Gamereactor Close White
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
especiais
Metal Gear Solid

Jogos que Marcaram Gerações: Metal Gear Solid

Como Psycho Mantis e Hideo Kojima deixaram os jogadores de boca aberta.


Facebook
TwitterReddit

Dada a natureza do artigo, contem com spoilers para MGS

Metal Gear Solid é um jogo muito especial, com alguns dos momentos mais surpreendentes e memoráveis da história dos videojogos. Muitos fatores contribuíram para o seu sucesso, como a história, a jogabilidade, mas o que hoje em dia ainda distingue Metal Gear Solid, é a forma como utilizou fatores exteriores ao jogo para reforçar a experiência, mas já lá vamos.

Foi em 1998 que Metal Gear Solid chegou em exclusivo à PlayStation, um jogo de "espionagem tática de ação". Ou seja, um jogo de ação furtiva, onde o herói de guerra Solid Snake saiu da reforma para enfrentar Liquid Snake, o seu irmão. Liquid tem à sua disposição o exército Foxhound, bombas nucleares, e REX, uma gigantesca máquina de guerra capaz de lançar mísseis nucleares a longa distância, também conhecida como um "Metal Gear".

Metal Gear Solid foi um dos primeiros jogos a utilizar realmente 'cutscenes', ou sequências cinemáticas, para contar a história. Eram sequências com direção de cinema, com ângulos de câmara cinemáticos, vozes, e eventos surpreendentes. Foi também um jogo que elevou a PlayStation à sua capacidade máxima, em termos de grafismo e som, mas também de design, não só dos mapas, mas também dos vários bosses. Metal Gear Solid até incluía uma pequena história de amor, ou pelo menos, interesse, entre Solid Snake e Meryl, mas também entre Otacon e Sniper Wolf.

Entre todos entre elementos, entre os muitos toques de génio, um dos que mais se destacou foi a batalha entre Solid Snake e o boss Psycho Mantins, um confronto que deixou os jogadores boquiabertos pelas suas aparentes capacidades psíquicas. Para começar, Psycho Mantins foi capaz de assumir o controlo de Meryl, e obrigou-a a combater Solid Snake. Mais que isso, Mantis revelou que alguns dos soldados tinham recebido a sua 'sugestão' para trabalharem com Liquid, o que implica que Solid Snake teria morto inocentes durante a sua cruzada.

Metal Gear Solid

Tudo isto são, por si só, elementos que tornam a batalha com Psycho Mantis em algo muito interessante, mas não foi isso que a tornou eterna. O que realmente tornou este confronto memorável, foi o facto de Psycho Mantis não estar apenas a enfrentar Solid Snake, mas o próprio jogador, quebrando a quarta barreira. Afinal de contas, Psycho Mantis é capaz de ler mentes, incluindo a de quem está a segurar no comando.

Para começar a amostra dos seus poderes, Psycho Mantis pediu ao jogador para pousar o comando, afirmando que o faria mexer apenas com o poder da sua mente - se o comando tivesse função vibratória. Se fosse o caso, o comando vibraria intensamente no chão, ou onde estivesse pousado, demonstrando as capacidades psíquicas de Mantis, mas só isso não chegada.

De seguida, Mantis afirmou que iria ler a mente do jogador, e depressa começar a recitar alguns dos seus jogos favoritos. No nosso caso, referiu o facto de sermos fãs do género RPG, e apontou para Suikoden como um dos jogos que estávamos a jogar. Ora, como era isto possível? Simples - o jogo pesquisava o cartão de memória do jogador à procura de outros jogos da Konami, e se encontrasse algum, Psycho Mantis referia-o, contribuindo para a ilusão de que era capaz de ler mentes.

Mas Psycho Mantis ainda tinha mais um truque na manga. No combate propriamente dito contra Solid Snake, o vilão é essencialmente invencível, porque é impossível acertar-lhe. Qualquer tiro que disparem, Psycho Mantis consegue evitar, porque consegue ler a mente de Snake. Como é então possível contrariar isto? Mudando o comando de sítio na consola, da entrada do primeiro jogador, para a segunda. Isto impossibilitava que Mantis fosse capaz de continuar a ler os movimentos de Solid Snake, e podia ser finalmente derrotado.

Metal Gear Solid

Nos seus últimos instantes, Psycho Mantis retira a sua máscara, revelando uma face desfigurada por fogo, e antes de morrer, decide ajudar Solid Snake, num último momento de redenção. Simplesmente brilhante.

O resto do jogo continua a um ritmo semelhante, cheio de momentos memoráveis, surpresas, e reviravoltas narrativas. É uma verdadeira obra-prima dos videojogos, e Psycho Mantis teve um contributo decisivo para esse estatuto, mostrando o verdadeiro génio de Hideo Kojima. Foi um momento de grande criatividade, que nunca tínhamos visto num jogo, e que honestamente, nunca voltámos a ver.

Depois de escrevermos este artigo, confessamos que estamos com vontade de voltar a jogar Metal Gear Solid. Se pensam da mesma forma, existem vários métodos de o conseguirem. Podem comprar o original, de PS One, e jogá-lo na primeira PlayStation, ou na PS3, via retro-compatibilidade. Em alternativa também podem comprar a versão digital da PS Store, compatível com a PS3, a PSP, e a PS Vita, edição que também está incluída em Metal Gear Solid: Legacy Collection de PS3. Por último, podem sempre comprar a PlayStation Classic, que será lançada a 3 de dezembro por € 99.99, e que inclui Metal Gear Solid entre os 20 jogos selecionados.

Metal Gear Solid
Metal Gear Solid