Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
antevisões
Overwatch 2

Overwatch 2

Experimentámos o modo história de Overwatch 2, e ficámos agradavelmente surpreendidos.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

O anúncio de Overwatch 2 só apanhou de surpresa os mais distraídos, já que na semana que antecipou a BlizzCon surgiram vários indicadores nesse sentido. Mas, mesmo sabendo que o anúncio vinha aí, não deixámos de sentir um certo friozinho na barriga durante a apresentação. Foi por isso com relativa rapidez que nos deslocámos até à área de Overwatch 2 na BlizzCon, para uma hipótese de experimentar o jogo.

As partidas PvP, de confrontos entre equipas de jogadores, vão continuar a ser o foco principal da experiência, mas a grande novidade é a introdução de um novo modo história, e foi precisamente uma amostra desse modo que experimentámos no evento. Embora seja um jogo competitivo, Overwatch tem um mundo e personagens extremamente ricas, e isto pode ser uma excelente forma de dar espaço à história para crescer.

A secção que jogámos passou-se numa versão futurista do Rio de Janeiro, apresentando cenários muito modernos e coloridos. É a cidade natal de Lucio, e está a ser invadida por robôs, que tivemos de deter. A acompanhar o brasileiro estavam Tracer, Reinhardt, e Mei, e foi aqui que descobrimos a particularidade deste modo história: as personagens disponíveis em cada missão são fixas.

Cada missão terá um máximo de quatro personagens à escolha dos jogadores, e essas missões foram desenhadas em específico para as habilidades e particularidades dessas personagens. Isto permite à Blizzard criar situações pré-definidas de melhor qualidade, e também apresentar uma narrativa mais específica e focada. As sequências cinemáticas que vimos são estupendas, o que não é novidade para ninguém que costuma jogar títulos Blizzard, mas isto é possível em Overwatch 2 graças a um motor de jogo refinado em relação ao original. Sim, porque apenas as grandes sequências serão apresentadas naquele CGI espetacular das apresentações - as restantes serão feitas com o motor de jogo.

Além de ser necessário escolher a personagem, será também preciso selecionar uma vantagem passiva extra, que direcionam o jogador para um estilo de jogo mais específico. Tracer, por exemplo, permite escolher entre um recarregamento automático das armas quando usa a habilidade secundária, ou uma versão mais poderosa do seu Ultimate. Este grau de personalização não estará apenas disponível no modo história, mas também no PvP.

Overwatch 2Overwatch 2
Overwatch 2Overwatch 2

O mundo de jogo será também dinâmico, com certos objetos que pode encontrar para ganhar capacidades extra. Encontrámos um escudo curativo e uma metralhadora estacionária automática, por exemplo, mas ambas vinham com um tempo de recarregamento bastante longo, pelo que devem ser usadas em momentos de real aperto. Cada missão terá vários níveis de dificuldade, incluindo Elite, que promete ser um verdadeiro teste às capacidades de coordenação e cooperação de um grupo.

Algo que parece ter permanecido relativamente imutável é a jogabilidade básica de tiroteios. Em termos de movimento e sensação das armas, Overwatch 2 é praticamente idêntico ao original, e isso acontece porque a Blizzzard pretende que os jogadores possam transitar facilmente para a sequela. Mais, tudo o que compraram ou desbloquearem no primeiro jogo vai também passar para Overwatch 2.

Durante a missão enfrentámos hordas de robôs através de várias localizações, incluindo uma discoteca, mas eventualmente subimos para uma nave espacial que nos levou para a batalha com o boss. Existem aqui algumas semelhanças com os bosses de raid de Destiny, em termos das habilidades do inimigo, e do tipo de coordenação necessária para sobreviver. Por exemplo, durante essa batalha foi necessário dividir esforços, com dois jogadores a lidarem com o boss, e outros dois com outros objetivos essenciais.

Estas missões que jogámos são a história de Overwatch 2, e vai estar toda incluída no jogo quando for lançado, mas existem outra missões de "heróis" que são dedicadas a personagens específicas. Cada uma destas missões irá oferecer maior contexto em relação aos heróis do jogo, e também serão altamente re-jogáveis, além de serem também uma excelente oportunidade para testar algumas personagens que pode não conhecer bem. Talvez descubra assim o seu novo herói?

O que vimos de Overwatch 2 até ao momento - uma amostra do modo história - não é suficiente para uma pré-avaliação, mas estaríamos a mentir se não disséssemos que nos divertimos imenso. Gostámos de jogar com amigos, da estrutura das missões, da jogabilidade, do grafismo, e da oportunidade para explorar a História do universo de Overwatch. Agora só precisamos mesmo de saber a data de lançamento...

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Overwatch 2Overwatch 2
Overwatch 2Overwatch 2Overwatch 2
Overwatch 2Overwatch 2Overwatch 2

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte