Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
Warcraft III: Reforged

Warcraft III: Reforged

Todos esperávamos um versão superior de Warcraft III, mas não foi isso que encontrámos.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Warcraft 3, juntamente com a expansão Frozen Throne, formam uma das melhores experiências de estratégia em tempo real de todos os tempos, sobretudo para quem aprecia temática de fantasia, uma forte componente narrativa, elementos RPG incorporados na sua estratégia. Foi o jogo que ditou muito do que os jogadores vieram a conhecer mais tarde em World of Warcraft, e em cima disso tudo, era também um tremendo vício online. Foi por isso que, juntamente com uma legião de fãs da saga, ficámos entusiasmados com o anúncio de uma versão modernizada e melhorada, na forma de Warcraft III: Reforged.

Infelizmente esse entusiasmado acabou por dar lugar a desilusão. Sentimos-nos até um pouco enganados pela Blizzard para dizer a verdade, já que várias das promessas feitas pela Blizzard aquando da apresentação durante a Blizzcon, não foram cumpridas. Warcraft III: Reforged é realmente diferente do jogo original, mas melhor? Isso é muito discutível.

Mas não é um desastre completo, sobretudo porque na base continua a estar um jogo fantástico, cuja história é empolgante e surpreendente, com várias campanhas de grande qualidade, missões variadas, e um modo multijogador divertido. Continuamos a adorar esta história que nos apresentou a personagens como Arthas e Lich King, a Jaina Proudmore e Thrall, a Sylvanna e Illidan Stormrage, entre muitos outros nomes pesados da História de Warcraft. A história em si é exatamente a mesma, sem qualquer novidade, mas continuamos a apreciar revisitá-la, mesmo que já o tenhamos feito em várias ocasiões.

O que será imediatamente evidente para quem jogou o original e a nova versão, é o grafismo, que é realmente superior. Os modelos das personagens são muito superiores, o cenário tem mais detalhe, e as imagens nos retratos são impressionantes. Existem algumas alterações em termos de design que podem ser questionáveis, mas no geral é inegável que Reforged tem melhor grafismo que a versão original. Infelizmente os elogios acabam por aqui.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

É verdade que a Blizzard introduziu suporte para resoluções maiores e taxas de refrescamento superiores, mas fê-lo sem preparar o jogo para isso. Enquanto algumas animações acompanham a taxa superior, outras não. As águas e os fumos, por exemplo, são renderizados a 30hz, independentemente do monitor, enquanto que outras animações são renderizadas com maior refrescamento, o que torna o jogo numa experiência de fluidez inconstante. As animações das personagens eram fantásticas para a altura, mas muito mudou desde então, e hoje em dia - sobretudo com a pintura de modernização que o jogo levou - parecem presas e pouco fluídas. E depois temos a promessa de novas sequências cinemáticas para contar a história, que a Blizzard até chegou a mostrar durante a Blizzcon, mas que acabaram por não aparecerem no jogo. As sequências que estão no jogo são exatamente idênticas às originais, salvo o grafismo melhorado.

A nível sonoro, Warcraft III: Reforged apresenta-se também como uma experiência inconstante, e pior ainda, volta a não cumprir com a promessa. A Blizzard chegou a afirmar que o plano seria introduzir diálogos novos, que dariam mais foco e contexto a algumas das personagens e eventos que se tornariam vitais para World of Warcraft, mas também isso não aconteceu. Os diálogos da versão Reforged são exatamente os mesmos da versão original, e embora sejam bons, não são novos. Quando ao criador de conteúdos, em particular de mapas, continua presente em Warcraft III: Reforged, permitindo que os jogadores criem várias situações de jogo, mas há uma grande diferença em relação ao original. Desta vez a Blizzard colocou a alínea de que é a dona de todo o conteúdo criado pelos jogadores com o editor, algo que, se tivesse existido no original, impossibilitaria a criação de jogos como DOTA, por exemplo.

Por fim há o modo online, que continua a ser bastante divertido. Não encontrámos problemas de maior, e o emparelhamento funcionou sempre bem e rápido, mas parece-nos estranho que o jogo tenha sido lançado sem qualquer tipo de classificação para os jogadores. Sabemos que isso será introduzido mais tarde, tal como outras funções, mas já deviam ter sido incorporadas de início.

Esperávamos muito de Warcraft 3: Reforged, o que considerando a qualidade do jogo original, não deveria ter sido assim tão difícil de realizar, sobretudo para um estúdio com os recursos da Blizzard. A Blizzard até já tinha feito algo semelhante com StarCraft, mas aí apenas referiu uma remasterização para HD, e não tudo o resto que prometeram para Reforged. Infelizmente é mais uma desilusão que a Blizzard nos proporcionou, uma de várias nos últimos anos.

Warcraft III: Reforged
Warcraft III: ReforgedWarcraft III: Reforged
06 Gamereactor Portugal
6 / 10
+
Continua a ser uma história empolgante com personagens e momentos memoráveis. Missões variadas e divertidas. Multijogador viciante.
-
Melhoramentos gráficos apresentam problemas. Animações presas. Efeitos sonoros irregulares. Nenhum modo de classificação.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

Warcraft III: ReforgedScore

Warcraft III: Reforged

ANÁLISE. Escrito por Kim Orremark

Todos esperávamos um versão superior de Warcraft III, mas não foi isso que encontrámos.



A carregar o conteúdo seguinte