Gamereactor PT. Vejam os últimos trailers e entrevistas a partir das maiores convenções de videojogos de todo o mundo. O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
notícias

Sony: Microsoft quer nos transformar na Nintendo

De acordo com a Sony, com a ajuda da aquisição da Activision Blizzard, a Microsoft quer se tornar o lugar certo para os fãs de ação de tiro nos consoles.

HQ

A tentativa da Microsoft de aprovar sua aquisição da Activision Blizzard, e a oposição da Sony ao acordo avaliado em impressionantes US $ 68,7 bilhões, tornou-se uma espécie de virada de página este ano. A Sony há muito argumenta que a compra dará à Microsoft uma vantagem competitiva injusta, mas não apenas isso, agora eles dizem que a estratégia da Microsoft é transformar a Sony na Nintendo.

A acusação vem em um comentário por escrito da Sony para a Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido, que atualmente está revisando o acordo. A Sony acredita que, com a compra da Activision Blizzard, a Microsoft "se tornará a única fornecedora de todos os jogos de ação mais vendidos para console", enquanto a Sony e a Nintendo podem lutar por famílias e jovens jogadores.

"A Microsoft afirma que o modelo diferenciado da Nintendo demonstra que a Sony não precisa de Call of Duty para competir de forma eficaz. Mas isso revela a verdadeira estratégia da Microsoft. A Microsoft quer que o PlayStation se torne como a Nintendo, para que seja um concorrente menos próximo e menos eficaz do Xbox. Após a transação, o Xbox se tornaria o balcão único para todas as franquias de tiro mais vendidas no console (Call of Duty, Halo, Gears of War, Doom, Overwatch), como explica a decisão, e então estaria livre de séria pressão competitiva.

A Sony, no entanto, "esquece" de mencionar que, com sua recente compra da Bungie, agora tem Destiny - um dos jogos de ação mais populares do mercado. Ao mesmo tempo, eles têm jogos violentos e brutais como The Last and Us e God of War: Ragnarök que dificilmente trazem a Nintendo à mente.

Sony: Microsoft quer nos transformar na Nintendo


A carregar o conteúdo seguinte