Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
Hearthstone: Heroes of Warcraft

Hearthstone: Despontar dos Dragões

Uma expansão com potencial, que neste momento está a sofrer com graves desequilíbrios.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

O Ano do Dragão de Hearthstone: Heroes of Warcraft está a chegar ao fim, e para marcar devidamente a ocasião a Blizzard libertou a expansão Despontar dos Dragões, precisamente focada nas enormes bestas voadoras. Foi uma injeção de 135 novas cartas, com algumas particularmente poderosas, e de forma geral, esse é a sensação que a expansão passa - uma viragem mais para o poder e menos para a estratégia calculista.

Mas existe um grande problema.

Um jogo como Hearthstone: Heroes of Warcraft vive do equilíbrio, essencialmente para se manter divertido e competitivo, e não é o caso com Despontar dos Dragões. Algumas cartas, 'enfiadas' em certos tipos de baralho, são demasiado poderosas, e uma classe em particular beneficiou desta expansão, que é o Xamã. Se na expansão anterior o Xamã já tinha alguns dos melhores baralhos, neste momento é capaz de apresentar baralhos que a maioria das outras classes tem muitas dificuldades para ultrapassar.

Com a carta Matilha do Dragão, o Xamã consegue facilmente jogar dois lacaios 5/6 com provocar por cinco de mana, algo que poucas classes têm capacidade para retirar a esse turno. Depois, com a sua versão de Galakrond, o Xamã pode invocar dois lacaios 8/8 com rapidez, e ainda equipar uma arma 5/2. Se tiver a quest ativada, serão quatro 8/8 em vez de dois, e se for preciso, depois disso pode jogar Calafrate para repetir a dose. Este exagero de poder é confirmado pelas estatísticas, que apontam para uma taxa de vitória muito superior às outras classes, o que por sua vez resultou num aumento brutal de jogadores a usarem o Xamã, o que significa que a maioria das partidas serão contra esta classe.

A Blizzard já confirmou que está a trabalhar numa atualização para equilibrar o jogo, mas quando estamos a falar de uma expansão onde muitos jogadores gastaram bem mais de 50 euros, este tipo de situação já tinha de estar devidamente testada. É uma pena, porque neste momento Hearthstone: Despontar dos Dragões é uma expansão bastante frustrante por causa deste desequilíbrio, mesmo que eventualmente essa situação possa ser remediada com uma atualização.

Quando dizemos que é uma pena, referimos-nos ao facto de Despontar dos Dragões ser uma expansão com grande potencial. O maior foco em lacaios poderosos significa que existem menos baralhos concentrados em condições de vitória - situações em que uma jogada específica dá a vitória -, o que para nós é um ponto positivo. Também existem vários efeitos visuais e sonoros novos, que dão outro brilho e dinamismo ao jogo.

Jogar Asa da Morte, O Aspeto Insano do guerreiro, por exemplo, é algo glorioso. É um lacaio 12/12 que custa 8 de mana, e que ao entrar no tabuleiro ataca todos os lacaios presentes - incluindo os do próprio jogador - até que reste apenas ele, ou até que morra. O seu efeito visual e sonoro, extremamente agressivo, em conjunto com as suas características, tornam a sua entrada no jogo numa espécie de mini-evento especial, e existem várias outras cartas com efeitos semelhantes.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Uma das grandes novidades desta expansão é Galakrond, uma carta disponível para várias classes, cada uma delas com a sua própria versão. Trata-se de uma carta que custa 7 de mana e que substitui o herói quando é jogada, alterando o seu poder heróico, acrescentando 5 pontos de armadura, e executando uma ação especial. No caso do Xamã, essa ação envolve invocar dois lacaios 4/4 com rapidez, enquanto que o Guerreiro tira um lacaio do baralho para a mão e atribui-lhe 4/4 extra nas estatísticas.

A grande mecânica de Galakrond é que pode evoluir (enquanto está no baralho ou na mão) quando são usadas cartas especiais que o "invocam". Para chegar ao segundo nível terá de usar invocar duas vezes, e para chegar ao nível três de Galakrond precisa de o invocar duas mais a seguir ao nível dois, num total de quatro invocações para desbloquear o potencial da carta. No seu nível máximo, o Galakrond do Xamã passa assim a invocar dois lacaios 8/8 em vez de 4/4, e ainda acrescenta uma arma 5/2 ao herói.

Além de algumas cartas neutras que invocam Galakrond, cada classe que tem a carta tem também as suas próprias cartas para invocar, e também aqui o Xamã apresenta uma vantagem, já que é a única classe que tem uma carta capaz de invocar duas vezes em vez de uma, o que significa que o Xamã pode chegar mais rápido ao nível máximo de Galakrond que qualquer outra classe.

Quanto às personagens que não têm acesso a Galakrond, têm outras vantagens, como missões especiais que são facilmente realizáveis. O Mago tem por exemplo acesso ao Aprender Dracônico, uma tarefa que custa 1 de mana, e que invoca um dragão 6/6 depois de gastar oito de mana em feitiços. Já vimos alguns baralhos poderosos em tornos destas classes, mas para sermos honestos, essas classes raramente conseguem ganhar às outras quando Galakrond entra em jogo, o que significa que também isto precisa de um ajuste.

Despontar dos Dragões é uma das expansões mais divertidas de Hearthstone... quando não está a jogar com o Xamâ. Este tipo de desequilíbrio acabou por arruinar os primeiros dias da expansão, e ainda não sabemos quando ou como serão resolvidos. Acreditamos que a Blizzard não irá demorar tanto tempo quanto costuma, porque a vantagem neste caso é gritante, e isso, para um jogo há tanto tempo no mercado, que recebe tanto dinheiro dos jogadores, e que vem de um estúdio como a Blizzard, é uma falha grave.

Hearthstone: Heroes of Warcraft
Hearthstone: Heroes of WarcraftHearthstone: Heroes of Warcraft
06 Gamereactor Portugal
6 / 10
+
Cartas poderosas. Novos efeitos visuais e sonoros. Menos "condições de vitória".
-
Alguns desequilíbrios graves estão a estragar a experiência, sobretudo envolvendo o Xamã.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte