Português
Gamereactor
análises
King Arthur: Legion IX

King Arthur: Legion IX

A Neocore retornou a Avalon para uma expansão independente do formato Knight's Tale que gira em torno de uma unidade de legionário romano imortal.

HQ

Pouquíssimos jogos conseguiram me vender completamente com um vídeo cinematográfico. Na maioria das vezes, a apresentação chamativa de não-jogabilidade não faz muito para eu desenvolver empolgação para um jogo, mas esse não foi o caso com King Arthur: Knight's Tale. O clipe sombrio e corajoso do monarca fictício mais famoso da Inglaterra me atraiu, e desde então sou um grande fã do título de estratégia da NeocoreGames. Apesar de todos os seus desafios e vícios, King Arthur: Knight's Tale me divertiu mais do que o suficiente quando o revisei adequadamente há dois anos, e agora chegou a hora de efetivamente retornar a esse jogo.

Concedido, isso não é mais Knight's Tale, por alguns motivos. Primeiramente, apesar de todas as suas semelhanças, King Arthur: Legion IX é na verdade uma experiência autônoma que não requer uma compreensão do jogo original. Em segundo lugar, não estamos mais jogando como cavaleiros, pois Legion IX é tudo sobre uma unidade legionária romana imorredoura liderada pelo cruel tribuno Caio Júlio Mento. Sim, o cenário ainda é a dura terra da fantasia de Avalon, e você conhece muitos dos membros da mesa redonda de Arthur, mas a história aqui é principalmente sobre liderar suas tropas imortais para fora do Tártaro e estabelecer uma Roma Eterna em Avalon antes de retornar ao reino dos vivos.

HQ

Deixe-me mencionar aqui novamente que para quem já jogou Knight's Tale, você estará muito familiarizado com como Legion IX funciona também. Isso foi definido para ser uma expansão originalmente, antes de chegar como uma experiência autônoma, e com isso em mente, não há muitos desvios em relação à jogabilidade, apresentação, elementos narrativos, interface do usuário, tudo isso. Claro, há uma história diferente no coração aqui, com novos personagens que cada um aborda o combate de forma diferente, mas os sistemas centrais que Knight's Tale estabeleceram, incluindo o gráfico de moralidade e progressão, está tudo aqui e efetivamente preservado.

Publicidade:

Essa é uma daquelas situações que é um pouco para o bem ou para o mal. A exploração e o design de níveis nunca foram um ponto forte de Knight's Tale, mesmo que o design do ambiente e a estética geral sempre tenham sido ótimos. Os personagens e a suíte de combate são muito refinados, mas também há problemas nessa armadura, incluindo missões que jogam inúmeros inimigos em você, proporcionando poucas oportunidades de curar e se preparar para outro encontro de batalha. Há uma coleção abundante de sistemas de progressão que lhe dão muitas opções de buildcrafting, mas o jogo é bastante horrível em explicar a maioria deles, deixando você inferir como usá-los lendo um breve texto. Depois, há o gráfico da moralidade. É uma ótima ideia, mas não é particularmente bem administrada na prática, pois você tem que querer ser bom ou mau, não forçado a seguir um caminho devido a escolhas difíceis e inevitáveis. A narrativa em si enfrenta os mesmos problemas com um ótimo conceito geral que carece de um pouco de refinamento e elegância, com diálogos que muitas vezes perdem o alvo.

A questão é que Knight's Tale, por melhor que fosse, tinha seus problemas, mas eles poderiam ser perdoados ou pelo menos aceitos. Como Legion IX está estreando dois anos depois, não é descabido supor que alguns desses problemas seriam resolvidos ou pelo menos mostrariam uma tentativa de superá-los. Mas esse não costuma ser o caso, o que coloca uma enorme quantidade de foco e expectativa nos melhores elementos do jogo para compensar onde falta.

King Arthur: Legion IX
King Arthur: Legion IXKing Arthur: Legion IXKing Arthur: Legion IX
Publicidade:

Não me entenda mal, Legion IX oferece uma ótima experiência de combate, com muita profundidade e muitos elementos táticos de equipe excelentes para explorar. Você pode construir esses personagens em uma unidade que se adapte ao seu estilo de jogo, equipando-os com itens e equipamentos melhores e gastando pontos de atualização de uma maneira que desbloqueie a habilidade e as vantagens que você mais deseja. Combine isso com um sistema de diálogo ramificado profundo, um foco mais apertado que reduz algumas das complicações encontradas em Knight's Tale, e toda uma série de tipos de inimigos únicos e desafiadores, incluindo entidades sobrenaturais, humanos e até mesmo membros rivais e desertores do Legion IX, e você obtém um jogo que oferece muito para apreciar.

Mas a única parte de Legion IX para a qual eu simplesmente não posso dar desculpas é a performance. Além de personagens ficarem presos em objetos invisíveis nos níveis e bugs na interface do usuário e se recusarem a me deixar clicar em certos botões em batalhas, também enfrentei o mais temível dos travamentos que fizeram com que não apenas o jogo fechasse, mas todo o meu PC desligasse (duas vezes!). Francamente, isso é inaceitável e realmente prejudica a experiência geral Legion IX.

King Arthur: Legion IXKing Arthur: Legion IX

A melhor maneira de descrever King Arthur: Legion IX é que é apenas mais Knight's Tale, porque não há elementos verdadeiramente únicos e frescos o suficiente para fazer este jogo se destacar acima ou além de seu antecessor. Isso não é exatamente uma coisa ruim, porque Knight's Tale é um jogo de estratégia bastante competente, mas você não pode deixar de se perguntar se Neocore poderia ter tomado alguns riscos extras em um sentido de jogabilidade ou design com este acompanhamento para fazê-lo se destacar e prosperar em vez de se sentir como um apêndice extra anexado ao jogo original.

06 Gamereactor Portugal
6 / 10
+
Grande e profundo sistema de combate. Design de personagem brilhante. Toneladas de buildcrafting.
-
Desempenho muito questionável. Sente-se um pouco seguro e familiar demais às vezes.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

0
King Arthur: Legion IX Score

King Arthur: Legion IX

ANÁLISE. Escrito por Ben Lyons

A Neocore retornou a Avalon para uma expansão independente do formato Knight's Tale que gira em torno de uma unidade de legionário romano imortal.



A carregar o conteúdo seguinte