Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
análises
Sonic Colours: Ultimate

Sonic Colours: Ultimate

Uma tremenda desilusão.

HQ
HQ

Existem várias formas de relançar um jogo. Desde simples remasters que melhoram apenas ligeiros elementos gráficos, a remakes completos que refazem o jogo de raiz, passando por tudo no meio. Para Sonic Colours: Ultimate a Sega optou por manter a base original, introduzindo uma série de "melhoramentos" que visam modernizar a experiência de jogo. O resultado, infelizmente, ficou muito aquém do que esperávamos.

Para começar de forma positiva: este é definitivamente Sonic Colours, um dos jogos Sonic mais bem recebidos desde a passagem para 3D. A estrutura de jogo e o conceito são essencialmente os mesmos: Eggman criou um parque de diversões extraterrestre e pediu perdão aos habitantes do mundo pelas suas agressões anteriores. Sonic e Tails, sempre céticos, vão ao parque para descobrir o que Eggman está realmente a tramar, e claro, há um plano maléfico. A história em si é alegre, com alguns momentos cómicos, e os níveis em si são criativos. A história em si pode ser acabada num ápice, mas pode alargar a longevidade procurando por todos os segredos e tentando melhorar os tempos e as pontuações.

E... é tudo o que temos para dizer de forma positiva.

Comecemos com o facto de todas as sequências cinemáticas serem as originais. A resolução é a mesma, mas esticadas para uma resolução moderna, o que naturalmente não resulta muito bem. O estilo visual era bastante bom para a Wii aquando do lançamento original, mas aqui deixam muito a desejar. Os detalhes de fundo, por exemplo, não são mais visíveis apesar dos melhoramentos, e o novo sistema de iluminação 'rebenta' todas as cores fortes e fontes de luz numa tentativa de parecer mais "realista". Com isto, esta versão acaba por parecer ter menor variação de cores que o original, e apesar da resolução e da iluminação, preferimos o visual original de Wii.

Um problema semelhante aplica-se também ao som. Um dos destaques da versão Wii foram as faixas sonoras que acompanhavam os níveis. Cada planeta tinha três variações do tema principal desse mundo, que eram alternadas para se adequarem melhor a cada nível. Mesmo passados dez anos, ainda temos algumas dessas melodias bem gravadas no nosso cérebro. Esta nova versão inclui as versões originais, mas também algumas músicas novas. O grande problema é que são tão diferentes que não parecem pertencer ao mesmo jogo. Enquanto a versão Wii oferecia ritmos funk com elementos de instrumentos acústicos, Ultimate optou pelo estilo totalmente eletrónico que ouvimos pela última vez em Sonic Forces. Ambos têm qualidade, mas não funcionam em conjunto, e irão certamente causar estranheza entre os fãs.

Sonic Colours: Ultimate

Também precisamos referir o péssimo equilíbrio entre o volumeda banda sonora e dos efeitos sonoros, com alguns efeitos extremamente altos e outros baixos. Ora, se estiver a apanhar anéis com frequência, então deixará quase de ouvir a música, o que é bastante irritante - e se estiver a jogar de fones prepara-se para dores de cabeça. Este tremendo desequilíbrio poderia ser atenuado se existissem opções distintas para o volume, mas infelizmente só existe uma única opção que governa o som na sua totalidade.

Outra novidade que visa modernizar a experiência de jogo são as opções para personalizar alguns elementos de Sonic. Pode tornar as suas luvas azuis e os sapatos amarelos, por exemplo. A maioria das combinações são feias, mas pelo menos acrescenta alguma valor de repetição, já que pode pode encontrar novas moedas espalhadas pelos níveis que acrescentam mais algumas opções. A maioria está escondida em novas estradas apenas acessíveis com o jogo power-up, o Jade Ghost Wisp. Com isto pode criar um laço com os inimigos e flutuar através das pareces. É uma ação engraçada, mas que parece algo desperdiçada por não ser usada no conteúdo que já existia. Praticamente não precisa de usar essa habilidade para acabar o jogo, apenas para aceder a conteúdo extra. Também pode tentar recolher 15 anéis vermelhos que lhe darão acesso a Metal Sonic. Tudo isto são extras engraçados, mas que no final das contas não acrescentam muito.

Em resumo é isso que aconteceu a este Sonic Colours: Ultimate. As novidades ou pouco acrescentam, ou em alguns casos, até pioram a experiência de jogo. E ainda nem referimos que o jogo deixou de funcionar em três ocasiões, o que mostra que se tratou de um processo altamente apressado para lançar o jogo. Enquanto fãs de Sonic Colours estamos altamente desiludidos com esta versão Ultimate. Se quiser realmente jogá-lo, mais vale arranjar uma Wii ou Wii U para jogar o original.

HQ
Sonic Colours: UltimateSonic Colours: UltimateSonic Colours: Ultimate
04 Gamereactor Portugal
4 / 10
+
Na sua essência ainda é Sonic Colours.
-
Consegue ser mais feio que o original. Péssima otimização. Tentativas de modernizar o jogo falharam redondamente.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte