Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
antevisões
One Punch Man: A Hero Nobody Knows

One Punch Man: A Hero Nobody Knows

Como funciona um jogo onde o protagonista é o ser mais poderoso do universo?

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Como fãs de One Punch Man, há imenso tempo que esperávamos pela oportunidade de jogar um jogo baseado na série de animação japonesa. O anime em si tornou-se particularmente popular devido à sua premissa absurda, mas extremamente divertida, brincando com super-heróis e com as personagens super-poderosas de outras séries de animação, que conseguem sempre encontrar forma de se superarem e vencer o adversário.

O herói de One Punch Man não é de todo assim. É um rapaz relativamente normal, que treina 100 abdominais, 100 flexões, e corre 10 quilómetros por dia. Isso, aparentemente, é suficiente para que Saitama seja o homem mais poderoso do universo, capaz de derrotar qualquer inimigo com um só soco. Esta é a premissa atípica da série, a de um herói tão poderoso que derrota todos quase sem esforço, e embora funcione como série, como terá isso sido recriado num jogo?

Bem, aparentemente colocando o jogador na pele de outra personagem, uma personagem criada de raiz que vai ter Saitama como mentor (ou pelo menos é isso que o protagonista espera, embora Saitama não costume ter muito essa disposição). A Hero Nobody Knows irá depois funcionar como um jogo em mundo aberto, onde o jogador deve cumprir missões para os aldeões que encontrar pelo caminho. Ao fazer isto e outros objetivos, irá subir na tabela da Associação de heróis.

Não tivemos a oportunidade de experimentar a campanha de A Hero Nobody Knows, mas jogámos o modo multiplayer. Aqui é necessário criar uma equipa de três lutadores, retirados do elenco da série, com o objetivo de derrotar a outra equipa. Um pormenor curioso é que Saitama só pode ser selecionado como terceira personagem jogável, e demora 150 segundos a chegar ao combate. Quando chega, Saitama é virtualmente imbatível, e derrota qualquer oponente com um único soco, mas é preciso aguentar até lá. Ou seja, Durante 150 segundos, um jogador só terá dois lutadores, e outro três (a menos que também tenha escolhido Saitama), o que significa que o desafio aqui é sobreviver até à chegada de Saitaman.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Ou seja, nestes combates terá de escolher entre lutar com dois jogadores e aguentar até à chegada de Saitama, ou ir para a batalhar com três lutadores e tentar derrotar o adversário em menos de 150 segundos com mais um lutador.

O sistema de combate funciona em arenas fechadas, em 3D, sem acessórios ou interações - apenas os lutadores. Aqui pode executar alguns ataques e combinações básica, e todas as personagens têm sensivelmente o mesmo esquema de controlos, mudando apenas o contexto das suas ações. Nada de novo, para quem está habituado a jogos de luta baseados em séries de animação japonesa.

Além de Saitaman, outro factor que pode ser determinante em combate é a barra de super-poder. Quando está cheia, o jogador pode executar um super-ataque, ou invocar uma aura especial, que aumenta os atributos da personagem durante alguns segundos. Esta barra pode ser enchida de forma manual (como nos jogos de Dragon Ball e Naruto), mas estará vulnerável nesses momentos.

Falta responder a uma pergunta: o que acontece quando estiverem dois Saitama em combate? Bem, como o seu ataque é ligeiramente mais poderoso que a sua defesa, Saitama consegue fazer alguns danos ao seu oponente, embora não muito. É possível vencer o combate de forma convencional, mas normalmente o vencedor de um confronto entre dois Saitama será o que conseguir executar o super-ataque primeiro.

One Punch Man: A Hero Nobody Knows parece ter algumas ideias engraçadas, e abordou bem as particularidades de Saitama, mas em termos de combate deixou um pouco a desejar. Tanto a nível técnico, como em termos de jogabilidade, não vimos nada digno de grande realce, embora ainda falte espreitar o modo campanha, que pode ser o principal atrativo para muitos jogadores. One Punch Man: A Hero Nobody Knows será lançado em 2020 para PC, PS4, e Xbox One.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
One Punch Man: A Hero Nobody KnowsOne Punch Man: A Hero Nobody Knows
One Punch Man: A Hero Nobody KnowsOne Punch Man: A Hero Nobody Knows

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte