Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
Concrete Genie

Concrete Genie

Um exclusivo PS4 que teve a capacidade de nos levar de volta à infância.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

A mente de uma criança é um mundo aberto a fantasia e imaginação. Também nós fomos assim em crianças, quando permitíamos que a nossa mente nos transportasse para grandes aventuras através dos nossos próprios desenhos. Era maravilhoso vê-los ganhar vida graças à nossa imaginação, e em Concrete Genie, algo semelhante acontece, no sentido em que nos transportou de volta à nossa infância, puxando pela nossa criatividade e imaginação.

Em Concrete Genie vai assumir o papel de Ash, um adolescente que sonha com os tempos áureos de Denska, uma cidade portuária que outrora foi colorida e cheia de vida, e que agora está decadente e sombria - culpa em parte de uma substância negra que envolve certas zonas da cidade. Ash é também um artista em potência, que passa horas a desenhar no seu caderno. Quando o jogo arranca, Ash está precisamente a desenhar, mas o seu sossego dura pouco tempo, já que um grupo de bullies obriga-o a tomar o teleférico para o farol abandonado. Embora assustado, Ash não encontra monstros ou algo parecido, mas antes um pincel mágico, e duas estranhas criaturas saídas dos seus próprios desenhos. Este pincel é capaz de criar vida nas paredes, e o jovem protagonista decide usar o seu novo instrumento para livrar a cidade da substância maléfica que a cobre.

Bullying, educação problemática, e depressão, são alguns dos temas abordados por Concrete Genie, ainda de que forma ligeira, o que não é de estranhar considerando que estamos a falar de um jogo para maiores de 12 anos. Ainda assim, é suficiente para apresentar uma história em que é fácil o jogador identificar-se com o jovem Ash, e que foi capaz de nos transportar para a nossa infância. Alguns vão desejar que o jogo explorasse mais a fundo os seus temas, outros provavelmente não vão ligar à mensagem que tem para transmitir, mas pela parte que nos toca, apreciámos o esforço da Pixelopus, e sobretudo o facto de ter conseguido passar grande parte da mensagem através de jogabilidade e não apenas via cutscenes.

O maior atrativo de Concrete Genie passa por dar vida ao ambiente com o pincel mágico. Ao encontrar novos locais próprios para desenho espalhados por toda a cidade, poderá pintar uma variedade de criaturas, florestas deslumbrantes, lagos verdejantes, e muito mais, que pode depois adornar com estrelas, trovões, fogo, sóis, e outros adereços. Como tem total liberdade para abordar cada desenho, é muito provável que acabe por criar algo diferente de outros jogadores, o que torna a experiência única para cada jogador. Para finalizar, você pode embelezar as criaturas que traz à vida com uma variedade de formas corporais, pés, orelhas, cabelos e afins, que realmente fazem com que Concrete Genie se transforme no seu próprio mundo de fantasia.

Dito isto, não espere algo tão expressivo e impressionante quanto Dreams, por exemplo. Em comparação, Concrete Genie é bem mais limitado, já que está preso a pinturas 2D pré-definidas, mas isso significa que é também um jogo bem mais acessível e imediato. Para dizer a verdade, sacrificaríamos um pouco dessa acessibilidade por mais precisão e possibilidades, mas isso tornaria o jogo mais difícil para os mais novos. Seja como for, pode escolher pintar com o sensor de movimentos do comando, ou com o analógico direito - nós optámos pela maior precisão da segunda opção.

Embora tenha liberdade para pintar as paredes como quiser, existem certos requisitos que pode tentar cumprir, ligados aos desejos de cada criatura. Se cumprir esses desejos, vai verificar como ficam felizes estas criaturas, com reação encantadoras, e em alguns casos, até pode desbloquear sequências especiais. O comportamento destas criaturas é delicioso, e lembra-nos de jogos como Astro Bot e Moss, que também tinham um certo encanto especial a esse nível.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Concrete Genie perde-se um pouco na sua tentativa de apelar a miúdos e graúdos, e isso nota-se sobretudo nos diálogos, que por vezes são excessivamente infantis. Nota-se que o jogo poderia ir mais longe na forma como aborda vários temas, mas não o faz porque isso poderia ser desagradável para os mais novos. Isso significa que a história e as personagens não têm um impacto tão forte quanto poderiam.

Concrete Genie é um jogo relativamente curto, mas nem isso impede que se torne algo monótono. Existem puzzles para resolver, utilizando os desenhos e as habilidades das criaturas, mas a sua solução é normalmente básica e simples. Eventualmente também se torna repetitivo estar sempre a usar as mesmas figuras pré-definidas, o que é resultado do jogo não oferecer liberdade para o jogador realmente desenhar o que quer. Isto significa que na última hora de jogo estará a fazer essencialmente o que estava a fazer na primeira, sem grande progresso da personagem.

Outra particularidade de Concrete Genie é o facto de suportar o PlayStation VR, mas deve saber que o jogo não permite jogar toda a experiência em realidade virtual, apenas uma pequena secção que serve de tutorial para aprender a usar os Moves, e depois disso, um modo livre para desenhar as figuras como quiser. É um modo engraçado para quem tiver o dispositivo, mas não é suficiente para justificar a compra apenas pela realidade virtual.

Mesmo depois de termos terminado Concrete Genie, continuámos a ser puxados para o jogo, para dar últimos toques em algumas pinturas, e preenchermos as paredes que ficaram em branco. Esse é o verdadeiro poder do jogo, o seu encanto, que foi difícil de deixar para trás. É um jogo quase terapêutico, sem grandes stresses, combates, ou dramas, apenas uma desculpa para voltarmos a ser uma criança e deixarmos-nos levar pela nossa imaginação.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Concrete Genie
Concrete GenieConcrete Genie
View comments
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Boa atmosfera. Momentos de ternura e humor. Jogabilidade e conceito acessíveis.Puxa pela criatividade do jogador.
-
Por vezes pode ser demasiado infantil e tornar-se monótono.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

A carregar o conteúdo seguinte