Português
Gamereactor
análises
Scarlet Nexus

Scarlet Nexus

Desafiámos o destino apenas com o poder da mente.

HQ
HQ

No centro deste novo jogo original da Banda Namco estão dois jovens soldados - Kasane e Yuito. Quando começar a jogar terá de escolher um deles como a sua personagem jogável, e essa decisão irá determinar que parte da sua aventura interligada irá experienciar. Embora o estúdio tenha desenhado o jogo de forma a que seja possível a maioria do que se passa, ao longo de uma campanha de 25 horas, para ter o entendimento completo de tudo o que está acontecer, terá de terminar o jogo com as duas personagens. É que os respetivos desafios e problemas que enfrentam ao longo da aventura são pessoais para cada um.

A história de Scarlet Nexis começa de forma bastante pessoal, mas cedo estende-se para uma perspetiva mais global. Vai arrancar esta aventura numa pequena academia militar futurista, e aqui terá a primeira oportunidade de conhecer novas personagens e perceber o contexto sociopolítico e até existencial que permeia ao longo do jogo. São muitos temas, alguns deles complexos, e torna-se um pouco difícil acompanhar tudo o que a Bandai Namco pretende colocar em cima da mesa, sobretudo porque alguns desses tópicos não são devidamente explorados. É por isso que, se realmente quiser entender tudo o que se passa, terá de passar duas vezes pela campanha.

Convém referir que os dois protagonistas não diferem apenas no lado narrativo, oferecem também estilos de jogo distintos. Kasane tem acesso a adagas psíquicas que controla com a mente, o que lhe permite atacar com um pouco de distância. Já Yuito prefere estar no centro da ação, dizimando inimigos com a sua espada. Ambos têm ainda ajuda de companheiros, que têm também habilidades próprias. Existem vários golpes para ir desbloqueando, e pode reforçar os seus movimentos com propriedades elementais.

Scarlet NexusScarlet NexusScarlet Nexus
Infelizmente não conseguimos terminar o jogo duas vezes, mas ainda avançamos com a segunda campanha.

Em Scarlet Nexus os inimigos têm duas barras: saúde e condição mental. Se esgotar a saúde do oponente irá naturalmente eliminá-lo, mas por vezes é mais fácil atacar a sua condição mental, que o deixa vulnerável. Assim que isso acontece terá acesso a uma poder capaz de causar grande dano, que destrói a maioria dos inimigos de uma só vez. O sistema de combate funciona bem, mas sobretudo contra um ou dois oponentes. Como os movimentos do jogador são interrompidos se for atingido, poderá ter grandes dificuldades contra vários inimigos ao mesmo tempo.

Tanto as batalhas, como o design dos níveis, foram feitos para puxarem pelas várias habilidades diferentes do protagonista e dos seus companheiros. No último terço do jogo terá de combinar uma série de habilidades e contra-golpes para anular os oponentes e sair vitorioso. Até certo ponto é possível vencer só com ataques básicos, mas terá bem mais dificuldades dessa forma, e o combate não será tão recompensador.

Entre as missões principais pode tentar cumprir algum do conteúdo secundário, ou passar algum tempo com os seus amigos. Este conteúdo secundário é por regra bastante básico, em termos de contexto e de design, e descobrimos que acaba por ser bem mais recompensador passar tempo com as outras personagens. É claro que o estúdio dedicou tempo as estas relações e às respetivas interações, e isto até permitirá desbloquear novas habilidades para esses parceiros.

É preciso falar um pouco do mundo de jogo e desta era, que a Bandai Namco apelidou de "Brainpunk". Neste universo a humanidade conseguiu desbloquear muito mais do seu poder cerebral, o que em conjunto com tecnologia futurista, permitiu criar ligações psíquicas entre pessoas. Alguns indivíduos até conseguem controlar objetos com a mente, como é o caso das nossas personagens.

Scarlet NexusScarlet NexusScarlet Nexus
Embora não seja um jogo particularmente violento, Scarlet Nexus explora alguns tópicos sombrios.

Visualmente, Scarlet Nexus consegue apresentar um estilo peculiar, misturando alguns elementos familiares do género Cyberpunk, com animação japonesa. As personagens e os locais são distintos, mas foram os inimigos que realmente se destacaram, oriundos da mente do artista Masakazu Yamshiro. São monstros terríveis, que comem cérebros (mais uma vez, sem violência explícita), e que são essencialmente objetos do dia-a-dia que ganharam membros e forma grotescas.

A Bandai Namco está claramente a fazer um esforço para explicar de forma apropriada os muitos assuntos abstratos e complexos de Scarlet Nexus, mas nem sempre o consegue com sucesso. Infelizmente as deficiências da história são autocriadas pela estrutura narrativa dividida em duas personagens, o que torna difícil aceitar algumas reviravoltas da história, pelo menos só com uma passagem pela campanha. Também não apreciámos a forma como a exposição funciona em Scarlet Nexus, despejada em cima do jogador entre missões. É necessária, mas existem forma mais elegantes e eficazes de o fazer.

Trata-se de um problema maior do que pode pensar, porque embora os produtores tenham obviamente gasto o seu tempo a construir este mundo de fantasia, a história, e tudo ao seu redor, acaba por ser frustrante ter de jogar a campanha duas vezes para entender tudo. Isto é agravado pela forma como os últimos capítulos se arrastam durante horas e horas, tentando recuperar o atraso nas histórias das duas personagens para um grande final. Em última análise, se tiver consciência destes problemas, e apreciar o estilo de animação de Scarlet Nexus, acreditamos que irá apreciar o que este jogo tem para oferecer, sobretudo se for fã de histórias sem medo de abordarem alguns temas mais sombrios.

HQ
Scarlet NexusScarlet NexusScarlet Nexus
Existem momentos em que a história das duas personagens combina.
Scarlet NexusScarlet NexusScarlet Nexus
Os inimigos sobem de nível com o jogador, logo, não vale a pena perder muito tempo a matar inimigos só para subir de nível.
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Premissa narrativa promissora. Mundo criativo com um estilo visual peculiar. Desenvolvimento interessante das personagens.
-
História é encaixada entre combates. Sistema de combate funciona melhor em duelos do que contra muitos inimigos. Últimos capítulos arrastam-se.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte


Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.