Gamereactor PT. Vejam os últimos trailers e entrevistas a partir das maiores convenções de videojogos de todo o mundo. O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
antevisões
Gran Turismo 7

Gran Turismo 7

A Polyphony Digital aposta forte numa experiência de jogo onde coleção de carros e apreciação automóvel são prioridades.

HQ
HQ

O conceito básico em que Gran Turismo sempre se baseou começou a tornar-se algo rígido, previsível, e cansativo com o passar do anos, pelo menos na nossa opinião, e sentíamos que era preciso algo diferente que mexesse com a fórmula. Gran Turismo Sport foi precisamente isso, apresentando uma experiência de jogo mais virada para a condução pura e competições eSports, sem testes de licenças de condução ou horas infindáveis a conduzir carros aborrecidos. Por aqui somos grandes fãs de GT Sports, e se vamos ser honestos, preferíamos ter visto uma sequela para GT Sports do que um regresso à fórmula clássica de Gran Turismo, mas por isso mesmo estamos também curiosos para ver como se irá apresentar a sequela direta de Gran Turismo 6, mais de oito anos depois do lançamento desse jogo.

O menu principal estilo mapa está de volta, e apresenta-se como uma espécie de "Ilha Gran Turismo", que reúne as várias localizações do jogo. É algo que já não víamos desde GT4, e que era há muito pedido pelos fãs. Através desse menu/mapa central, poderá visitar competições, garagens, lojas de automóveis, e outras possibilidades deste tipo. Uma das novidades é a introdução do "Gran Turismo Café", um 'café', essencialmente, onde pode passar o tempo a apreciar a cultura automóvel. Parece-nos óbvio que Gran Turismo 7, mais que qualquer outro jogo de condução, pretende puxar por essa paixão dos jogadores, e o seu verdadeiro apreço por carros e competições de condução. Para isso poderá afinar, pintar, e modificar os seus carros, que depois serão apresentados com um elevadíssimo grau de detalhe neste Gran Turismo Café.

Por outras palavras, Gran Turismo já não verdadeiramente o "Simulador Real de Corridas", como era conhecido, mas antes um "Simulador de Vida Automóvel", como nos disse o próprio criador Kazunori Yamauchi num evento recente. É um jogo mais preocupado com a aquisição e a apreciação de automóveis, para aficionados de automóveis, do que um jogo preocupado com física de condução ou o comportamento de pneus, por exemplo. A prioridade parece ter estado nos modos de jogo, no design cheio de estilo dos menus, nas fantásticas repetições. É uma forma de diferenciarem a série numerada de Gran Turismo de GT Sport, e provavelmente é uma decisão acertada. GT Sport é condução pura e crua (mesmo que não seja o simulador mais realista do mercado), e GT7 será bem mais substância e estilo, embora a condução não seja má, naturalmente.

Publicidade:
Gran Turismo 7

Ao vermos a apresentação de Gran Turismo 7, lembrámo-nos de The Sims, mas com carros em vez das icónicas figuras da EA. A Polyphony quer que o nosso amor por carros e pelo mundo automobilístico desperte e seja fortalecido durante o jogo, e isso vê-se na quantidade de conteúdo: GT7 vai incluir mais de 400 carros licenciados, 30 pistas (onde 11 são criações da Polyphony e 19 são oficiais), 75 artistas diferentes na banda sonora que passam por vários géneros musicais, e um modo carreira em que as diferentes competições são eventos específicos das pistas e não das classes de carros.

Outra novidade gira em torno ads repetições, que incluem um modo de edição. Pode escolher onde colocar várias câmaras, cortas clipes, ver o mesmo clipe a partir de ângulos diferentes, fazer uma montagem com as várias músicas do jogo. Há também algo completamente novo chamado "Music Rally" onde o jogador escolhe o seu carro favorito e a sua música favorita, e depois conduz ao ritmo da música para tentar receber pontos que se tornam em tempo extra. Quem dirigir por mais tempo, a maior distância, ou até a música acabar, ganha.

Ou seja, como já dissemos aqui, é um foco em vários pontos, mas não em condução realista e competitiva. Se foi uma decisão acertada ou não, só saberemos quando passarmos uma série de horas com o jogo, que tem lançamento marcado para 4 de março em PS4 e PS5.

Publicidade:
HQ
Gran Turismo 7Gran Turismo 7
Gran Turismo 7Gran Turismo 7Gran Turismo 7
Gran Turismo 7Gran Turismo 7
Gran Turismo 7Gran Turismo 7Gran Turismo 7

Textos relacionados

0
Gran Turismo 7Score

Gran Turismo 7

ANÁLISE. Escrito por Johan Mackegård

O grande simulador da Polyphony Digital regressa ao formato tradicional da série, com tudo o que isso tem de bom e de menos bom.



A carregar o conteúdo seguinte