Português
Gamereactor
análises
Pikmin 3

Pikmin 3

Existem apenas duas respostas possíveis à seguinte questão.

HQ

Quando foi a última vez que jogaram algo que vos colocasse numa aventura que decorre em jardins, cheio de monstros abomináveis mas que ainda assim parecem inocentes, fruta gigante e soldados sem inteligência, mas tão adoráveis que cada vez que um morre parte-vos o coração?

As repostas possíveis: "nunca" ou "da última vez que joguei Pikmin".
Pikmin 3, embora não tenha sido construído como uma critica às filosofias recentes da indústria ou à falta de imaginação atual, mostra como a forma de pensar e processar a produção de videojogos da Nintendo difere de Sony e Microsoft.

O jogo conta a história de uma equipa de três astronautas enviada pelo cosmos para encontrar um planeta que possa suportar o seu povo. Tudo parece correr bem quando finalmente encontram o que procuravam, mas um erro na nave acaba por provocar uma queda na superfície do planeta e a separação dos três pequenos heróis.

Pikmin 3
Publicidade:

Eventualmente acordamos na companhia de Alph, cujo aspeto simpático e simplório acaba por provocar um contacto encantador. Alph rapidamente encontra a primeira tropa de Pikmins, do tipo vermelho, que pode controlar com o seu apito. Com a sua ajuda parte na procura dos outros dois membros da nave.

O controlo dos Pikmins é simples. Com um simples pressionar de um botão ordenam que se dirijam a um objeto ou inimigo, com o qual interagem de forma contextual e automática. Com uma assobiadela, recuam de volta a Alph. O assobio não chama todos os Pikmin de imediato. Em vez disso controlam um círculo expansivo que permite selecionar uma área específica e todos os Pikmin nesse perímetro, permitindo escolher quem deve regressar e quem deve permanecer nas suas atividades.

Os Pikmin vêm em vários sabores, distinguidos pelo aspeto ou pela cor, cada tipo com uma habilidade distinta. Os vermelhos sobrevivem ao fogo, os azuis podem nadar, os amarelos aguentam eletricidade, os cor-de-rosa voam e os pretos em forma de rocha podem partir vidro. Nenhum tipo é remotamente inteligente, por isso não esperem vê-los tomar muitas iniciativas sem o vosso comando.

Pikmin 3
Publicidade:

Os astronautas também não são muito mais inteligentes. Os outros dois (depois de os encontrarem) vão segui-los como se fossem Pikmins, independentemente do astronauta que controlam no momento, mas podem atirá-los (bem como aos Pikmins) para outras áreas e depois mudar para esse astronauta, abrindo novas oportunidades de exploração.

A este ponto já devem ter percebido que muitas tarefas envolvem os esforços combinados dos astronautas, dos Pikmins e das suas habilidades. Mas isso não impediu a Nintendo de refinar a jogabilidade.

A pequena equipa de astronautas não pode viver sem nutrição. No fim de cada dia a equipa consome uma dose de sumo, lentamente acabando com o stock. Ou seja, além de eventuais objetivos definidos e da exploração, também devem ter como preocupação a recolha de fruta, não só para o vosso consumo diário, mas para levarem para o vosso povo. Como cada dia acaba sempre ao anoitecer, independentemente do que estão a fazer, é necessário algum planeamento.

Pikmin 3

É um limite que sinceramente frustra mais do que ajuda, mas felizmente a Nintendo incluiu a opção para repetir os dias anteriores, o que retira alguma da pressão se falharmos algo que tínhamos planeado para um dia específico.

O jogo também permite competir com amigos. O modo Bingo Battle é mais diabólico do que o nome pode indicar, e deixa-vos competir para ver quem consegue preencher primeiro uma espécie de cartão composto por frutas e inimigos. Se preferirem combates mais diretos, podem sempre tentar eliminar o vosso oponente e as suas tropas.

Nada do que é descrito em cima pode soar particularmente interessante ou original, mas a Nintendo ainda consegue combinar isto tudo gloriosamente, o deleite do conjunto apenas percetível depois de perceberem como tudo funciona. A introdução de novos Pikmins significa que podem regressar a níveis anteriores e abrir novas áreas, enquanto que a divisão pelos três astronautas providencia a oportunidade para explorar várias zonas em simultâneo, se tiverem a ginástica mental e a destreza necessárias para tal.

Pikmin 3

A abordagem estratégica a cada área é também mais relevante do que no passado, já que agora é possível percorrer o mesmo dia várias vezes, permitindo repeti-los com uma ideia muito clara do que é preciso fazer com o tempo disponível. Construir uma ponte, recolher fruta e ainda derrotar um Boss, tudo num só dia, é uma sensação extremamente recompensadora.

Se Pikmin 3 é isto tudo, porque não uma classificação ainda maior? Porque não só é uma experiência muito semelhante aos dois jogos que o antecedem, como repete os mesmos erros.

Pikmin 3

Os controlos da cãmara continuam a ser um problema, embora se jogarem com a combinação Nunchuck e Wiimote essa falha se torne menos relevante. E se aceitamos que os Pikmin não sejam inteligentes, era bom que tivessem um instinto mínimo de sobrevivência, já que não reagem sem ordens dos jogadores, mesmo que estejam a ser devorados por um inimigo.

Apesar do regresso destas falhas identificadas no passado, não temos dúvidas de que Pikmin 3 é o melhor capítulo da série até à data e com tanto tempo entre o último e este, parece mais inovador que nunca. É uma experiência rica em criatividade e encanto - o tipo de aventura que só pode vir da Nintendo.

HQ
Pikmin 3
Pikmin 3
Pikmin 3
Pikmin 3
Pikmin 3
Pikmin 3
Pikmin 3
Pikmin 3
Pikmin 3
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
É super charmoso. Incentiva a exploração. Níveis enormes cheios de segredos.
-
Câmara ineficaz. Demasiado semelhante aos anteriores.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

0
Pikmin 3Score

Pikmin 3

ANÁLISE. Escrito por Thomas Blichfeldt

Existem apenas duas respostas possíveis à seguinte questão.



A carregar o conteúdo seguinte