Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
especiais

Pedro Silveira fala do XL Games World e da saída do Lisboa Games Week

Entrevista com um dos homens-fortes da organização de eventos de videojogos em Portugal.

Pedro Silveira é uma figura incontornável quando o tópico são eventos dedicados a videojogos. Além de ter sido um dos principais responsáveis pela criação de uma divisão de Esports no Sporting Clube de Portugal, é também um dos criadores e organizadores do Lisboa Games Week (que este ano mudou de mãos), entre outros eventos. Este ano o seu grande desafio chama-se Moche XL Games World, evento que se realizará entre os dias 14 e 17 de novembro na Altice Arena do Parque das Nações, e sobre o qual aceitou conversar com o Gamereactor.

Este ano a E2TECH já não irá realizar o Lisboa Games Week, evento que criou, e em vez disso programou o Moche XL Esports para a semana anterior. Porquê esta mudança?
A E2TECH conta com 12 anos e uma vasta experiência na organização dos eventos de gaming. Além da Lisboa Games Week, que foi criada por nós e que organizámos nos últimos cinco anos, fomos responsáveis pela MEO XL Party e o Moche XL Esports. Este percurso foi feito com base nas relações e comunidade que criámos. Ao longo dos anos fomos observando algumas alterações no que o público esperava de um evento de videojogos, que estava mais exigente, mais interessado na novidade e na experiência. Com a indústria de videojogos a ter um crescimento positivo, é necessário que os eventos de gaming partilhem essa evolução e tragam mais ao público do que apenas a tradicional feira de videojogos. Foi nesse sentido que decidimos criar o Moche XL Games World e é isso que queremos, que nos diferencie dos outros eventos.

Qual é então a finalidade do Moche XL Games World?
O Moche XL Games World pretende ser uma experiência imersiva para todo o público. O nosso objetivo é que seja um evento para todos os gamers, casuais ou profissionais ou até mesmo famílias, vamos desafiar todos a saírem da sua zona de conforto e experienciar novos mundos.

O Moche XL Games World está marcado para a semana anterior ao Lisboa Games Week. Há espaço para dois eventos tão semelhantes, na mesma zona, e em tão curto espaço de tempo?
Este período é bastante apropriado para realizar um evento como o Moche XL Games World, considerando o calendário de lançamentos dos novos videojogos e anúncios das marcas do setor. Acreditamos que há espaço para inovação e para novidades. Os eventos não vão ser iguais e vão oferecer diferentes experiências ao público. As competições que irão decorrer serão diferentes, os influenciadores presentes também. Por exemplo, o Indie X, o maior showcase de jogos independentes em Portugal, estará presente no nosso evento com várias talks e masterclasses dadas por profissionais do setor. A PlayStation e a Nintendo também irão marcar presença com ofertas diversificadas. O Moche XL Games World pretende proporcionar uma experiência diferente a quem o visita e por isso, acreditamos que é possível os dois eventos coexistirem.

Pedro Silveira fala do XL Games World e da saída do Lisboa Games Week

Qual é a vossa expetativa em termos de adesão?
Esperamos receber 40 mil pessoas nesta 1.ª edição.

Os Esports são um chamariz cada vez maior. O que terá o Moche XL Games Worlds para atrair fãs dos videojogos competitivos?
Nesta 1.ª edição do evento, vamos contar com a final da 4.ª temporada do Worten Game Ring Master League Portugal by ASUS e também com várias competições de FIFA 20, algumas organizadas pela FPF esports, que irá promover, entre outras ativações, um jogo de futebol entre a Seleção de Portugal e a espanhola. O Fornite vai ser outra das grandes presenças no nosso evento, tendo um espaço totalmente dedicado ao jogo.

Ao nível das editoras, pode avançar com alguns dos nomes que vão presença?
Em Portugal as editoras e jogos estão presentes nestes eventos nos espaços de parceiros como a PlayStation, Nintendo, Xbox ou através de distribuidoras como a Ecoplay, Upload entre outras. Vamos ter todos os títulos e novidades do mundo dos videojogos no Moche XL Games World.

Cosplay é outro grande factor em qualquer evento deste género. O que têm para os amantes dessa arte?
Teremos uma área no evento dedicada ao cosplay, onde todos os apaixonados podem desfrutar do evento vestindo a pele dos seus heróis.

Os influenciadores, na forma de youtubers e streamers, são outra presença obrigatória. Já podes avançar com alguns nomes?
Até ao momento, destacamos a presença de Youtubers como o RicFazeres, Tiagovski, Torres, JamieDrake e streamers como Zorlak, TaDeNight, Helena Santos e Shikai, entre muitos outros.

E o futuro do Moche XL Games World? Passa por Lisboa apenas, ou o futuro pode passar por outras cidades?
De momento, o futuro passa por construirmos uma marca forte com uma 1.ª edição de sucesso do Moche XL Games World, e depois continuar a inovar e a construir um evento que atraia o público e que seja mais do que uma feira de videojogos. Queremos, primeiro, ser uma referência em inovação e na oferta que damos ao público e só depois ver se há espaço para nos aventurarmos por outras cidades.

Para mais informações sobre o Moche XL Games World, clique aqui.

Pedro Silveira fala do XL Games World e da saída do Lisboa Games Week


A carregar o conteúdo seguinte