Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
antevisões
eFootball 2022

eFootball 2022 - Impressões de Jogabilidade PS5

Tivemos a oportunidade exclusiva de jogar várias partidas na evolução do PES.

HQ

Hoje em dia são raros os eventos físicos de videojogos, por razões óbvias, mas foi isso que a Konami organizou para eFootball 2022, juntando um grupo muito seleto de jornalistas para experimentarem o novo jogo. Havia um entusiasmo geral sobre o evento em si e sobre a oportunidade de experimentar uma verdadeira revolução do novo "PES". E não estamos a falar apenas do modelo free-to-play, já que ao nível de jogabilidade existem também muitas mudanças. Tivemos acesso a uma versão quase final do jogo, a correr na PlayStation 5, já muito próxima do que os jogadores terão a oportunidade de descarregar a 30 de setembro.

Quando dizemos que a jogabilidade mudou, não estamos a exagerar. Se for jogar eFootball 2022 como costumava jogar PES, o jogo vai parecer algo desajeitado e lento. Vai precisar de perder hábitos e de reaprender a jogar, porque agora existem várias maneiras interessantes e divertidas de lidar com cada jogada. A principal diferença está em como irá usar os gatilhos (L2 e R2 no caso do Dual Sense). Irá notar que a bola já não 'cola' às chuteiras como antes, o que garante uma sensação de maior realismo e oferece mais espaço para executar alguns movimentos com o seu corpo. Algo como estar a andar com a bola e de repente pressionar R2 para mudar de direção com um belo toque. Isto é particularmente satisfatório com os jogadores mais habilidosos, mas da mesma forma que identifica esse tipo de jogadores para executar as melhores fintas, também vai precisar de ter atenção aos jogadores mais altos e fortes, já que isso é determinante para proteger a bola com o L2, mais do que no passado. O L2 agora serve também para defender, permitindo ao jogador defensivo tentar roubar a bola com o seu corpo em vez de recorrer somente a cortes e a carrinhos.

HQ

Vai precisar de se habituar a esta nova forma de jogar eFootball, onde as batalhas físicas são mais realistas e importantes, e onde uma maior independência da bola obrigará a repensar como abordar duelos e estratégias no campo. A Konami promete também ter dedicado tempo às funções únicas do Dual Sense, como os gatilhos adaptáveis e o feedback háptico, mas isso não estava ativado na versão que experimentámos, nem estará disponível quando o jogo chegar a 30 de setembro.

Perder hábitos antigos adquiridos durante muitas horas de Pro Evolution Soccer não será fácil, e até é natural que ao início tente resistir às mudanças, mas vale a pena fazer o sacrifício. Terá de se habituar a novos timings, interações, e animações - e existe algumas realmente muito boas. O facto da bola estar mais solta significa que o jogo também é menos previsível, e resulta em mais situações e possibilidades. Também vai precisar de preparar melhor o remate e os passes, posicionando e enquadrando o jogador para um colega ou para a baliza. Isso requer tempo, mas o resultado pode ser altamente recompensador.

Um pormenor interessante deste eFootball 2022 é a nova Duel Camera, uma câmara que se concentrará de forma dinâmica em dois jogadores que estejam em confronto físico ou técnico. Não só facilita os dribles no caso do atacante, como também a leitura do timing de cortes no caso do defesa. Mas não se preocupe, não é um zoom gigantesco, e ainda terá uma leitura razoável do resto do campo.

Os árbitros também parecem ter sido melhorados, sobretudo pela forma como agora deixam jogar com maior frequência. Isto é particularmente importante considerando a importância dos novos confrontos físicos, e ajuda a manter um rimo mais fluído nas partidas. As táticas baseadas em IA são também mais profundas, embora ao mesmo tempo sejam apresentadas de forma mais simples no novo ecrã de plano de jogo (que é mais detalhado em termos de estatísticas). As táticas parecem ter um impacto muito mais significativo no estilo de jogo das equipas, já que percebemos realmente grandes diferenças ao mudarmos entre várias equipas.

Também temos de admitir que ficámos surpreendidos com a solidez do jogo, sobretudo considerando que a última vez que tínhamos jogado, eFootball 2022 não estava exatamente num estado estável. Sim, existem alguns bugs, artefactos, e falhas, aqui e ali, mas a maioria deve ser corrigida até ao lançamento no dia 30, e mesmo que fosse lançado como está, já está suficientemente estável para manter a jogabilidade interessante e competitiva - convém lembrar que este eFootball 2022 não é um jogo estático, mas um serviço que será evoluído com o tempo. Uma palavra também para o detalhe gráfico, que saiu claramente reforçado com a mudança para o Unreal Engine.

HQ

As nossas preocupações em termos de jogabilidade estão principalmente relacionadas com o equilíbrio sempre difícil de ser obtido entre todos os elementos, e parece-nos evidente que a Konami terá de continuar a ajustar eFootball 2022 com o passar dos meses, tanto em confrontos com a IA, como contra humanos. E claro, estamos muito curiosos para ver como irá evoluir este modelo free-to-play estilo Live Service. O jogo será lançado a 30 de setembro como uma versão ainda muito básica, mas permitirá que os jogadores se habituem ao jogo antes de chegar uma grande atualização de outono cheia de conteúdo.

É uma abordagem ousada, arriscada, e inovadora, que só o tempo comprovará como errada ou acertada. De qualquer forma, depois de termos disputado várias partidas com o novo jogo, parece-nos que a Konami está a criar algo de interessante aqui. Pelo menos estão a tentar algo de novo, depois de largos anos a seguirem o mesmo modelo. Quem sabe, se inicialmente pode parecer uma oferta limitada, com o tempo pode vir a tornar-se uma experiência ilimitada de futebol...

eFootball 2022eFootball 2022eFootball 2022
eFootball 2022

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte