Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
antevisões
Hearthstone: Heroes of Warcraft

Hearthstone: Whispers of the Old Gods

O jogo da Blizzard segue numa nova direção, com a expansão mais sombria desde o lançamento.

"Queremos descrever uma cena para vocês," disse-nos o Lead Designer de Hearthstone, Ben Brode, acompanhado pelo produtor Yong Woo, numa sala de cinema da Blizzard em Irvine, Califórnia. Estão a falar para um grupo seleto de jornalistas e jogadores profissionais de Hearthstone, enquanto nos explicam os primeiros detalhes da próxima expansão do jogo digital de cartas. Quando nos mostram o trailer pela primeira vez, já temos uma boa noção do que será, porque os rumores na internet têm sido frequentes. Sem surpresa, Whispers of the Old Gods é a nova expansão de Hearthstone.

Ao todo serão 134 novas cartas, introduzidas gratuitamente no jogo (terão de as ganhar, obviamente) seguindo o tema dos antigos deuses do universo de Warcraft. Estes Old Gods são criaturas extremamente poderosas, que permanecem adormecidas debaixo da superfície, influenciado algumas criaturas e personagens suscetíveis com os seus sussurros. Brode preferiu descrevê-los como "os vilões que estão nos bastidores dos outros vilões."

O tema de corrupção será central para Whispers of the Old Gods, capaz de transformar criaturas inocentes em versões bizarras de si mesmas. O Healbot vai transformar-se no Corrupted Healbot, um Mech mais poderoso que vai curar o herói adversário em vez de curar o jogador. O inocente Loot Hoarder vai transformar-se no Polluted Hoarder, e o Doomsayer, que está a previr o fim do mundo desde o início da beta, vai finalmente tornar-se no Validated Doomsayer. "Sempre estive certo!," exclama com uma voz triunfante sempre que é colocado no tabuleiro.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Estas cartas já oferecem uma boa ideia do que aí vem, mas são coisa pequena. Das seis cartas que nos foram apresentadas, C'Thun - um dos quatro Old Gods que vão estar na expansão - foi sem dúvida a mais interessante. Trata-se de um monstro cheio de tentáculos, que custa 10 cristais de mana para ser invocado, e que 'cospe' dano equivalente ao seu ataque para os inimigos sempre que entra em jogo. Mais interessante ainda é o facto de existirem outras cartas que vão reforçar o próprio C'Thun. Beckoner of Evil, por exemplo, quando é jogador oferece mais dois de ataque e defesa à criatura, independentemente de estar no tabuleiro, na mão, ou no baralho.

Isto criou alguns momentos muito interessantes durante as partidas que disputámos já com a expansão ativa. Ao utilizarmos cartas como Beckoner of Evil e Twilight Elder, conseguimos criar uma versão bastante poderosa de C'Thun, ao ponto de ter chegado aos 16 pontos de ataque. Como causa esse dano sempre que entra em jogo, não existe muito que o jogador adversário possa fazer para o contrariar. A Blizzard pretende que os jogaores construam os seus novos baralhos com os quatro Old Gods em mente, e pela impressão que tivemos com C'Thun, isso pareceu-nos garantido

Esta demo tinha o monstro claramente no centro das atenções. Sempre que um jogador conseguia reforçar a sua versão do C'Thun, um portal aparecia no centro do ecrã, oferecendo um vislumbre da besta e dos seus atributos assustadores. Isto cria antecipação e implica que os jogadores devem estar prontos para receber a carta quando ela eventualmente chegar ao tabuleiro.

As outras cartas não causaram, obviamente, a mesma impressão. Honestamente, ficaríamos surpreendidos se Polluted Hoarder e os seus quatro pontos de custo chegar a qualquer baralho profissional. Até porque perde para o Loot Hoarder normal, por exemplo. Quanto a Corrupted Healbot e Validated Doomsayer, não são particularmente poderosos de forma independente, mas pelo menos conseguimos imaginar formas de como podem ser úteis em alguns baralhos. Mas a beleza de Hearthstone também é essa - a dos jogadores que se lembram de utilizar cartas de formas imaginativas e brilhantes, que são depois copiados por todos os outros meses.

Até agora só vimos seis cartas, mas muitas mais serão reveladas durante as próximas semanas. A expansão vai introduzir um misto de várias cartas novas com versões corrompidas de cartas clássicas. Também vale a pena lembrar que o novo formato de Hearthstone implica que só podem jogar com cartas de expansões libertadas durante o último ano, por isso não nos admiraria que Healbot (disponível desde 2014) fosse uma das cartas substituídas.

"Isto é o evento mais negro que já atingiu Hearthstone," diz-nos Brode durante uma entrevista que publicaremos mais tarde, e isso foi óbvio pela apresentação destas seis cartas, mas será uma versão negra de Hearthstone, o que significa que continuará a ser divertido e colorido, e uma boa forma de reforçar o brilhante jogo de cartas da Blizzard.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Hearthstone: Heroes of WarcraftHearthstone: Heroes of WarcraftHearthstone: Heroes of Warcraft
Hearthstone: Heroes of WarcraftHearthstone: Heroes of WarcraftHearthstone: Heroes of Warcraft

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte