Gamereactor PT. Vejam os últimos trailers e entrevistas a partir das maiores convenções de videojogos de todo o mundo. O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
notícias

Jim Ryan: "As escolhas que os jogadores têm hoje desaparecerão" se a Microsoft comprar a Activision Blizzard

A cabeça da PlayStation está cada vez mais agressiva.

HQ

Em cerca de seis meses a partir de agora, a Activision Blizzard será inteiramente de propriedade da Microsoft se as autoridades de concorrência do mundo aprovarem o acordo. O chefe do PlayStation, Jim Ryan, tentou o seu melhor para parar isso de várias maneiras, e como o acordo está se movendo em direção a um fechamento, ele parece estar ficando mais agressivo e franco sobre tudo isso.

Ao falar com o New York Times recentemente, Ryan disse que as escolhas do consumidor desaparecerão se a Microsoft conseguir o que quer, acrescentando também que a Microsoft historicamente tenta dominar indústrias inteiras:

"[A Microsoft é] uma gigante da tecnologia com uma longa história de dominação de indústrias. É altamente provável que as escolhas que os jogadores têm hoje desapareçam se este acordo for adiante."

Jim Ryan parece se importar principalmente com a franquia Call of Duty, e foi revelado no início desta semana que a Microsoft ofereceu à Sony para manter a série no PlayStation por mais dez anos, mesmo que eles consigam comprar a Activision Blizzard, o que significa que ainda estará disponível na próxima geração. Se isso será suficiente para fazer a Sony mudar de ideia, ainda não se sabe, mas a julgar pelos comentários de Ryan, parece que ele ainda está muito preocupado com isso.

Jim Ryan: "As escolhas que os jogadores têm hoje desaparecerão" se a Microsoft comprar a Activision Blizzard


A carregar o conteúdo seguinte