Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
Disney Infinity 3.0: Play Without Limits

Disney Infinity 3.0: Play Without Limits

Não é candidato a jogo do ano, mas também não temos muitas razões de queixa.

Videojogos e brinquedos são duas indústrias irmãs há várias décadas, pelo que a única surpresa de um produto que unisse ambos (com o primeiro Skylanders), só existe pela demora. Ainda é cedo para dizer se o jogo da Activision e este Disney Infinity (e em 2016, Lego Dimensions) são realmente algo para durar nos próximos anos, ou se serão uma moda passageira, mas para já, ambos têm tido um sucesso incrível. As crianças adoram estes conceitos, e mesmo os adultos encontram muitos motivos para sorrir com Skylanders e Infinity.

Embora tenha sido a Activision a arrancar este conceito com Skylanders, a Disney é sempre uma força a ter em conta. Não só pelas inúmeras personagens que conhecemos da sua criação, mas também pelas licenças que detém, como Pixar, Marvel e Star Wars. Existe muito conteúdo para explorar numa experiência como Infinity, e a base para o terceiro jogo acabou por ser Star Wars, aproveitando também o novo fôlego que a série ganhou nos últimos meses.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

O Starter Pack de Disney Infinity 3.0: Play Without Limits inclui a base de ligação, o Playset Twilight of the Republic e duas personagens Star Wars - Anakin Skywalker e Ahsoka Tano (de Guerra dos Clones). Coloquem o disco na consola, liguem a base ao USB, e as preparações básicas estão prontas. O próximo passo é colocar uma figura num dos dois pontos disponíveis na base. Por outras palavras, se estão familiarizados com Disney Infinity, não há nada que saber.

A qualidade das figuras de Disney Infinity sempre foi elevada, tanto na primeira vaga, como na consequente chegada dos heróis da Marvel. Esse mesmo padrão elevado é mantido com Infinity 3.0, e tanto Anakin, como Ahsoka, estão iguaizinhos à versão animada de Star Wars. Mesmo esquecendo o jogo e o seu principal propósito, são figuras com qualidade suficiente para ocuparem bem uma prateleira em destaque.

Quanto ao Playset Twilight of the Republic, permite obviamente jogar com Anakin e Ahsoka, ambos armados com Lightsabers e habilidades da Força. Jogámos uma grande parte do tempo em cooperativo com uma criança de oito anos, e a experiência foi sempre intuitiva e divertida. O maior problema foi mesmo decidir quem jogava com Anakin (não fomos nós). Se preferirem outras personagens, já existem várias nas lojas, e ao contrário do que acontecia com Infinity 2.0, só precisam de desbloquear um emblema por personagem. O PlaySet inclui vários planetas, que podem visitar livremente, mas ao mudarem de planeta podem ter de participar em batalhas espaciais contra Tie Fighters. Naboo, Tatooine, Coruscant e Geonosis são alguns dos planetas que podem visitar neste PlaySet, todos eles baseados na versão animada de A Guerra dos Clones.

À semelhança do que já acontecia nos jogos anteriores, Infinity 3.0 permite evoluir as personagens, embora tenha existido uma evidente expansão destas árvores de talentos. E já agora, se estiverem a partilhar a experiência com um amigo, as orbes de experiência serão divididas de forma igual, para que não haja qualquer conflito. Podem ganhar pontos ao seguirem a história principal, mas existem mais tarefas para cumprirem.

A narrativa contada em Twilight of the Republic é curta, mas entusiasmante e divertida. O facto de durar cerca de seis horas desiludiu-nos um pouco, mas existem muitas aventuras secundárias que alargam as horas de jogo. Estes objetivos são normalmente bastante simples, como destruir 10 robôs ou apanhar cinco peças de uma nave enterrada no deserto. Não são missões desafiantes ou que acrescentem à história, mas como o PlaySet recriou tão bem o universo Star Wars, será um prazer para qualquer fã passar algum tempo nestes planetas. A qualidade da banda sonora é essencial para esse encanto, contando com todo o arsenal de efeitos e músicas que os fãs de Star Wars tão bem conhecem.

A verdade é que gostámos desde Playset, embora a história nos tenha parecido escassa. Felizmente há mais conteúdo a caminho, e já foram anunciados mais dois Playset de Starwars: Rise Against the Empire e The Force Awakens, este último baseado no novo filme.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

À parte do Playset, o grande atrativo de Disney Infinity 3.0: Play Without Limits surge na forma da Toy Box. Aqui podem criar o vosso próprio mundo para as figuras, mas também podem visitar os mundos criados por outros jogadores. Comparando com Disney Infinity 2.0, a nova versão parece-nos mais dinâmica, e com grande vida, o que é positivo. E claro, podem usar todas as figuras antigas neste modo.

Mesmo considerando tudo, não podemos deixar de ficar um pouco desiludidos com a duração geral do pacote. E apenas incluir duas personagens parece-nos escasso. Claro que a ideia é mesmo comprar novas figuras, percebemos isso, mas parece-nos que seria mais justo incluir mais uma ou duas figuras. Outra queixa prende-se com o lado técnico. A câmara é algo problemática, sobretudo em espaços fechados, e o jogo parou-nos em várias ocasiões, obrigando a reiniciar a consola. Os tempos de carregamento também nos pareceram excessivos.

Disney Infinity 3.0 e o Starter Pack não formam um jogo brilhante, mas um bom produto baseado em Star Wars. A atmosfera é fantástica, e os próximos Playsets prometem ser superiores, embora Twilight of the Republic já nos pareça estar entre os melhores, mesmo considerando Guardians of the Galaxy. Foi um bom regresso para a Disney, mas será curioso como será a concorrência com Skylanders e Lego Dimensions (que já está disponível em alguns países).

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Disney Infinity 3.0: Play Without LimitsDisney Infinity 3.0: Play Without LimitsDisney Infinity 3.0: Play Without Limits
Disney Infinity 3.0: Play Without LimitsDisney Infinity 3.0: Play Without Limits
07 Gamereactor Portugal
7 / 10
+
O Play Set de Star Wars tem excelente pinta. Figuras de boa qualidade. A Toy Box inclui muitas horas de diversão.
-
Alguns problemas técnicos. O Starter Pack inicial não entusiasma. Tempo longos de carregamento.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor