Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
The Legend of Zelda: The Wind Waker HD

The Legend of Zelda: The Wind Waker HD

A espaços não consegue disfarçar a idade, mas ainda é uma aventura encantadora.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

The Legend of Zelda: The Wind Waker é para muitos fãs o capítulo mais polémico da série. Em 2003 a Nintendo tratou de remodelar a sua saga icónica, oferecendo um visual mais próximo da animação, com cores muito vivas e traços simples, naquele que seria o primeiro Zelda para Gamecube. Mas apesar de algum descontentamento por parte de fãs mais tradicionais, o jogo foi elogiado de forma geral.

Graças a esse tratamento, Wind Waker apresentou um estilo encantador, que se destacou visualmente de tudo o resto que se fazia na altura. Agora a Nintendo vai relançar o jogo para a Wii U (ficará disponível a 4 de outubro), depois de uma adaptação à resolução de alta definição. E visualmente resultou bastante bem. Apesar dos 10 anos de idade do original, The Legend of Zelda: The Wind Waker HD pode passar perfeitamente por um jogo moderno.

Tudo está extremamente bonito e polido. A fluidez é deliciosa e a atenção ao pormenor que a Nintendo mostrou na altura continua exemplar. É difícil não apreciar as várias animações faciais que Link deixa transparecer durante certas situações do jogo. E mesmo em termos de efeitos de luz, Wind Waker HD é um verdadeiro triunfo. Mas nem tudo envelheceu tão bem.

The Legend of Zelda: The Wind Waker HD

O jogo tem um arranque incrivelmente lento. O grande herói Ricardo... ou melhor, Link (podem mudar o nome, como sempre), vive calmamente com a sua avó e irmã numa ilha pacata. Podem percorrer a pequena ilha, conversando com os seus habitantes e aprendendo algumas mecânicas do jogo. Eventualmente, porém, a paz é perturbada pela chegada de um grupo de piratas. A situação piora quando um pássaro rapta a irmã de Link, confundindo-a com a líder dos piratas.

O problema é que até chegarem à primeira masmorra real do jogo, terão de ultrapassar umas boas duas horas onde uma grande porção é passada a ver blocos de texto. E esse é outro problema. Percebemos que seja desta forma em Wind Waker, que já tem 10 anos, mas gostaríamos que o próximo Zelda, de origem para Wii U, pudesse incluir vozes. É uma das tradições da série, verdade, mas prejudica em demasia o ritmo do jogo.

Eventualmente vão encontrar o barco Red Lion e o acessório Wind Waker, que vão desbloquear outro elemento que diferencia este jogo de todos os outros capítulos da série - a navegação pelo imenso mar azul. The Legend of Zelda: The Wind Waker tem a particularidade de funcionar um pouco como um jogo em mundo aberto. Assim que desbloquearem os dois itens referidos em cima, poderão navegar livremente pelo mar.

The Legend of Zelda: The Wind Waker HD

O barco Red Lion tem algumas particularidades que vão descobrir durante a aventura, mas na prática é um simples barco à vela, que obedece ao ritmo e às direções impostas pelo vento. O segredo está em Wind Waker, um item que permite a Link controlar a direção do vento. Mais tarde vão desbloquear outras funções, mas o princípio básico é este.

Enquanto navegam pelo mar vão encontrar várias personagens curiosas, pequenas ilhas, tesouros no fundo mar, inimigos e muito mais. Por vezes pode ser um pouco maçudo percorrer todo aquilo imenso mar, mas eventualmente vão encontrar formas de encurtar o caminho. Isto é particularmente útil porque existem vários motivos para revisitar locais que já descobriram.

O jogo oferece muitos mini-jogos, missões secundárias e distrações para entreter os jogadores que queiram aproveitar tudo o que Wind Waker tem para oferecer. Além de tesouros escondidos no mar, cada uma das maiores localizações inclui objetivos propostos por outras personagens, que podem cumprir ou ignorar. Como é também tradição na série, alguns caminhos e áreas só podem ser acedidos depois de desbloquearem certos itens.

The Legend of Zelda: The Wind Waker HD

Link tem ao seu dispor as ações habituais, que se baseiam em ataques com a espada, bloqueios com o escudo e desvios quando está prestes a ser atacado pelo inimigo. Com o avançar da aventura vão desbloqueando novos acessórios, mas o grosso da ação não foge às regras base. Link pode ainda utilizar movimentos furtivos em alguns momentos do jogo para evitar os inimigos.

Apesar de não ter sido construído de raiz para a Wii U, o jogo controla-se bem com o GamePad e até existem algumas funções novas que aproveitam o comando peculiar da consola da Nintendo. A mais óbvia é a possibilidade de jogar em Off TV, diretamente a partir do ecrã do comando. Com o Gamepad podem também organizar os itens e verificar o mapa.

Outra novidade curiosa é a introdução das mensagens de garrafa. Podem largar mensagens enfiadas dentro de garrafas no mar, que serão encontradas por outros jogadores via Miiverse. Podem ativar esta função para qualquer jogador, apenas para amigos ou desativá-la por completo, mas é um conceito engraçado. Outra novidade é o novo modo Hero, que aumenta a dificuldade e surge como a oportunidade de oferecer um desafio extra aos veteranos.

The Legend of Zelda: The Wind Waker HD tem alguns problemas. A ausência de vozes começa a ser um incómodo, o ritmo é por vezes excessivamente lento e em termos de design nota-se a idade, sobretudo comparando com o genial The Legend of Zelda: Skyward Sword. Ainda assim, tem um encanto único e visualmente aguenta-se bastante bem. Mais, o jogo está polido de forma exemplar, tem algumas masmorras impressionantes e a qualidade Nintendo, mesmo com a idade, continua evidente. Se não chegaram a desfrutar do jogo na Gamecube, The Legend of Zelda: Wind Waker HD é uma aventura que qualquer jogador de Wii U deve desfrutar.

The Legend of Zelda: The Wind Waker HDThe Legend of Zelda: The Wind Waker HDThe Legend of Zelda: The Wind Waker HD
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
A adaptação a HD está fantástica. Jogabilidade extremamente polida. Tem o encanto próprio dos jogos da Nintendo.
-
O ritmo é excessivamente lento, sobretudo ao início. Em certos elementos de design e jogabilidade mostra a idade.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte