Gamereactor PT. Vejam os últimos trailers e entrevistas a partir das maiores convenções de videojogos de todo o mundo. O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
análises
Pokémon Legends Arceus

Pokémon Legends Arceus

A série de jogos Pokémon tenta finalmente dar um passo numa nova direção, mas existem claras dores de crescimento.

HQ
HQ

Pokémon Legends Arceus pode ser resumido como uma combinação de elementos novos e antigos, não se assumindo nem como uma entrada principal da saga, nem como um "spinoff" típico. O jogo passa-se na região de Sinnoh, que foi recentemente (re)visitada por milhões de jogadores em Pokémon Shining Diamond/Brilliant Pearl. Desta vez, porém, não irá encontrar telefones, caminhos de ferro, ou outras conveniências modernas. É que Pokémon Legends Arceus decorre nos últimos anos de 1800, e Hisui (como a região era conhecida na época) é um deserto quase inexplorado cheio de maravilhas e perigos fora das paredes protetoras da vila Jubilee.

Construída ao redor de um rio manso e composta por casas de madeira e pequenas plantações, a idílica cidade serve como base de operações do jogador. Uma das nossas primeiras alegrias com o jogo foi verificar que a Game Freak adaptou alguns dos elementos usuais da série a um novo formato. Por exemplo, os seus pokémons não estarão armazenado num computador, e em vez disso andam a passear livremente pelos pastos. Já os Pokémarts foram substituídos por pequenos vendedores ambulantes, que vendem itens úteis e materiais para criação. Jubilee é também o lar da Galaxy Expedition Team, uma organização dedicada ao estudo dos Pokémon. Aqui irá assumir o papel de um recém-chegado desconhecido, que foi convocado para o chamado Survey Corps. A sua missão? Explorar a região e capturar tantos pokémons quanto possível.

Nos jogos anteriores não havia realmente um sentido para ter de completar o Pokédex, mas em Pokémon Legends Arceus o povo de Hisui apenas agora começou a domesticar os pokémon, e cada pequena observação pode fazer uma diferença tangível. Não está apenas encarregado de capturar um Pokémon, mas também de estudar o seu comportamento, e isso pode ser feito de várias maneiras. Ao completar registos no Pokédex vai ganhar recursos como dinheiro, Pokébolas, e amoras. Ao mesmo tempo vai aumentar o nível do seu Galaxy Rank, necessário para progredir na história e realizar expedições a novas áreas.

Publicidade:
HQ

Como Hisui ainda está relativamente inexplorado, não existem estradas ou caminhos a conectar as diferentes regiões. Em vez disso, o jogo apresenta cinco grandes pedaços de terra que podem ser explorados livremente. Comparando com as áreas de Pokémon Sword/Shield, o mundo de Arceus surge com maior variedade, desde uma região fria e hostil a planícies idílicas mais adequadas para piqueniques do que batalhas. Além disso, os Pokémon agora parecem uma parte natural do ambiente que passeiam livremente, em vez de aparecerem como inimigos aleatórios gerados por algum algoritmo. Ainda assim, Pokémon Legends Arceus parece um jogo mais adequado para jogabilidade portátil. Apresentando através de uma grande televisão, tornam-se evidentes as suas falhas gráficas, mesmo comparando com outros jogos na Nintendo Switch. Monster Hunter Rise, por exemplo, inclui áreas bem mais impressionantes a nível técnico, com maior distância de visão, detalhe, e qualidade de texturas. Sem efeitos ambientais, como árvores e arbustos que se dobrem com o vento, ou iluminação dinâmica, a exploração raramente será recompensada com vistas impressionantes.

Felizmente não terá muito tempo para prestar atenção às deficiências gráficas, já que estará demasiado ocupado a recolher recursos, a enfrentar pokémons, a trabalhar para evoluir. Fora da história principal bastante sucinta que o jogo apresenta, Arceus irá mantê-lo ocupado com uma enorme seleção de missões secundárias, que na maioria das vezes giram em torno da captura de pokémons. Isto não irá somente desafiar as suas habilidades, mas também o seu conhecimento, incluindo a capacidade para identificar um pokémon específico com base numa descrição vaga ou numa fotografia borrada.

Além de lhe renderem recompensas enquanto jogador, as missões também têm consequências tangíveis na comunidade. Um pokémon elegante pode inspirar o cabeleireiro a experimentar novos cortes ousados, e um pokémon forte como o Geodude pode acabar por se tornar num habilidoso lavrador, o que por sua vez ajuda no crescimento das plantações. Ao avançar na história estará a abrir novas oportunidades para criação e navegação. Ver a vila crescer à medida que aprende mais sobre o mundo dos Pokémon é extremamente satisfatório e fornece uma motivação orgânica ao que até aqui tem sido uma busca arbitrária de números puros. Dito isto, muitas das missões são muito básicas e repetitivas, o que significa que podiam ter sido um pouco mais inspiradas.

Publicidade:

Com a captura de pokémons a ocupar o centro do palco em quase todos os aspectos do jogo, a Game Freak merece elogios por ter polido a experiência quase à perfeição. Se já jogou um jogo Pokémon, estará familiarizado com o incómodo de ser atacado do nada por um Zubat ou um Rattata de baixo nível. Agora pode finalmente ter a sua vingança, já que os pokémons mais pequenos podem ser capturados sem luta - basta esgueirar-se pela relva alta e atirar-lhes a bola. Distrair Pokémon com amoras ou acertar-lhes nas costas com um ataque surpresa também aumenta consideravelmente as suas hipóteses de uma captura de sucesso.

Dito isto, as mecânicas centrais não mudaram muito. Cada Pokémon pode aprender até quatro movimentos pertencentes a elementos específicos, e têm diferentes pontos fortes e fracos em comparação com outros elementos. É um pouco como Pedra-Papel-Tesoura, mas Arceus segue o modelo dos jogos mais recente, no sentido em que informa quais são os movimentos mais eficazes contra o oponente direto. Aliás, a batalha em geral foi bastante simplificada, com o corte de alguns elementos dos jogos anteriores, incluindo a capacidade para equipar itens num pokémon ou lutar com dois pokémons ao mesmo tempo.

Pokémon Legends Arceus

Por outro lado, pokémon selvagens ou até mesmo outros treinadores não têm absolutamente nenhum problema em atacarem em bandos. Nesses casos vai precisar de atenção redobrada a uma nova dimensão tática - ataques ágeis e fortes. O último causa mais dano que os movimentos normais mas é mais lento, enquanto que os ataques ágeis permitem que ataque rapidamente (por vezes de seguida), ainda que cause menos dano. Todos os movimentos podem eventualmente ser usados ​​na postura ágil, normal ou forte, e qual escolher irá afetar a ordem dos ataques, algo comum a outros jogos por turnos. Em termos de complexidade, é básico, até mesmo comparando com outros jogos Pokémon, mas a dimensão tática adicional permite desfrutar de um sistema de combate satisfatório.

No entanto, a principal melhoria dos combates não está nos confrontos em si, mas no facto de não se passarem num ecrã à parte. Isto ajuda tremendamente à imersão e, crucialmente, também acelera o processo. Vencer já não obriga a ter de percorrer vários ecrãs de texto, e se estiver realmente com pressa, pode até começar a correr para o próximo desafio antes que o ataque final chegue. As animações de batalha também são, assim como movimentos como Gust e Quick Attack, simples, mas eficazes, e este é o primeiro jogo Pokémon em muito, muito tempo, em que não as desativámos completamente.

Antes de jogarmos Pokémon Legends Arceus estávamos bastante céticos e, a julgar pelos comentários online, não éramos os únicos. O jogo parecia uma mescla de diferentes estilos e influência sem uma visão coerente e tememos o pior, mas isso não aconteceu. A verdade é que ficámos surpreendidos por esta nova abordagem da Game Freak, ainda que o grafismo seja fraquito e a história deixe muito a desejar. Além disso sentimos falta de vários elementos que já eram comuns aos jogos de Pokémon, e que ficaram de fora nesta nova abordagem. Dito tudo isto, gostámos da nova direção, e agora que as dores de crescimento estão superadas, estamos muito curiosos para ver o que nos reserva o futuro de Pokémon.

HQ
Pokémon Legends ArceusPokémon Legends Arceus
Pokémon Legends ArceusPokémon Legends Arceus
Pokémon Legends ArceusPokémon Legends ArceusPokémon Legends Arceus
Pokémon Legends ArceusPokémon Legends Arceus
07 Gamereactor Portugal
7 / 10
+
É uma alegria ter a possibilidade de explorar livremente Hisui. Mecânicas de jogo muito sólidas. Ajudar os cidadãos e a vila é bastante recompensador.
-
História desapontante. Ausência de vozes e falta de atenção ao detalhe prejudica o ambiente. Vários elementos dos jogos anteriores foram sacrificados.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

0
Pokémon Legends ArceusScore

Pokémon Legends Arceus

ANÁLISE. Escrito por Jakob Hansen

A série de jogos Pokémon tenta finalmente dar um passo numa nova direção, mas existem claras dores de crescimento.



A carregar o conteúdo seguinte