Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
antevisões
The Crew

The Crew - Wild Run

Duas rodas, quatro rodas e rodas enormes. Há de tudo um pouco na mega-expansão de The Crew.

Mesmo que não tenha correspondido às expetativas, The Crew conseguiu agarrar-nos durante algum tempo depois do lançamento. Foi divertido participar em algumas corridas e contribuir para o aumento da garagem, mas o interesse eventualmente começou a dissipar-se, sobretudo porque não tínhamos um grupo de amigos regulares com quem desfrutar a experiência. Ainda assim, tivemos a oportunidade de percorrer um bom pedaço da história, e claro, fizemos uma viagem de costa a costa com o nosso Camaro. Com todos os seus problemas, The Crew oferece uma boa experiência de condução Arcade, envolto num mundo persistente semelhante ao dos MMO. Talvez por isso, quando recentemente nos sentámos com uma versão jogável da nova expansão, Wild Run, não precisámos de muito tempo para voltarmos a sentir o bichinho da corrida que tínhamos perdido.

Wild Run vai incluir muitas novidades, algumas das quais já tivemos a oportunidade de experimentar. Curiosamente, a novidade que maiores reservas nos criava acabou por nos surpreender pela positiva, enquanto que a nova função que mais aguardávamos acabou por desapontar (embora por motivos técnicos da própria demonstração jogável).

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Vamos começar com a parte que mais nos impressionou - Drag Racing. Quando soubemos que isto ia estar no jogo, pensámos que seria o tipo de modo que iria atrair apenas os verdadeiros maníacos das corridas, desejosos de retirarem cada centímetro de poder destes monstros de alta velocidade. Estávamos enganados. Mesmo com um simples grupo de amigos em competição, podem divertir-se bastante nestas retas apertadas. Reparámos que o timing é essencial neste tipo de provas: aqueçam os pneus para a temperatura certa, e acelerem para a vitória, trocando de mudanças com a maior capacidade que conseguirem. São veículos tremendos, que requerem habilidade, e um erro de cálculo pode descontrolar o carro e fazê-lo virar na direção errada.

Os fãs de Monster Trucks vão gostar de saber que também eles fazem parte de Wild Run. Tivemos a oportunidade de experimentar estes veículos numa arena criada à parte, enquanto realizávamos truques e acrobacias com os nossos monstros de quatro rodas. Perguntámos à produtora se eventualmente iriam deixar que os jogadores criassem as suas arenas, uma sugestão que entusiasmou a Ivory Tower, mas de forma pouco comprometida. Mesmo que estejamos limitados às arenas criadas pela produtora, parece-nos que muitos dos melhores momentos de Wild Run podem passar-se neste modo. Vai ser engraçado ver como os jogadores vão lutar pelas classificações mais altas, enquanto realizam alguns truques insanos e acabam virados do avesso.

Com Wild Run também vai chegar um modo dedicado aos Drifts, onde os jogadores devem tentar acumular multiplicadores de pontos. Em abono da verdade, não somos os maiores fãs deste tipo de prova, e The Crew não mudou a nossa opinião. O facto de estar a chover neste desafio em particular também não ajudou. Wild Run vai incluir um novo sistema dinâmico para o clima, e a chuva pode claramente influenciar a prestação na pista. Não chega ao ponto de interferir como em Driveclub ou Forza Motorsport 6, mas tem impacto.

E depois temos as motas, provavelmente a adição mais vistosa da expansão. Conduzir com a visão a partir do capacete cria uma sensação de velocidade fantástica, e a sua jogabilidade é claramente diferente da que sentimos com veículos de quatro rodas. Quando experimentámos as motas, estávamos a descer uma colina, e ainda por cima enquanto estávamos a ser perseguidos pela polícia. Foi divertido, mas não o ambiente certo para apreciar as qualidades da condução da mota, algo que terá de esperar para aquando da análise.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

O Summit é uma nova função, com o propósito de aproximar os jogadores e aumentar o foco nas atividades. Basicamente é uma zona para reunião de jogadores, que vai circulando pelo mapa enorme do jogo, e que pretende tirar vantagem das características geográficas de cada área. Quando jogámos, por exemplo, o Summit estava 'estacionado' numa área de deserto à saída de Las Vegas, mas mais tarde iria passar por outra localização do mapa. É uma boa forma de incentivar à reunião dos jogadores numa área focada.

Há um ano, quando analisámos The Crew, opinámos que uma das oportunidades mais interessantes do jogo poderia passar por algo que permitisse aos jogadores criarem conteúdo neste imenso mundo que a Ubisoft criou. Não é bem isso que vamos encontrar em Wild Run, mas é um sinal nesse sentido. Os jogadores vão conseguir largar um ponto de partida e outro de chegada para criarem as suas próprias corridas. Nem sequer precisam de amigos para correrem nestes eventos. Basta criar um desafio e deixá-lo proposto a todos os outros jogadores por perto, ou em caso inverso, podem simplesmente aceitar um convite que vos apareça. Uma nota apenas para o facto desta função ter demonstrado alguns problemas técnicos, que esperamos ver resolvidos a tempo do lançamento definitivo.

Se ainda não começaram a jogar The Crew, ou ainda estão numa fase inicial, não precisam de se preocupar com eventual bloqueio de conteúdo por nível. O objetivo, segundo Stephane Jankowski, passar por disponibilizar Wild Run a todos os jogadores logo à partida. A produtora até nos explicou todo o processo:

"Como um jogador novo, ao início vão participar no prelúdio de Wild Run, que são missões que explicam a base de toda a experiência, e que deverá ocupar-vos durante 20 a 25 minutos. Depois disso, vão receber o vosso primeiro carro, e ficar imediatamente expostos ao Summit. Era importante disponibilizar pelo menos parte do conteúdo, para que o jogador pudesse participar de imediato na história, ou cumprir outra atividades. Queremos oferecer aos jogadores, o quanto antes, a possibilidade de experimentarem todos estes brinquedos novos."

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

A expansao ficará disponível em três versões: a expansão avulso, a expansão e o jogo, e a expansão, o jogo e o Season Pass. Com Wild Run vão também chegar novidades para o departamento técnico. Segundo a produtora, o grafismo será melhorado, a renderização será feita com um novo motor de física, o clima apresenta novos efeitos e o alcance da visão foi aumentado. Considerando a dimensão do mundo de The Crew e a quantidade de jogadores potencialmente no ecrã, The Crew já apresentava um aspeto bastante razoável na versão original, mas esta demo mostrou claramente melhorias gráficas.

Só experimentámos uma porção do que Wild Run tem para oferecer, mas se esta demo serve de referência, acreditamos que a expansão irá incluir muitos motivos de interesse para os jogadores que ainda habitam o mundo de The Crew. Mais, é bem possível que todas as novidades e melhoramentos acabem mesmo por chamar alguns jogadores novos para o leque de habitantes. Na análise teremos a certeza, ou não, desta possibilidade.

The CrewThe CrewThe Crew

Textos relacionados

The CrewScore

The Crew

ANÁLISE. Escrito por Morten Bækkelund

Da Ubisoft chega um jogo de condução que promete funcionar como um MMO. Será que resulta?

The Crew - Wild Run

The Crew - Wild Run

ANTEVISÃO. Escrito por Mike Holmes

Duas rodas, quatro rodas e rodas enormes. Há de tudo um pouco na mega-expansão de The Crew.



A carregar o conteúdo seguinte