Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
especiais

Top 11: Saga Resident Evil

Colocámos por ordem de preferência os 11 jogos que formam o núcleo da saga de Resident Evil.

Em março próximo Resident Evil fará 25 anos, o que o torna numa das séries com maior vitalidade da indústria dos videojogos. Antes disso, já no dia 25 de janeiro, será lançado Resident Evil 2 Remake, uma versão totalmente criada de raiz daquele que é para muitos um dos melhores jogos da saga. Ao todo, a experiência global de Resident Evil é formada por 11 capítulos, fora jogos como Resident Evil: Dead Aim e Umbrella Corps, entre muitos outros que fugiram da trama central.

Ao longo destes 25 anos e 11 jogos centrais, a Capcom introduziu muitas mudanças na série, experimentou conceitos, e alterou as bases da experiência Resident Evil. O resultado é uma disparidade considerável de qualidade entre os 11 títulos, mas... qual é o pior e qual é o melhor? É precisamente a essa questão que respondemos nesta lista, com um Top 11 dos melhores jogos da saga Resident Evil.

Top 11: Saga Resident Evil
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

11. Resident Evil 3: Nemesis
Lançamento: 1999
Plataformas: PS, PC, Dreamcast, Gamecube
Este misto de prequela e sequela de Resident Evil 2 é um dos títulos mais esquecidos da saga principal. Inferior a Resident Evil 2 em todos os sentidos, pareceu mais uma expansão que um jogo completo, e acrescentou pouco à história geral da saga. Valeu a introdução do Nemesis, uma autêntica besta que não largou Jill Valentine durante todo o jogo.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

10. Resident Evil Zero
Lançamento: 2002
Plataformas: Gamecube, Wii, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, PC, Switch
Lançado pela primeira vez como um exclusivo Gamecube, Resident Evil Zero serviu-se das técnicas usadas em Resident Evil Remake para apresentar uma história completamente nova. Em termos de cronologia da saga, é o primeiro, já que tudo se passa horas antes do início do primeiro Resident Evil. Infelizmente não tem a mesma qualidade, mas é, ainda assim, um survival horror razoável.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

9. Resident Evil 6
Lançamento: 2012
Plataformas: PC, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One
Muitos dirão que Resident Evil 6 é o pior jogo da saga, e em alguns aspetos, é mesmo. Com uma história confusa, dividida em várias campanhas e personagens, Resident Evil 6 descartou a experiência survival horror em detrimento de uma jogabilidade de ação medíocre. Tecnicamente era impressionante, com algumas sequências fantásticas, e a campanha de Leon era razoável, mas de resto, Resident Evil 6 foi uma desilusão.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

8. Resident Evil Code Veronica X
Lançamento: 2000
Plataformas: Dreamcast, PS2, PS3, PS4, Gamecube, Xbox 360
Code Veronica tende a ser algo ignorado, por não ser numerado, mas é, para todos os efeitos, um capítulo integral da série. Foi o primeiro jogo a apresentar um grafismo totalmente 3D, ainda que a nível de jogabilidade, não fosse muito diferente dos jogos clássicos. Inserido entre Resident Evil 3 e 4, Code Veronica apresentou alguns pormenores importantes para a saga, e desvendou alguns segredos da Umbrella.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

7. Resident Evil 5
Lançamento: 2009
Plataformas: PC, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One
A tão aguardada sequela de Resident Evil 4 acabou por ser uma tremenda desilusão. Mais virado para a ação do que para a experiência de horror, Resident Evil 5 nunca se destacou em nenhum elemento, e pareceu não ter percebido o que funcionou no jogo anterior. A introdução de uma segunda personagem, sempre a acompanhar o jogador, acabou por atrapalhar a experiência de jogo singleplayer, ainda que pudesse ser divertido com um amigo.

