Gamereactor follow Gamereactor / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands / 中國
Gamereactor Close White
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
especiais

TOP 5: Melhor RPG 2017

Mais um ano espantoso para o género RPG, independentemente de terem vindo do Japão ou do ocidente.

Facebook
TwitterRedditGoogle-Plus

Nota de redação: As classificações nas categorias indicam a qualidade dos jogos somente nesse campo específico, e não como um todo. O facto de um jogo estar acima de outro numa categoria específica não significa que seja globalmente melhor ou pior.

South Park: The Fractured but Whole
Plataformas: PC, PS4, Xbox One

"South Park: The Fractured but Whole segue de muito perto a estrutura do jogo anterior, The Stick of Truth, mas em vez de se inspirar em fantasia clássica, é inspirado por super-heróis. A experiência de jogo é muito semelhante, mas as maiores diferenças surgem ao nível do sistema de combate. Enquanto o anterior era inspirado pelos RPG de fantasia, incluindo equipamentos com estatísticas e combates por turnos, The Fractured but Whole segue um modelo mais simples. Agora já não têm de se preocupar com mana para executar os golpes, e os fatos já não influenciam o desempenho do jogador. Agora o foco está no posicionamento das personagens no campo de batalha."

Ler análise completa.

Mass Effect Andromeda
Plataformas: PC, PS4, Xbox One

"Mass Effect: Andromeda não é o jogo que queríamos, e não é tão forte quanto a trilogia original, mas também não é um mau jogo. Se não derem demasiada importância aos problemas técnicos, às animações esquisitas, e aos diálogos ocasionais que parecem fora de sítio, ainda há aqui uma aventura espacial que merece ser explorada por fãs de ficção científica. Só temos pena de não conseguir afastar esta sensação de que os dias de glória de Mass Effect ficaram na Via Láctea."

Ler análise completa.

Xenoblade Chronicles 2
Plataformas: Nintendo Switch

"Mas que ano de estreia teve a Nintendo Switch, com pelo menos um lançamento exclusivo todos os meses, e alguns grandes jogos já nas suas fileiras. Pois agora podem acrescentar mais um, Xenoblade Chronicles 2, uma aventura que deve ser considerada por qualquer fã da variante japonesa dos RPG. É uma estória de fantasia, massiva, que apresenta orgulhosamente as suas raízes nipónicas através de largas dezenas de horas."

Ler análise completa.

Divinity: Original Sin 2
Plataformas: PC

"Não temos qualquer dúvida em catalogar Divinity: Original Sin II como um dos melhores jogos de 2017, com tudo para se afirmar como um clássico desta reinvenção do género RPG tradicional. Embora não seja perfeito, e exija uma curva de aprendizagem longa, Divinity: Original Sin II é um RPG que ninguém ligeiramente interessado no género deve deixar passar."

Ler análise completa.

Persona 5
Plataformas: PS3, PS4

"Foi uma longa espera entre Persona 4 e Persona 5, mas se esse tempo foi necessário para a Atlus chegar a este resultado, então valeu a pena esperar. Persona 5 é um jogo especial, uma obra superior dentro do género JRPG, com uma banda sonora inesquecível e um estilo artístico irreverente. Não é um portento técnico, e mesmo o sistema de combate não é tão inovador como desejaríamos, mas 90 horas de jogo depois, quem acabou por ficar com o coração roubado fomos nós. Se são fãs da saga, do género, ou de animação japonesa, Persona 5 é uma compra obrigatória."

Ler análise completa.