Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
análises
Rainbow Six: Extraction

Rainbow Six: Extraction

É Rainbow Six: Siege, mas com foco cooperativo e com extra-terrestres.

HQ
HQ

Rainbow Six: Extraction é um jogo independente, mas partilha várias sinergias com Rainbow Six: Siege, já que pega nos operadores desse jogo e os coloca numa nova unidade de resposta chamada REACT. O seu papel passa por trabalhar em conjunto para enfrentarem uma forma de vida alienígena invasora, mutante e de rápido crescimento, conhecida como ois parasitas Quimera. No seu núcleo é um jogo de ação na primeira pessoa, que pega em muitos dos fundamentos da jogabilidade de Siege e os reaproveita num espaço mais virado para a ação cooperativa, colocando jogadores contra inteligência artificial.

Extraction não tem uma campanha ou experiência narrativa central. Existem apenas quatro locais principais para onde pode seguir (Nova Iorque, São Francisco, Alasca, e Verdade ou Consequência), onde terá a tarefa de completar uma variedade de objetivos. Isto permitirá ganhar experiência para evoluir os seus operadores e adquirir novos acessórios e itens. E é basicamente isso. Parece básico e escasso, porque é básico e escasso. Não há muito mais que fazer além de pular repetidamente entre estes quatros locais, de forma a enfrentar uma variedade de diferentes arquétipos Arqueanos e desbloquear um pouco mais de conhecimento sobre o que é o parasita Quimera e como pode derrotá-lo.

As primeiras horas são agradáveis, conforme desbloqueia novos equipamentos e começa a enfrentar circunstâncias cada vez mais exigentes, obrigando a uma cooperação mais evidente por parte dos jogadores. Mas eventualmente chegámos a um ponto em que estávamos simplesmente a repetir o que já tínhamos feito e sem grandes motivações para o fazer.

Publicidade:

Um exemplo de uma sessão de jogo envolve escolher uma das quatro áreas (cada uma delas divide-se em três subáreas), selecionar uma das quatro dificuldades, formar uma equipa de operadores adequada ao desafio e, em seguida, completar os três objetivos principais. Esses objetivos envolvem, por exemplo, resgatar um cientista REACT preso, capturar um importante Arqueano, e finalmente explodir um Arch Spine, que é o que os Arqueanos utilizam para construírem os seus ninhos. Existem cerca de dez tipos diferentes de objetivos para completar, alguns muito similares.

Pode jogar Extraction sozinho, em dupla, ou numa equipa de três, e o jogo adapta a dificuldade de acordo com o número de jogadores. É uma jogabilidade que promove um comportamento furtivo, eliminando ninhos e Arqueanos sem alertá-los, caso contrário será perseguido por hordas de monstros agressivos e cruéis que não hesitarão em esmagar o seu grupo. Acontece que se um dos operadores cair, não será jogável durante algum tempo, e se falhar a missão, os operadores ficarão presos ao local onde caíram, e terá de os ir resgatar para que se tornem jogáveis. Felizmente nunca ficará completamente preso, pois o jogo desbloqueará pelo menos um dos operadores para que possa continuar a jogar.

Rainbow Six: Extraction

Extraction inclui 18 personagens jogáveis, que são réplicas praticamente exatas das suas contrapartes de Siege. Sledge continuar a partir paredes com o seu martelo, Ela ainda lança minas, e Doc tem uma seringa de cura, por exemplo. Cada operador tem as suas habilidades e pontos fracos e fortes, e cabe aos jogadores formarem um grupo que possa responder às exigências dos níveis e objetivos em mãos. Tachanka, com a arma estacionária gigante, não é certamente o melhor homem para uma incursão furtiva, por exemplo.

Publicidade:

Em termos de "End Game", essa etapa final do jogo gira de momento em torno de dois aspectos principais: Atribuições e Protocolo Maelstrom. Estes dois tipos de atividades têm de ser jogadas em grupos de três, e proporcionam a experiência de jogo mais desafiadora, devido a vários modificadores e a uma presença Arqueana reforçada, além de exigir o cumprimento de mais objetivos por nível. Naturalmente as recompensas são também melhores. Em essência são modos de jogo desenhados para quem já domina Extraction, e para quem procura realmente um desafio que o obrigue a jogar com uma equipa e de forma realmente coordenada e ponderada.

Extraction é um jogo bem feito em termos de jogabilidade e valores de produção, com bom grafismo e qualidade sonora, mas o mesmo não pode ser dito do sistema de progressão. Ter de repetir o mesmo número limitado de mapas e objetivos, para ganhar experiência que eventualmente permita repetir os dois modos mais avançados, para ganhar ainda mais experiência... bem, não é um sistema particularmente divertido ou interessante.

Honestamente, não vemos muito em termos de valor de repetição ou longevidade em Extraction. Existe pouca motivação para continuar a jogar depois do entusiasmo inicial, e embora a Ubisoft tenha anunciado planos para suportar Extraction ao longo de vários meses e até anos, a verdade é que de momento isto é o que temos. A própria Ubisoft parece saber disso, já que parece realmente adequar-se a algo como o Game Pass e o seu próximo serviço Ubisoft+. Quanto aos restantes jogadores, que não tenham um desses serviços de subscrição, provavelmente ficarão melhor servidos se esperarem para ver o que a Ubisoft irá fazer no futuro em termos de apoio a Rainbow Six: Extraction.

HQ
Publicidade:
Rainbow Six: ExtractionRainbow Six: ExtractionRainbow Six: Extraction
Rainbow Six: ExtractionRainbow Six: ExtractionRainbow Six: Extraction
06 Gamereactor Portugal
6 / 10
+
Bons controlos e jogabilidade apurada. Muitos tipos de Arqueanos para combater. Boa capacidade gráfica.
-
Sistema de progressão desinspirado e cansativo. Falta-lhe um maior núcleo narrativo. Jogabilidade repetitiva.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte