Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
antevisões
Oninaki

Oninaki - Impressões da Demo

Já estivemos a experimentar o novo projecto da Tokyo RPG Factory, criadores de I Am Setsuna e Lost Sphear.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Enquanto caminhávamos pelos escritórios da Square-Enix em Londres, reparámos rapidamente num enorme Chococo. Ali estava ele com o seu bebé, e assim que o vimos, soubemos que estávamos no sítio certo. Pouco depois, fomos encaminhados para uma sala onde pudemos experimentar pela primeira vez o novo título da Tokyo RPG Factory, Oninaki.

Apesar da maioria dos fãs do género estarem à espera do lançamento de Final Fantasy VII, que acontecerá a março de 2020, pensamos que Oninaki vai ajudar a encurtar a espera. O jogo parece estar a transformar-se num RPG profundo e emocional - e num certo ponto da demo, apercebemo-nos até nos emocionámos.

Não vamos estragar-vos a história, mas podemos dizer que promete mexer com as vossas emoções. Podemos dizer que experimentámos a mesma demo que já está disponível nas lojas digitais, mas não mais do que isso. E enquanto esperam que o download termine, aproveitem para ficar a conhecer as nossas primeiras impressões.

Mais especificamente, a demo está dividida em duas parte: num modo de batalha e outro dedicado à campanha. Nós sugerimos que experimentem ambos os modos para que possam estar mais familiarizados com o jogo até 22 de agosto, dia em que é lançado.

O protagonista do jogo é um homem mal-humorado chamado Kagachi, um "watcher". Os watchers conseguem interagir com as almas dos mortos que não conseguiram chegar ao outro mundo e ressuscitar. Não iremos aprofundar mais a história, mas podem ver por termos como "alma", "morte" e "reencarnação" que Oninaki está a tentar criar uma experiência narrativa mais profunda para os jogadores.

OninakiOninaki

Os watchers também têm o poder de viajar entre o "mundo dos vivos" e o "mundo do além", onde tudo é um pouco mais perigoso. Existem monstros em ambas as dimensões, mas no além, cada ataque pode ser crítico. Existem vários caminhos abertos entre ambas as dimensões, por isso é vital que continuem a viajar entre elas. Nós gostámos de fazer esta passagem entre dimensões, com esta simples mudança a significar uma experiência mais desafiante e a adicionar, inclusive, um elemento contemplativo ao jogo.

Se já acabaram a porção de história, devem ter sentido que o combate é um pouco limitado, mas felizmente, o modo de batalha dá-vos a experiência completa, através de um nível onde podem utilizar habilidades mais avançadas. Kagachi, sozinho, só tem um tipo de ataque, mas ao estar acompanhado pelos demónios, cada um com as suas habilidades, o sistema de combate expande-se. Os demónios podem ser evoluídos e é possível desbloquear as suas histórias à medida que avançam pela campanha.

OninakiOninakiOninaki
Oninaki

Este RPG emocional tem muito potencial para nos dar uma história envolvente e profunda, e com base no que já vimos, tudo indica que será também divertido. Durante o nosso tempo com o jogo, acabámos por reparar nos seus gráficos surpreendentes e na música - com Oninaki a oferecer um estilo muito próximo dos anime, com boas texturas e imensas cores.

O jogo oferece também um estilo visual muito clássico, com uma perspectiva de cima para baixo. À medida que caminham pelas cidades e falam com os habitantes, ou viajam para as várias do jogo, vão encontrar um mundo rico e muito estilizado. Por fim, a música encaixa perfeitamente com o estilo visual, com um tom mais atmosférico e melancólico.

A versão final vai oferecer-vos os já mencionados modos de história e de batalha, e pelo nosso tempo com o jogo, estamos definitivamente intrigados e com vontade de jogar mais - e isso é um bom sinal. Oninaki vai chegar ao PC, PS4 e Switch no dia 22 de agosto, e com base na demo, fiquem atentos a este RPG.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte