Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
notícias
Contraband

Estúdio de Just Cause defende Game Pass

"Tem sido fantástico para nós."

HQ

É um facto que o Game Pass, disponível em Xbox, PC, e via Cloud, oferece grande valor ao jogador, disponibilizando uma biblioteca extensa de jogos por uma mensalidade, contudo, tem havido alguma discussão em torno do que o Game Pass realmente faz para os estúdios. É assim tão vantajoso como defendem os representantes da Microsoft?

Segundo Pim Holfve, CEO da Avalanche Studios, a resposta é afirmativa.

Em conversa com o Games Industryl Holfve destacou que o Game Pass tem sido "fantástico" para o estúdio, sobretudo considerando o jogo que eles próprios publicaram, The Hunter: Call of the Wild (Just Cause é publicado pela Square Enix). "É uma excelente forma dos jogadores experimentarem o jogo, e como temos um catálogo enorme de DLC - mais de 20 -, é uma bela forma das pessoas entrarem e de permanecerem envolvidas. Depois sentem-se motivadas a comprar mais, e isso é um modelo de negócio que tem realmente funcionado a nosso favor."

O Game Pass apenas dá acesso aos videojogos, não às respetivas expansões ou DLC, embora ofereça 10% de desconto na sua aquisição. E claro, se o jogo sair do Game Pass, deixa de conseguir aceder a esse conteúdo, a menos que compre também o jogo.

Quanto à Avalanche Studios, que entretanto foi inserida nos estúdios Microsoft como parte da aquisição da Bethesda, está neste momento a trabalhar em Contraband, cujo trailer pode ver em baixo.

video

Contraband

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte