Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
especiais

Gamescom 2014: Antevisão

O maior evento de videojogos da Europa acontece em agosto.

Ainda estamos a recuperar da E3 (apesar de alguns já terem ido de férias) e a Gamescom está já ao virar da esquina. Para quem não conhece, a Gamescom é a maior feira de videojogos da Europa e a edição 2014, à semelhança dos últimos anos, decorre em Colónia, na Alemanha, entre os dias 13 e 17 de agosto. Embora não tenha o impacto na indústria que a E3 tem, a Gamescom tem a particularidade de também ser aberta ao público. Ora bem, feita a introdução, o que podemos esperar desta Gamescom?

O evento reúne praticamente tudo o que é videojogos. Até inclui a GDC Europe (uma versão mais pequena e íntima do evento massivo de São Francisco que costuma acontecer no início do ano) e, como referimos em cima, permite a visita do público, embora um dia seja dedicado em exclusivo à imprensa. O evento tem tido uma afluência considerável de público, não só da Alemanha, mas de toda a Europa. Aliás, a adesão tem sido de tal forma impressionante, que o maior problema da feira acabam por ser as filas de espera nos jogos mais populares.

E não é para menos - todas as grandes editoras estão presentes. Nintendo, Microsoft, Sony, EA, Activison, Warner Bros, Ubisoft, Blizzard... todos costumam trazer grandes jogos e novidades. Muitos até acreditam que a Gamescom é uma representação mais fiel da indústria como um todo do que a E3, e nós concordamos. No evento de Los Angeles, títulos free-to-play, jogos de browsers e até os e-sports costumam passar despercebidos, mas em Colónia a sua presença é considerável. Talvez seja um reflexo da mentalidade europeia, e mais ainda, do mercado alemão, mas também se deve ao facto do evento ser aberto ao público.

Mas o que podemos esperar da edição 2014? Normalmente, das grandes editoras, é a Sony que reserva os maiores anúncios para a Gamescom, sobretudo com títulos da SCEE. Circula o rumor de que a Media Molecule vai mostrar o seu novo projeto de PS4 na Gamescom, mas esperamos mais novidades. A PS Vita, em particular, deve receber muita atenção por parte da Sony, depois de uma presença tímida na última E3. Também esperamos muitas novidades sobre o PlayStation Now e a PlayStation TV, sobretudo ao nível de modelos e formatos para a Europa. De resto, caso se confirme que Unfinished Swan e Journey vão mesmo dar o salto para a PS4, é provável que apareçam na conferência da Sony. E gostávamos de ver mais de No Man's Sky, talvez até uma espreitadela do multijogador, se não foi pedir muito.

Centrando atenções na Microsoft, a sua presença na Gamescom nem sempre tem sido forte, mas este ano vão apresentar uma conferência de imprensa antes da Sony e já sabemos que é aqui que vão mostrar (muito) mais de Quantum Break. A Xbox One só chega em setembro a vários países europeus, incluindo Portugal, e a Microsoft quer certamente reacender o interesse na consola. FIFA 15 será também uma presença provável, bem como Sunset Overdrive. Quanto a novos anúncios... talvez, mas não sabemos bem o quê.

Quanto à Nintendo, tem uma presença muito local em Colónia. Não esperamos grandes anúncios por parte da editora japonesa, já que não está marcada nenhuma conferência (ou pelo menos não ouvimos falar de nada). Ainda assim, jogos como Super Smash Bros., Hyrule Warriors e Bayonetta 2 estarão certamente presentes, entre outros.

A Electronic Arts reduziu um pouco aquilo que é seu hábito na Gamescom. Em vez de marcar uma conferência à parte, a EA vai realizar uma pequena apresentação no seu stand, quando a feira começar. Como se trata de um evento europeu, FIFA 15 será, como é sempre, um dos maiores focos de atenção. Ainda assim esperamos ver muito mais de Dragon Age: Inquisition e Sims 4. Battlefield: Hardline também deve estar presente, embora o adiamento recente para 2015 possa ter atrapalhado um pouco a sua força na feira. Faltam as incógnitas. Será que vamos ver mais de Star Wars: Battlefront? Ou até do novo jogo da Bioware? Resta esperar para ver.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

A Activision, por seu lado, deve mostrar o modo multijogador de Call of Duty: Advanced Warfare, depois do foco na campanha a solo durante a E3. Quanto à Ubisoft, não esperamos grandes anúncios, antes uma presença forte no stand, com demos de Far Cry 4, Assassin's Creed: Unity e outros.

Quanto à Wargaming, já confirmou que vai disponibilizar uma demonstração jogável de World of Warships para quem marcar presença na feira. Já em relação à Paradox Interactive, fala-se que irá fazer um novo anúncio, além de mostrar mais de Magicka 2, depois da revelação durante a conferência da Sony na E3.

Isto é apenas um misto de confirmações com algumas previsões. A Gamescom é um evento massivo e estarão presentes muitos mais jogos do que aqueles que mencionamos em cima, e vão existir certamente alguns anúncios interessantes. O Gamereactor vai também marcar presença no evento e cá estaremos para vos trazer todas as impressões, entrevistas e novidades da feira.