Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
análises
Mortal Kombat 11

Mortal Kombat 11: Aftermath - Review

Há mais para ver e jogar nesta expansão do que um cyborgue chamado Alex Murphy.

Mortal Kombat 11

A NetherRealm Studios acabou de fazer História com Aftermath, já que esta é a primeira expansão real que o estúdio lançou para um dos seus títulos. O que quer isto dizer exatamente? Quer dizer que a história de Mortal Kombat 11 foi expandida com uma nova campanha, que arranca momentos depois do final do jogo base. A expansão traz também outras novidades, incluindo um trio de novas personagens, um novo conjunto de fatos, e ainda uma injeção de conteúdo gratuito para todos os jogadores.

Começando precisamente pelo conteúdo gratuito, se regressar a Mortal Kombat 11 irá encontrar a adição das divertidas Friendships, e novas arenas que incluem as suas próprias fatalidades. Todas as personagens do jogo receberam a sua própria Friendship, que pode executar no final do combate, e algumas são hilariantes. Quanto às arenas, são maioritariamente novas versões de arenas antigas, como a clássica "piscina de ácido", e foi um prazer rever estes locais simbólicos para qualquer fã de Mortal Kombat.

Para ter acesso a este conteúdo não precisa da expansão Aftermath, basta atualizar o jogo, uma ação louvável da NetherRealm Studios. Infelizmente já não podemos fazer o mesmo elogio ao preço da expansão em si. Aftermath custa € 39,99 para quem já tem Mortal Kombat 11, o que nos parece ser pelo menos 10 euros mais caro do que devia. Ainda assim, existem outras alternativas de compra. Se já tem MK11, mas deseja comprar a expansão e o Kombat Pack que inclui as personagens extra, pode comprar o pacote conjunto por € 49,99. Se, por outro lado, não tem o jogo, pode adquirir o Mortal Kombat 11: Aftermath Kollection, que reúne o jogo, o Kombat Pack, e a expansão Aftermath, por € 59,99 - de longe o melhor negócio das três opções.

O destaque de Aftermath vai para a nova campanha de história, que se passa logo após o final de Mortal Kombat 11. Assim, se ainda não terminou a campanha original do jogo, não leia o próximo parágrafo para evitar spoilers.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

INÍCIO DE SPOILERS

Aftermath começa logo depois do novo 'deus' Liu Kang ter eliminado Kronica, ficando por isso responsável pela ampulheta do tempo. Quando Liu Kang se prepara para começar a moldar o tempo, três personagens surgem através de um portal - Shang Tsung, Fujin, e Nightwolf. O trio tinha sido aprisionado por Kronica, mas libertou-se depois da morte da vilã. Shang Tsung avisa Liu Kang e Raiden de que para se controlar devidamente a ampulheta, é necessária a coroa do tempo, que foi destruída durante o confronto entre Liu Kang e Kronica. Assim, Shang Tsung, Fujin, e Nightwolf, regressam ao passado para tentarem recuperar a coroa, revivendo vários momentos da campanha original.

FIM DE SPOILERS

A campanha em si é divertida, e apresenta o mesmo tipo de humor seco, grande nível de produção, e violência, que caracterizou a campanha original. Gostámos de percorrer esta nova história, que durou entre duas a três horas, e existem aqui alguns momentos fantásticos, incluindo uma escolha que determina o fim da história, mas de forma geral a expansão é algo inconsequente, já que a história termina mais ou menos no mesmo sítio que acabou em Mortal Kombat 11.

Além da campanha de história, há a destacar a introdução de três novas personagens - Sheeva, Fujin, e Robocop. O cabeça-de-cartaz é sem dúvida Robocop, que até inclui a voz do ator original, Peter Weller. Adorámos ver os comentários de Robocop no início dos combates com outras personagens, e a sua história no modo das torres é razoável, além do extra fantástico que é a oportunidade de colocar Robocop a combater o Exterminador, se também o tiver desbloqueado. Dito isto, não somos fãs da personagem enquanto combatente, e não nos parece que enquadre bem em Mortal Kombat.

Já Sheeva e Fujin são excelente adições, e gostámos particularmente do último, que é ágil e tem alguns golpes vistosos à base de vento, além de que desempenha um papel bastante importante na campanha em si. Sheeva é também uma opção bastante válida, mais ágil e equilibrada do que à partida pode parecer.

Gostámos de passar pela nova campanha de história de Aftermath, e de experimentar o trio de novos lutadores - ainda que Robocop seja mais por curiosidade do que pelas suas capacidades. Ou seja, vale a pena jogar Aftermath se já acabou Mortal Kombat 11? Sim, sem dúvida, mas o preço parece-nos excessivo, pelo que o melhor talvez seja esperar por uma boa promoção antes de adquirir a expansão.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Mortal Kombat 11Mortal Kombat 11
Mortal Kombat 11Mortal Kombat 11Mortal Kombat 11
07 Gamereactor Portugal
7 / 10
+
Campanha tem momentos fantásticos e grande valor de produção. Trio interessante de novas personagens. Conteúdo gratuito.
-
Preço excessivo. História é algo inconsequente. Robocop é uma adição engraçada, mas pouco mais que isso.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte