Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
análises
Weakless

Weakless

Uma criatura cega e outra surda, unem forças para salvarem o mundo.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Janeiro é por norma um mês lento para os videojogos, provavelmente até o mais lento do ano, pelo que é uma boa altura para experimentarmos alguns jogos menos badalados do ano anterior, como é o caso deste Weakless, lançado a meados de dezembro para Xbox One (vai chegar em breve ao PC). Nesta aventura irá acompanhar dois Weavelings, criaturas com forte ligação à natureza que se chamam Blind e Deaf (Cego e Surdo). Ao longo da aventura o duo irá formar uma ligação inquebrável, conforme atravessam cenários verdejantes e cheios de vida, numa missão para salvarem uma árvore importante, e consequentemente, o mundo.

Em efeitos mais práticos, Weakless é um jogo de puzzles, que se serve das características das duas personagens para apresentar desafios aos jogadores. No caso de Blind, o cenário é visto sempre a preto e branco, mas a sua capacidade para ouvir passos, cascatas, e outros pormenores, é superior ao normal. Blind consegue ainda empurrar objetos pesados e bater em gongos que afetam o cenário. Por outro lado, Deaf vê o mundo em toda a sua glória detalhada e colorida, mas apenas ouve sons abafados que não são facilmente distinguíveis. O facto de ser mais pequeno que Blind permite-lhe aceder a locais únicos, e ainda tem uma esfera que abre flores.

Para resolver os puzzles terá de usar as duas personagens em conjunto. Por exemplo, num dos puzzles tivemos de usar o bastão de Blind para levantar barreiras, que protegiam a visão de Deaf de enormes flashes luminosos que o cegavam temporariamente. Infelizmente, o jogo acaba por fracassar ao nível do design dos puzzles. Existem algumas exceções capazes, mas a maioria acaba por ser demasiado simples e previsível. O facto do jogo indicar qual é a personagem que deve interagir com cada objeto, é outro elemento que retirou ainda mais desafio ao jogo.

Os puzzles que mais apreciámos foram os que realmente obrigaram o duo a agir como equipa, reforçando a dependência que têm um do outro, mas outros acabam por os usar de forma isolada. Também gostámos da forma como o jogo distingue as personalidades das duas personagens. Por exemplo, Blind tem acesso a instrumentos que utiliza para tocar música em certos momentos, enquanto que Deaf está sempre acompanhado pelo seu bloco de desenho. Existem vários momentos de ternura e interação no jogo, que dão um encanto especial à aventura. Até pode ouvir as músicas e os desenhos pintados que desbloqueou no menu principal.

Weakless

Considerando esta jogabilidade repartida, parece-nos algo obtuso que o estúdio tenha optado por não incluir qualquer função multijogador, seja online ou local. A inteligência artificial da personagem que não está a ser controlada é normalmente fraca e lenta, pelo que um segundo jogador teria ajudado a acelerar o processo, além de permitir conversas entre os jogadores sobre como resolver as situações. Percebemos que isso atrapalharia o facto do jogo querer mostrar as perspetivas das duas personagens, mas existiam formas de contornar essa situação mesmo em co-op.

Weakless sofre também de loadings excessivamente longos e problemas técnicos, como uma fluidez de jogo inconstante, e uma colisão atrapalhada das personagens, que ficam presos no cenário e 'deslizam' através de locais a que não deveriam aceder. Numa ocasião tivemos mesmo de recuar para um save anterior, porque não encontrámos forma de nos libertarmos do cenário. Por último temos de referir a longevidade reduzida do jogo, que nos pareceu excessivamente curta.

Vai certamente encontrar bom momentos em Weakless, e o conceito é interessante, mas acreditamos que o jogo não o explora devidamente. O facto de ter puzzles simplistas, ser curto, e apresentar uma série de problemas técnicos - pelo menos na Xbox One -, impedem-nos de dar uma boa recomendação ao jogo. Se aprecia o género e o conceito agrada-lhe, pode ser uma compra razoável quando o apanhar em promoção, mas a € 19,99, não é recomendável.

WeaklessWeakless
WeaklessWeakless
06 Gamereactor Portugal
6 / 10
+
As duas personagens oferecem perspetivas diferentes do ambiente. Design visual é agradável.
-
Vários puzzles são demasiado simplistas. É muito curto. Encontrámos vários problemas técnicos.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

WeaklessScore

Weakless

ANÁLISE. Escrito por Kieran Harris

Uma criatura cega e outra surda, unem forças para salvarem o mundo.



A carregar o conteúdo seguinte