Português
análises
Call of Duty: Black Ops Cold War

Call of Duty: Black Ops Cold War

Embora apresente uma campanha fantástica, o multijogador e os zombies de Cold War são apenas mais do mesmo.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Sejamos honestos. Já chegámos a um ponto com Call of Duty em que nem é preciso esperar pelo jogo para sabermos opiniões. Para alguns será automaticamente mau porque é um Call of Duty, enquanto que outros para outros, um bem essencial para viver, jogadores que aproveitam cada trailer, vídeo, e beta, para ganharem algum tipo de pequena vantagem no multijogador. Depois existe o resto, como nós, que pelo passado, presume que irá encontrar uma campanha de história sólida, um multijogador robuto, e um modo zombies divertido. Call of Duty já não tem surpresas para os jogadores, mas é por norma bastante bom, e é precisamente esse o caso de Call of Duy: Black Ops Cold War.

Dito isto, a Treyarch conseguiu surpreender-nos com a qualidade da campanha de história. Não estamos a falar de um enredo profundo sobre o significado da vida, obviamente, mas adorámos a intriga, o ritmo, a urgência, a variedade deste drama de espiões. Existem aqui algumas reviravoltas chocantes, com sequências surpreendentes, e com o jogador no centro de tudo, o que nem sempre foi o caso. O facto do jogo se adaptar ao tipo de passado que o jogador escolheu no início da aventura, de permitir selecionar linhas de diálogo, e de oferecer missões alternativas ao jogador, é algo que nunca tínhamos visto em Call of Duty, mas funciona bastante bem. Claro que não estamos a falar de algo tão moldável e solto como um Mass Effect, mas foi suficiente para nos motivar a repetir a campanha e ver as diferenças.

Não foi apenas a história que nos encantou, mas também a jogabilidade e o design dos níveis. Atravessámos as selvas do Vietname equipados com um arco, pilotámos um helicóptero de guerra e rebentámos com tudo no caminho, explorámos a base do KGB, e... bom, não vamos revelar mais para não estragar surpresas, mas foi fantástico. Tudo isto com um arsenal tão diversificado quanto meticulosamente recriado, equipado com excelente sensação de disparo e de efeitos sonoros.

Call of Duty: Black Ops Cold War

Mas, por muito boa que seja a campanha, sabemos que muitos dos jogadores de Call of Duty querem é saber do multijogador, e nesse aspeto, não fomos surpreendidos. O modo online competitivo de CoD é tal e qual o que esperávamos, embora talvez um pouco mais rápido que o de Modern Warfare, graças a um deslize e à capacidade para saltar por cima de objetos. Ao nível da estrutura, prefere dar ao jogador a liberdade para criar a sua própria 'classe em vez de as apresentar já feitas', com acesso a Scorestreaks, armas, e acessórios. Ou seja, é o CoD do costume em termos de filosofia, estrutura, e jogabilidade, pelo que teriam de ser os mapas e os tipos de jogo a fazer a verdadeira diferença.

O novo modo VIP Escort, para transportar um alvo, é uma opção interessante... dependendo do mapa. Embora seja emocionante em áreas mais pequenas, incentivando a uma grande cooperação entre as equipas, o modo VIP Escort tende a tornar-se algo aborrecido em mapas grandes. Quanto a Combined Arms e Fireteam, elevam a ação habitual para uma nova escala, permitindo até 24 ou 40 jogadores, respetivamente. A introdução de veículos é algo que muda um pouco a jogabilidade, o que aproxima Call of Duty de Battlefield.

Quanto a mapas, Armada é o nosso favorito, combinado corredores claustrofóbicos no interior com grandes vistas no exterior, uma combinação que outros mapas tentam, mas não conseguem replicar com tanto sucesso. Crossroads tem um excesso de áreas amplas, enquanto que a base da NATO oferece demasiados locais propícios para jogadores 'acamparem'. Seja como for, Call of Duty: Black Ops Cold War inclui oito mapas regulares, mais dois mapas gigantes para Fireteam.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Depois temos também o obrigatório modo de Zombies, que tem algumas ligeiras novidades e alterações. Por exemplo, os inimigos agora não largam apenas power-ups, podem também largar peças de equipamento como se estivessem num RPG à base de loot. Estar a precisar de uma boa arma, e de repente verificar que um inimigo 'largou' uma caçadeira superior, é uma excelente sensação que dá outra vida ao modo. No modo zombies pode também trazer o seu loadout do modo multijogador, e se está habituado a este lado de Call of Duty, então também vai encontrar algumas alterações aos Perks, incluindo uma opção de extração se a situação se tornar demasiado complicada.

Tanto o modo multijogador, como o modo zombies, são bons. Muito bons até, mas são mais do mesmo, e isso desapontou-nos um pouco. Parecem existir menos inovações e menos riscos do que é até habitual para Call of Duty, e isso provavelmente prende-se com o tempo reduzido de produção, primeiro por causa da troca de produtora, e depois com toda a situação do COVID-19. Isto também é evidente pela presença de alguns problemas técnicos e de reduções de fluidez (jogámos na PS4 Pro), o que não costuma ser comum em Call of Duty. Seja como for, acreditamos que estes problemas serão resolvidos com uma atualização.

Parece evidente que este não devia ter sido o ano de um novo Black Ops, mas o cancelamento do projeto da Sledgehammer Games obrigou a Treyarch a acelerar o processo para sair um CoD ainda este ano. Isso nota-se numa experiência ligeiramente menos polida que o habitual e nos modos multijogador e zombies menos inspirados, mas isso não significa que seja um mau jogo, muito longe disso. A campanha é realmente um triunfo, com excelente história, níveis, e jogabilidade, enquanto que mesmo sem serem muito inspirados, os modos Zombie e multijogador continuam a ser divertidos. Se é fã de Call of Duty, vai certamente encontrar aqui qualidade suficiente para ficar entretido até novembro do próximo ano.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Call of Duty: Black Ops Cold WarCall of Duty: Black Ops Cold WarCall of Duty: Black Ops Cold War
Call of Duty: Black Ops Cold WarCall of Duty: Black Ops Cold WarCall of Duty: Black Ops Cold War
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Campanha de história soberba. Excelentes efeitos sonoros e sensação das armas. Modos multijogador e zombies competentes...
-
.., mas que não acrescentam nada de novo. Alguns mapas multijogador fracos. Um ou outro problema técnico.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte


Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.