Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
Arma III

Arma III

A Bohemia Interactive eleva a simulação militar ao nível seguinte com Arma III.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Apreciamos o que Arma II tentou fazer. Foi um projeto extremamente ambicioso e complicado, que tentou representar realisticamente o combate militar. Tinha algumas ideias fantásticas, mas infelizmente, a execução deixou a desejar. As suas intenções eram boas, mas a experiência não estava polida o suficiente.

Isso não abrandou a produtora Bohemia Inteactive. Continuaram a trabalhar na sua visão, e é fácil perceber que testaram vezes sem conta as mecânicas de Arma II, de forma a melhorar e a facilitar o novo jogo sem comprometerem a sua visão original. Ainda é um jogo onde uma bala faz toda a diferença e a atenção ao detalhe é impressionante. É na calma que antecede a tempestade (leia-se batalhas) que vão encontrar os melhores momentos de Arma III

Arma III

Muito como o seu antecessor, este é um jogo que se afasta dos outros FPS, preferindo proporcionar uma simulação digna da ação militar. Vão jogar como um soldado que é colocado no centro de vários palcos de guerra, com lugar na primeira fila para as exibições de brutalidade que por ai acontecem. O ritmo, na maior parte do jogo, é lento, os intervalos entre os tiroteios normalmente duram minutos e quando acontecem, decorrem à distância. Se pretendem algo mais rápido e de curto alcance, devem procurar noutro lado. Também vão comandar tropas, através de uma interface complicada que parece utilizar mais de metade das teclas no teclado.

O maior problema de Arma III, apesar de alguns o apreciarem, é a longa e dura curva de aprendizagem do jogo. Terão de trabalhar duro para dominarem o simulador militar mais completo no mercado. Perdemos largos minutos a configurar e a afinar os botões, de forma a que se adaptassem melhor ao nosso estilo de jogo, mas eventualmente começamos a entrar no esquema. Esta é a melhor maneira de resumir Arma III - requer paciência e perseverança para ser apreciador devidamente, mas se investirem o tempo necessário serão recompensados com uma experiência única.

Um dos elementos mais trabalhados em relação aos anteriores foi a inteligência artificial. Esse soldados movem-se agora com maior lógica e normalmente não ficam parados no mesmo sítio à espera de um tiro. Se estiverem aflitos, vão recuar, e na situação oposta, vão flanquear o jogador. Os anteriores compensavam a inteligência medíocre com uma visão perfeita dos inimigos, mas isso já não é o caso em Arma III, que é bem mais justo nesse aspeto. Arma III é no geral uma experiência muito mais polida e agradável que o antecessor.

Arma III

Em termos de conteúdo, Arma III é uma verdadeira besta. E a campanha principal nem sequer está incluída - será libertada através de três episódios gratuitos a partir do próximo mês. O que vão encontrar neste momento é um modo multijogador bastante robusto, um editor excelente (acompanhado de Mods), vários mapas, desafios e tutoriais. Estes foram desenhados para vos oferecerem amostras do que é possível - ataques de artilharia, helicópteros, ação aquática e condução. Já a campanha que está para vir deve oferecer algo mais desenvolvido e elaborado.

Onde vão provavelmente gastar a maior parte do tempo será no multijogador, que é algo muito especial. Quando começarem a desenhar estratégias com jogadores que não conhecem no modo cooperativo e depois conseguirem derrotar o inimigo, terão uma experiência extremamente gratificante. É um jogo que vive muito da imersão que consegue proporcionar ao jogador e nesse aspeto é um triunfo. Vão segurar o fôlego em antecipação, gritar de frustração e chorar de desilusão.

Na nossa opinião, é nos modos de equipas que Arma III se destaca - a cooperação entre jogadores parece ser um dos elementos mais trabalhados do jogo. E visto que morrem com uma só bala, o trabalho de equipa é crucial. Se tiverem um grupo de amigos que seja paciente, Arma III é um jogo que não vão querer perder. Existem outros modos, como o clássico Deathmatch e outros famosos como Capture the Flag. Com o editor é de esperar muito mais conteúdo criado por jogadores. Um dos nossos modos favoritos é Wasteland, que incentiva à sobrevivência (a solo ou em equipa), num cenário recheado de inimigos controlados pela IA e por outros jogadores.

Arma III

Visualmente, Arma III envergonha os seus antecessores. As texturas até parecem não estar à altura da resolução, mas em termos de iluminação, animações e modelos das personagens, o jogo tem um excelente aspeto. Além disso os cenários são bastante variados e exibem um design elegante. Também convém mencionar a escala impressionante do jogo, que oferece um verdadeiro sentimento de exploração.

Um dos maiores problemas dos anteriores resultava da falta de atenção e cuidado ao lado técnico. Os jogos deixavam de funcionar com frequência, existiam várias falhas gráficas e a ação não mantinha uma fluidez coerente. Arma III exibiu grandes melhorias neste departamento. O jogo só por uma vez foi abaixo e os problemas técnicos que encontramos foram escassos e sem grande relevância. Ainda exibe, contudo, alguma oscilação na fluidez.

Arma III não é um jogo perfeito, aliás, tem várias pequenas falhas, mas essas são facilmente ofuscadas pela ambição inacreditável da produtora. Segue a mesma fórmula dos antecessores e consegue ser maior que a soma das suas partes individuais. Os controlos, a curva de aprendizagem e a fluidez são três elementos que ainda precisam de trabalho, mas ainda assim é impressionante. É um salto enorme na série, mas ainda existe espaço para melhorar no futuro. Se a campanha que está para vir mostrar qualidade e os problemas de fluidez forem resolvidos com uma atualização, a nossa classificação ao jogo poderia subir com facilidade. É um jogo ambicioso e corajoso, que marca a diferença quando tantos outros FPS começam a ser cada vez mais parecidos.

Bravo, Bohemia.

Arma IIIArma IIIArma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
Arma III
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Imersão fantástica. Excelente atmosfera. Tremendo potencial para Mods. Multijogador de qualidade. Atenção ao detalhe.
-
Curva de aprendizagem demasiado longa. Não inclui campanha (pelo menos no lançamento).
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

Arma IIIScore

Arma III

ANÁLISE. Escrito por Simon Eriksson

A Bohemia Interactive eleva a simulação militar ao nível seguinte com Arma III.

A carregar o conteúdo seguinte