LIVE
logo hd live | Pokémon Unite
See in hd icon
Português
Gamereactor
antevisões
Life is Strange: True Colors

Life is Strange: True Colors - Primeiras Impressões

Life is Strange vai regressar pela mão do estúdio de Before the Storm.

Life is Strange: True Colors

Empatia é uma palavra que se tornou particularmente importante ao longo do último ano. Fragilizados e atormentados por uma pandemia terrível, foi tocante perceber como toda esta situação acabou por nos ligar emocionalmente, já que é algo que todos estamos a experienciar. E mesmo com a pandemia, muito se discutiu pelo mundo em termos de racismo, aceitação LGBT, feminismo, e igualdade. Empatia pelo próximo, em suma, mas é também empatia que vai guiar Life is Strange: True Colors.

Num evento recente tivemos a oportunidade de ficar a conhecer este novo jogo, esta nova história, que não será contada pela Dontnod - os criadores da saga -, mas antes pela Deck Nine Games, o estúdio que nos trouxe Life is Strange: Before the Storm. Em Life is Strange: True Colors vai assumir o papel de Alex Cheng, uma jovem rapariga que emergiu recentemente do sistema de adoção, e que procura construir uma vida para si em Haven Springs, a aldeia onde vive o irmão Gabe. Alex e Gabe não se veem há mais de oito anos, mas se o que vimos na apresentação serve de exemplo, a sua ligação nunca se quebrou por completo.

Quando chega a Haven Springs, juntamente com o seu talento para a música, Alex reencontra outras duas personagens: Ryan, que é um amigo de Gabe e também alguém por que Alex nutre sentimentos amorosos, e Steph, uma rapariga que gere a loja de música da aldeia. É um momento bonito, que é bruscamente interrompido pela morte de Gabe (não é spoiler, é a sinopse do jogo). É uma morte repentina, que embora esteja associada a um acidente, parece esquecer um mistério, e é esse mistério que vai guiar Alex, Ryan, e Steph, embora a comunidade de Haven Springs pareça mais interessada no oposto, e em rapidamente deixar o assunto perder-se. Tal como os outros Life is Strange, True Colors não será refém de um único ponto narrativo, aproveitando antes esse fio condutor para abordar entre temas ligados à vida adolescente e a drama familiar.

E sim, também existe um elemento sobrenatural. Alex consegue sentir as "auras" de outras pessoas, e identificar as suas emoções e motivações. É um poder útil para entender o estado de espírito de outras personagens, e para tomar algumas das decisões que terá de tomar no jogo, mas esta habilidade tem o seu preço. Certas emoções são muito fortes, e podem ser fortes o suficiente para sobrecarregar Alex e tomar conta das suas próprias emoções e melhor julgamento. A Deck Nine Games afirmou que esta capacidade dará ainda mais liberdade ao jogador do que os outros Life is Strange, mas não foi muito clara em como isso irá realmente funcionar.

Life is Strange: True ColorsLife is Strange: True Colors

Também é importante falar de como o jogo será libertado. Life is Strange: True Colors será lançado a 19 de setembro, num formato de cinco episódios, mas ao contrário do que é costume com a saga, todos eles ficarão disponíveis ao mesmo tempo. É como uma série de Netflix, que pode abordar de seguida como um único pacote, ou guardar para ir jogando ao longo das semanas ou até meses. Ou seja, sabemos quando e como será lançado, mas não sabemos para onde, já que as plataformas não nos foram apresentadas.

Visualmente, Life is Strange: True Colors deu um salto comparativamente aos jogos anteriores, e será capaz de capturar perfeitamente a emoção das personagens, mas o desempenho dos atores e a banda sonora serão certamente a alma do jogo. Neste caso em particular a banda sonora está até ligada à história do jogo, assumindo-se como uma das grandes paixões de Alex. A protagonista terá a voz da atriz Erika Mori nos diálogos, mas quando cantar, irá ouvir a voz da cantora e youtuber "Mxmtoon". Na apresentação ouvimos Mxmtoon cantar uma versão de Creep, dos Radiohead, e foi arrepiante.

True Colors representa uma espécie de novo início para Life is Strange, com uma abordagem ligeiramente mais adulta aos temas que a série sempre abordou. É um crescimento que parece percetível não só pela escrita e pela introspeção da história, mas também por uma maior maturidade a nível técnico e artístico que é reforçada pela captura de movimentos de atores. Enquanto fãs de Life is Strange, estamos extremamente curiosos para ver o desenrolar desta nova aventura, e de mal podemos esperar para conhecer Alex e o seu mundo.

Life is Strange: True ColorsLife is Strange: True Colors
Life is Strange: True ColorsLife is Strange: True Colors
Life is Strange: True ColorsLife is Strange: True Colors

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte


Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.