Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
Power Rangers: Battle for the Grid

Power Rangers: Battle for the Grid

Rangers de várias gerações entram em conflito num jogo de luta de três contra três.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Existem várias gerações de atores e personagens de Power Rangers, e como tal, também várias gerações de fãs, com filhos que se tornaram pais, e cujos filhos se tornaram também eles fãs da série. Cada geração apresentou apresentou a sua abordagem aos Power Rangers, como novas localizações, histórias, e até vilões. Por outras palavras, existe muito material para recolher dentro do universo dos Power Rangers.

Essa riqueza de personagens terá sido um dos principais motivadores da nWay para produzir Power Rangers: Battle for the Grid, que vai buscar elementos a todas as gerações. Heróis e vilões das várias sagas estão presentes neste jogo, composto por combates de três contra três. Mas será que é divertido? Sim, é razoavelmente divertido, sobretudo porque o sistema de combate é sólido. Mesmo graficamente, Power Rangers: Battle for the Grid mostra-se perfeitamente adequado, com animações suaves, e efeitos que enriquecem a ação, embora esteja longe de algo com valores de produção mais elevados. Visualmente, existiu também um esforço para tornar cada Ranger único, e nesse aspeto, não temos muito que reclamar.

Infelizmente, o mesmo não pode ser dito do resto do jogo. Os problemas começam logo com o elenco, que poderia e deveria estar recheado com personagens dos últimos 30 anos de Power Ranges, e em vez disso, apresenta um número de lutadores que é embaraçoso para um jogo do género - apenas nove lutadores. É verdade que o preço também é reduzido - custa € 19.99 -, mas mesmo assim pedia-se mais. Se nos lembrarmos que o combate funciona à base de tag-teams de três contra três, isso significa que uma única luta inclui logo dois terços do elenco. É difícil não ficar saturado destas personagens em pouco tempo.

Pelo menos a jogabilidade é competente, à base de combates 2D. Têm acesso a ataques ligeiros, médios, e fortes, bloqueios, e especiais que permitem atacar à distância. Podem ainda pedir assistência aos colegas que estão de fora, e se tudo correr bem, vão atacar o alvo em conjunto com efeitos espetaculares. Também podem alternar o lutador a qualquer momento, para gerirem a luta da melhor forma.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

À medida que combatem vão enchendo uma barra de energia, que quando está cheia, permite libertar um poderoso ataque no inimigo. Este ataque pode fazer a diferença num combate equilibrado, e surge na forma dos imponentes Megazords. Cada equipa escolhe o seu antes de começarem a lutar, mas como tudo o resto, a escolha é muito limitada, já que só existem três Megazords no jogo.

Claro que, eventualmente, serão lançadas mais personagens, que terão de pagar por elas. Não sabemos quanto custará uma personagem individual, mas o primeiro season pass (vão existir vários) vai incluir mais três personagens. Ou seja, por € 34.99, Power Rangers: Battle for the Grid passa a incluir um total de 12 lutadores. É um tremendo exagero na nossa opinião.

Quanto a modos de jogo, Power Rangers: Battle for the Grid cumpre os mínimos, apresentando uma história que tem pouco de memorável, jogabilidade online, e combates offline. Nada que realmente se destaque, apenas a base essencial de um jogo do género, e isto com valores de produção razoáveis, mas longe de impressionantes, sem mecânicas novas ou interessantes.

Com tudo o que Power Rangers: Battle for the Grid poderia ter, considerando que se está a servir de uma coleção tão rica de histórias e personagens, é lamentável que a nWay tenha optado pelo caminho oposto, apresentando um jogo extremamente magro a nível de conteúdo. Se em cima disso considerarmos que estão a pedir 15 euros por três personagens, a situação torna-se ainda mais lamentável. Se forem fãs da saga, é certo que vão ter momentos divertidos, mas olhando para o que tem sido feito ultimamente no género, Power Rangers: Battle for the Grid surge como uma alternativa muito limitada.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Power Rangers: Battle for the Grid
Power Rangers: Battle for the GridPower Rangers: Battle for the GridPower Rangers: Battle for the Grid
05 Gamereactor Portugal
5 / 10
+
Sistema de combate é sólido. Elenco para agradar a todas as gerações de fãs.
-
Grande escassez de conteúdo. Ao nível do sistema de combate, as personagens são demasiado parecidas.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor