas o próprio conceito do Dedsec. Isto significa que terão de recrutar membros para a 'legião' de hackers nas ruas de Londres, e qualquer personagem é um hipotético candidato. Cada personagem no jogo terá os seus próprios atributos, ocupações, personalidades, e passados, e em cima disso podem personalizar estas personagens em termos de estilo de jogo e até a nível estético, visitando as muitas lojas de roupa espalhadas pela capital inglesa.

Ao todo podem ter até 20 personagens registadas no Dedsec, e todas elas terão de ganhar primeiro a confiança do grupo antes de se tornarem representantes do Dedsec. Para saberem se uma personagem tem o perfil certo, terão de investigar os seus dados pessoais, e caso corresponda ao desejado, terão de realizar uma missão para ganhar a sua confiança e lealdade. Assim que uma personagem provar ser leal, e vice-versa, terão a opção de os recrutar por completo.

Estas personagens podem dividir-se entre três tipos de classes. O Enforcer é uma classe mais virada para ação e armas de combate, utilizando uma mina como habilidade especial. O Infiltrator é, como o nome indica, uma classe à base de movimentos furtivos, e tem como capacidade única a opção para ativar um dispositivo de invisibilidade. A terceira classe, Hacker, permite ao jogador 'brincar' com uma série de dispositivos, incluindo drones e armas automáticas. Estas classes são depois reforçadas com as características individuais de cada personagem. Por exemplo, uma das personagens que encontrámos tinha uma série de vantagens, mas também um grande défice - a sua condição de paciente terminal implica que pode morrer a qualquer momento, e em Watch Dogs Legion, quando uma personagem morre, é de vez.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Combate físico está presente em Watch Dogs desde o primeiro jogo, mas vai ser reforçado para Legion. Agora terão opções (dependendo das personagens) para eliminarem um oponente ou simplesmente incapacitá-lo, o que é útil para tentarem recrutar alguma personagem que foi menos colaborativa.

A nível de missões não tivemos a oportunidade de aprofundar muito, mas a Ubisoft informou-nos que Legion vai seguir cinco arcos narrativos distintos. Em cima da história, Legion também inclui um modo cooperativo para quatro jogadores, onde uma das personagens de cada jogador será transportada para o jogo de um dos participantes. Além disto, a Ubisoft optou por não revelar muito mais sobre o elemento cooperativo.

Regressando novamente às personagens, conseguimos experimentar o processo de recrutamento de novos agentes Dedsec, incluindo uma adorável - mas perigosa - idosa. Confirmámos o que já tinha sido revelado nos trailers, ou seja, que estas idosas vão ter animações específicas. Ao saltarem por uma cerca, quase que caem, e o seu movimento é extremamente lento, com maneirismos como se não estivessem no controlo absoluto do seu corpo. Ficámos realmente impressionados com o nível de detalhe posto nas personagens.

Para conseguir uma variedade sem igual de personagens, a Ubisoft desenhou um sistema que junta "peças" de forma inteligente, formando um puzzle de olhos, faces, cabelos, e por aí fora. Com este sistema, dificilmente vão ver personagens idênticas no mundo de jogo, e ao nível das vozes, serão 20 os atores a interpretarem as personagens jogáveis. Em cima disso, cada ator inclui uma série de alterações vocais para que os 20 se multipliquem por várias versões diferentes.

Também impressionante é Londres, ou melhor, esta versão futurista e opressiva de Londres. A vigilância, o Big Brother, e os Little Brothers, estão em total funcionamento, retirando a maioria das liberdades dos cidadãos em nome de segurança. Drones, câmaras, e patrulhas vigiam as ruas com olhos de falcão. Por tudo isto, Watch Dogs Legion foi um dos jogos mais impressionantes da E3, e mal podemos esperar para o voltar a jogar a 6 de março de 2020.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Watch Dogs: LegionWatch Dogs: Legion
Watch Dogs: LegionWatch Dogs: LegionWatch Dogs: Legion
Watch Dogs: LegionWatch Dogs: LegionWatch Dogs: Legion

Textos relacionados

A carregar o conteúdo seguinte