Continua na próxima página.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

6. Resident Evil Revelations
Lançamento: 2012
Plataformas: 3DS, PC, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, Wii U, Switch
Este capítulo da saga, que se passa antes de Resident Evil 5, impressionou imenso quando foi lançado em 2012, apresentando alguns dos melhores gráficos vistos na Nintendo 3DS. Com uma jogabilidade de ação na terceira pessoa, mas mais virada para o survival horror do que para a ação, Revelations eventualmente foi adaptado às consolas modernas. A história conta com a participação de Jill Valentine e Chris Redfield, os dois protagonistas do primeiro jogo.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

5. Resident Evil Revelations 2
Lançamento: 2015
Plataformas: PC, PS3, PS4, PS Vita, Xbox 360, Xbox One, Switch
Situado entre Resident Evil 5 e 6, Revelations 2 destaca-se por vários motivos - está dividido em episódios que foram lançados de forma separada, e divide a campanha em dois. De um lado vão jogar com Claire Redfield e Moira Burton, e do outro, vão controlar Barry Burton e Natalia Korda. Cada personagem tinha as suas capacidades únicas, e o resultado foi um Resident Evil que, embora com valores de produção reduzidos, apresentou uma aventura digna das raízes da série.

Top 11: Saga Resident Evil
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

4. Resident Evil 2
Lançamento: 1998
Plataformas: PC, PS, Nintendo 64, Dreamcast, Gamecube
Há quem defenda que este é o melhor jogo de toda a saga, e é fácil perceber porquê. Quando foi lançado, surgiu como uma continuação espantosa para Resident Evil, com excelente grafismo para a altura, uma história empolgante, e quatro campanhas distintas - duas para Leon Kennedy e duas para Claire Redfield. Com alguns dos momentos mais assustadores e icónicos da saga, Resident Evil 2 é um verdadeiro clássico intemporal, ainda que hoje em dia já seja datado em muitos aspetos. Felizmente está prestes a sair um Remake, que irá apresentar Resident Evil 2 a toda uma nova geração.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

3. Resident Evil Remake
Lançamento: 2002
Plataformas: Gamecube, Wii, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, PC, Switch
Os puristas dirão que o Resident Evil original deveria estar nesta lista, mas se a importância desse jogo é inegável, também é verdade que o Remake é uma experiência muito superior. Não só é consideravelmente melhor a nível gráfico, como apresentou melhorias na jogabilidade, e expandiu a campanha de história. O resultando é um jogo que engloba tudo o que é a essência de Resident Evil, e que merece ser jogado ainda hoje.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

2. Resident Evil 7: Biohazard
Lançamento: 2017
Plataformas: PC, PS4, Xbox One
Resident Evil 7 surgiu como uma surpresa, porque à primeira vista parecia ter pouco em comum com o resto da saga. É um jogo na primeira pessoa, passa-se numa casa velha, e não existem zombies ou algo sequer parecido com isso, mas não se deixem enganar. No fundo, Resident Evil 7 é uma experiência real de Resident Evil, com puzzles, ligações ao passado da saga, gestão de balas e inventário, e alguns momentos arrepiantes. Provavelmente o melhor survival horror desta geração.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Top 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident EvilTop 11: Saga Resident Evil

1. Resident Evil 4
Lançamento: 2005
Plataformas: Gamecube, Wii, PS2, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, PC, Switch
Pela parte que nos toca, a escolha do melhor Resident Evil não tem discussão. Se hoje em dia já apresenta alguns elementos datados, quando saiu em 2005, foi revolucionário. Graficamente espantoso, com uma jogabilidade completamente nova, e uma campanha duradoura cheia de momentos memoráveis, Resident Evil 4 tornou-se num dos melhores jogos de geração PS2/Xbox/Gamecube, e alguns dirão mesmo o melhor. Um clássico que merece estar, não apenas numa lista de Resident Evil, mas dos melhores de todos os tempos.

Esta é a nossa lista dos melhores 11 jogos de Resident Evil. Esperemos que em breve, com o lançamento de Resident Evil 2 Remake a 25 de janeiro, seja possível acrescentar mais um capítulo aos lugares mais altos da lista.

A carregar o conteúdo seguinte