Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
especiais

O que não esperamos ver na E3 2015

Oito jogos que não devem aparecer na feira (mas esperamos estar enganados).

Aqui está uma lista dos jogos que muito provavelmente não irão ver na E3 deste ano. Mas por outro lado, gostaríamos de jogar praticamente tudo o que está aqui presente, por isso nem nos importa se errarmos em algumas destas previsões.

1. Shenmue III

Já passou mais de uma década desde Shenmue II, mas os fãs da Sega não desistem facilmente. Yu Suzuki manifestou interesse em terminar esta saga épica, mas a questão é: qual o estúdio que ficaria encarregue da produção e, mais importante ainda, quem financiaria o projeto? Apesar de ser um jogo de culto, Shenmue nunca foi um êxito de vendas e para colocar este conceito a par das aventuras de mundo aberto contemporâneas seria necessário um orçamento de peso que muito dificilmente seria recuperado por qualquer investidor - a menos que esse investidor fosse detentor de uma das plataformas do mercado, aproveitando o potencial do exclusivo para vender consolas. Outra opção seria fazer o jogo num formato menos ambicioso, mas seja como for será muito difícil assistirmos ao regresso de Shenmue.

O que não esperamos ver na E3 2015

2. Silent Hills

Milhares de corações ficaram destroçados quando a Konami revelou que a colaboração planeada entre a Kojima Productions e o cineasta Guillermo del Toro tinha sido cancelada como resultado das divergências entre Hideo Kojima e a editora japonesa (e que muito provavelmente levarão Kojima a abandonar a empresa após o lançamento de MGSV). Dada a popularidade da versão de demonstração "P.T.", é natural que existam rumores acerca de uma ressurreição, mas isso parece ser altamente improvável. A Konami não desistiu da série, mas por enquanto não contamos ver qualquer anúncio relacionado com Silent Hill.

O que não esperamos ver na E3 2015

3. Beyond Good & Evil 2

Está em desenvolvimento. E apesar de Michel Ancel ter saído da Ubisoft, tudo indica que ainda está envolvido com o projeto. Mas com todo o número de vezes que o jogo foi mencionado, começamos a pensar se alguma vez se irá concretizar. Se não for exibido na conferência de imprensa da Ubisoft deste ano, o mais provável é ter sido colocado em standby (outra vez). Esperamos estar errados sobre isto, já que encaixaria na perfeição no alinhamento de títulos da Ubisoft.

O que não esperamos ver na E3 2015

4. Perfect Dark 2

Têm existido rumores acerca de novas versões de jogos da Rare, mas tudo parece apontar mais para Battletoads do que para Perfect Dark. Talvez esta tenho sido a licença mais apetecível para a Microsoft quando adquiriu a Rare, mas depois de Perfect Dark Zero (e do seu infame "Wallguy"), apenas recebemos um relançamento no Xbox Live Arcade. Não sabemos se a Rare ainda tem o talento necessário no estúdio para criar um novo Perfect Dark, e a que outra equipa é que a Microsoft poderia encarregar da tarefa? Pois, não é provável que o regresso de Joanna Dark esteja para breve.

O que não esperamos ver na E3 2015

5. Half-Life 3

A Valve não vai marcar presença na E3 este ano, por isso é seguro afirmar que não iremos ver Gordon Freeman. Dado o foco atual da Valve na realidade virtual e no hardware, não deixa de ser estranho perceber que a equipa não está a usar este trunfo para promover os seus produtos, mas Half-Life 3 é um daqueles projetos que apenas será apresentado se (e quando) os seus criadores estiverem completamente satisfeitos com o conceito. E se acham que vão ver Half-Life 3 nas conferências da Microsoft ou da Sony... bom, parem de sonhar.

O que não esperamos ver na E3 2015

6. Wipeout

Quando a Sony encerrou o relativamente pequeno estúdio de Liverpool, isso foi quase uma declaração a constatar: "Já não acreditamos em Wipeout." Um título da série Wipeout para PS4 parece algo que qualquer jogador da consola gostaria de receber, mas os problemas que a Sony teve com as vendas desta série que outrora ajudou a definir a primeira PlayStation dizem-nos que não iremos ver um novo Wipeout em breve. Talvez a Nintendo nos consiga chocar com um novo F-Zero, mas também não estamos a contar com isso visto que saltou a geração da Wii. Parece que os jogos de corridas futuristas pertencem ao passado.

O que não esperamos ver na E3 2015

7. Borderlands 3

É demasiado cedo, mesmo que o jogo ainda se encontre em desenvolvimento. A Gearbox irá focar as suas atenções e esforço de marketing em Battleborn.

8. Quem se junta a The Legend of Zelda nas linhas laterais?

Jogos que já foram anunciados e que não irão marcar presença em Los Angeles... A Nintendo já afirmou que o novo Legend of Zelda não estará no evento. Suspeitamos que Scalebound poderá cair na mesma categoria, juntamente com Dead Island 2. O novo Mass Effect ainda não recebeu um título oficial nem foi mostrado, mas poderá falhar a E3 visto que a EA deverá concentrar as suas ofertas de ficção científica em Star Wars. Não ouvimos falar de Wild desde o anúncio na Gamescom, por isso talvez salte a E3 para que a Sony se foque em jogos mais próximos do lançamento e em novos anúncios.

O que não esperamos ver na E3 2015

9. Duke Nukem Forever

Ah, esperem lá. Esqueçam.



A carregar o conteúdo seguinte