Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
One Punch Man: A Hero Nobody Knows

One Punch Man: A Hero Nobody Knows

Dez quilómetros e cem flexões, abdominais, e agachamentos depois, estamos prontos para o veredito.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Num planeta em quase tudo semelhante ao nosso, vários heróis ganham a vida a combater monstros e outras ameaças. Um desses heróis é Saitama, protagonista de One Punch Man, popular série de animação japonesa que foi agora adaptada a videojogo. Saitama era um tipo normal, com um emprego banal, mas quando um dia perdeu esse emprego e viu um inocente a ser atacado, decidiu interview. Saitama saiu vitorioso da situação, e decidiu fazer disso a sua vida. Para conseguir o seu objetivo, Saitama decidiu seguir um rigoroso programa diário de exercícios, um programa aparentemente tão bom que tornou Saitama num ser praticamente invencível, capaz de derrotar qualquer adversário com um só soco. A superioridade de Saitama é de tal forma incrível, que o próprio já se sente deprimido porque nada nem ninguém é capaz de o desafiar.

Esta é a base de One Punch Man, mas no caso do jogo, a história foca-se num outro herói, criado pelo jogador. Não é o editor mais impressionante que já vimos, mas oferece opções suficientes para criar um herói decente.

One Punch Man: A Hero Nobody Knows está em linha com algo como Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm, no sentido em que oferece um mundo para o jogador explorar, que tem vários elementos RPG. O grosso da experiência resume-se a apanhar missões secundárias, conversar com algumas personagens, e combater em ambientes 3D. A aventura vai acompanhando a história da série, embora com alguns eventos menores pelo meio, incluindo combates com bandidos fáceis, ou entregar documentos a certas personagens. Eventualmente, contudo, fomos surpreendidos por um terrível monstro, muito acima das nossas capacidades, pelo que o nosso objetivo passar por ajudar à evacuação da população. Ainda assim, o monstro acabou por nos encontrar.

A partir deste momentos sabemos que a vitória é impossível, já que o jogo faz o favor de deixar um objetivo muito bem definido: sobreviver 30 segundos para permitir que cheguem reforços. Verdade seja dita, não é tão fácil quando pode pensar, mas eventualmente conseguimos aguentar o tempo necessário para a chegada - obviamente - de Saitama. O jogo dá-nos controlo da personagem, mas é um momento muito curto, já que o monstro é derrotado com um único soco.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Conforme evolui durante a aventura, vai ganhando influência e fama, o que determina que tipo de heróis da série podem aparecer em seu auxílio durante as batalhas. Depois, entre o lote disponível, é escolhido um herói de forma aleatória - chegámos a ter Saitama a aparecer para lidar com um grupo de bandidos, o que é absurdo, mas divertido, considerando a diferença de poder.

Depois de algum tempo de jogo, pode ativar o modo online, o que permite ver as personagens de outros jogadores pelo mundo. Estes heróis até podem aparecer como apoio às batalhas, o que acaba por ser divertido e acrescenta variedade ao jogo. Enquanto o editor de personagens não é o melhor, durante a aventura vai encontrar muitas formas de personalizar o seu herói, com roupas, acessórios, máscaras, e outros itens semelhantes. Só a oportunidade de ver as criações loucas de outros jogadores já justifica a ligação online.

One Punch Man: A Hero Nobody Knows tem os seus momentos divertidos, mas infelizmente também tem vários defeitos, e a maioria está associada ao combate. A jogabilidade tem pouca fluidez e dinamismo, sem qualquer tipo de cancelamento de golpes, ou contra-ataques. É um sistema muito básico, que faz o suficiente, mas pouco mais.

Comparando com outros jogos do género mais recentes, One Punch Man: A Hero Nobody Knows fica um pouco aquém, mas também não é das piores adaptações de animé a jogo. Se são fãs, parece-nos bom o suficiente para justificar a compra, sobretudo durante promoções, mas se nem sabe quem é Saitama, então nem vale a pena olhar duas vezes para A Hero Nobody Knows.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
One Punch Man: A Hero Nobody KnowsOne Punch Man: A Hero Nobody Knows
One Punch Man: A Hero Nobody KnowsOne Punch Man: A Hero Nobody Knows
06 Gamereactor Portugal
6 / 10
+
Muito conteúdo para agradar aos fãs da série. Modo de criação de personagem. Elementos RPG de qualidade.
-
Jogabilidade algo presa. Quebras na fluidez. Conversa excessiva e sem interesse.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte