Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
Huntdown

Huntdown

Se está à procura de um jogo capaz de capturar na perfeição o estilo clássico das 16 bits, pode ficar por aqui.

Huntdown

Criar algo baseado em nostalgia é sempre perigoso. Capturar os sentimentos e as sensações do passado é algo que pode ter um potencial fantástico, mas ao mesmo tempo, também se correm dois riscos: o de não se conseguir fazer justiça ao que se pretende recriar, e o de apresentar algo que simplesmente não está à altura das exigências atuais. Ao longo dos últimos anos vimos uma série de jogos que tentaram alcançar esse objetivo, alguns com sucesso, outros nem por isso, mas este Huntdown da Easy Trigger Games entra diretamente para o topo da lista dos que capturaram com perfeição esse espírito nostálgico das 16 bits e dos anos 90.

Estamos a falar de um jogo de ação de grande intensidade, criado com grafismo pixelizado, e que usa as suas inspirações retro como bandeira. Ao mesmo tempo, contudo, consegue apresentar uma jogabilidade que é divertida mesmo para os padrões atuais, embrulhada em conteúdo de grande qualidade e muito estilo.

A premissa é simples: vai assumir o papel de um de três caçadores de recompensas, que têm como tarefa procurar e eliminar os membros e os líderes de gangues criminosos, tudo numa versão pós-apocalíptica dos anos 2000, como era vista nos anos 80 e 90. Ao todo existem quatro áreas de jogo para visitar, com ordens para eliminar 20 alvos prioritários pela ordem estabelecida. É tudo muito linear e simples em termos de estrutura, mas por baixo disso existe um jogo de grande profundidade para dominar, com tremendo valor de entretenimento.

Se jogou algum jogo de ação e plataformas em 2D de Mega-Drive ou Super Nintendo, então estará de certa forma familiarizado com o que irá encontrar aqui. Esse é o espírito que Huntdown apresenta, mas com uma jogabilidade refinada por controlos perfeitos, animações detalhadas, e excelentes efeitos sonoros. Tudo foi feito para tirar prazer do jogador, e o simples ato de disparar uma arma é uma experiência satisfatória. Embora sejam jogos completamente diferentes, lembrámos-nos imenso de Doom (2016) enquanto jogávamos Huntdown, já que esse é outro jogo que garante tremenda qualidade e satisfação em cada ação.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Por serem gráficos pixelizados pode pensar que não são impressionantes, mas isso é um erro, porque visualmente, Huntdown é magnífico. Existem outros jogos com estilos visuais semelhantes que impressionaram, mas Huntdown vai um pouco mais longe, apresentando um nível de detalhe, atenção, e arrojo, que lhe dá um nível de personalidade elevadíssimo. É um mundo em desgraça, mas não sem viva e alma, abraçando por completo a sua inspiração em punk rock futurista. É algo que nos lembra de clássicos como Exterminador Implacável, Robocop, e Nova Iorque 1997, e isso é algo notoriamente intencional por parte do estúdio.

A própria banda sonora é um tributo a esse tipo de filmes e jogos, e encaixa como uma luva com a temática e com as personagens. Os próprios caçadores de recompensas acrescentam grande personalidade ao jogo, mesmo que em termos de jogabilidade não apresentem muitas diferenças. Pequenos toques, como o design dos fatos e das armas, ajudam a acrescentar um valor extra, que não estaria presente se apenas existisse uma personagem jogável. Temos Anna Conda, que parece um misto de Sarah Connor com Ellen Ripley, Mow Man, que é um robô assassino, e John Saywer, que é uma verdadeira estrela de filmes de ação.

Mas por muita personalidade que o trio de protagonistas apresente, não se comparam com os bosses, que transpiram extravagância, excentricidade, e criatividade, além de apresentarem desafios genuinamente interessantes e imaginativos, que certamente o obrigarão a algumas tentativas para aprender padrões de comportamento.

Huntdown é um jogo que apresenta um equilíbrio perfeito entre dificuldade e acessibilidade, apresentando uma jogabilidade desafiadora com uma curva de aprendizagem razoável, aliada a um sistema de pontos de saves generosos. O facto dos níveis também serem curtos, a rondar os dez minutos, é outro fator muito positivo que reduz os níveis de frustração, e é isso que se quer de um bom jogo deste tipo - desafio e dificuldade, mas sem grande frustração.

Huntdown

Uma palavra ainda para o modo cooperativo para dois jogadores, que é fantástico, e até inclui algumas particularidades interessantes, como a possibilidade de um jogador manter fogo supressivo no inimigo dando liberdade de movimentos ao outro jogador.

Parece-nos que grande parte do sucesso de Huntdown se deve ao facto da Easy Trigger Games ter mantido o foco naquilo que queria e conseguia fazer. Em vez de se perder com muitas ideias, o estúdio decidiu exatamente o que queria e focou-se em polir e tornar essa experiência no melhor que conseguia, e o resultado está à vista.

Huntdown é um soberbo jogo de ação, um verdadeiro 10/10 que consegue fazer tudo o que propõe de forma impecável. Não existem pontos fracos nesta experiência, já que todas as componentes mostram o mesmo tipo de atenção, dedicação, e polimento. É um tributo aos jogos das 16 bits e aos filmes pós-apocalípticos dos anos 80 e 90, mas com um nível de qualidade em termos de design, som, detalhe, e jogabilidade, que se enquadra nos tempos modernos. Se é fã do género, Huntdown é absolutamente obrigatório.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
HuntdownHuntdown
10 Gamereactor Portugal
10 / 10
+
Grafismo pixelizado fantástico. Design excelente com jogabilidade à altura. Banda sonora é um mimo. Co-op soberbo.
-
Honestamente? Não há nada de relevante a apontar.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

HuntdownScore

Huntdown

ANÁLISE. Escrito por Joakim Sjögren

Se está à procura de um jogo capaz de capturar na perfeição o estilo clássico das 16 bits, pode ficar por aqui.



A carregar o conteúdo seguinte