Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
especiais
Final Fantasy XV

Final Fantasy XV: Gladiolus - Entrevista

O que podem esperar da primeira expansão de Final Fantasy XV.

O Gamereactor marcou presença no PAX East, e um dos jogos em exibição no evento foi Final Fantasy XV, ou para ser mais específico, a expansão Episode Gladiolus. Aproveitámos a presença do produtor Haruyoshi Sawatari para descobrirmos alguns pormenores sobre a expansão, o futuro de Final Fantasy XV, e o feedback dos fãs:

"Existem muitos jogadores de todo o mundo que já jogaram Final Fantasy XV, e isso é algo que orgulha bastante a equipa de produção. Isso motiva-nos a olhar para o feedback dos fãs para sabermos o que têm a dizer da experiência."

"No Episódio Gladiolus, o destaque é Gladio. Podem controlá-lo, e desenhámos um sistema de combate e uma estória em torno da personagem, mas o que mais retirámos do jogo foi a receção ao sistema de combate. Foi algo que muitos jogadores apreciaram, por isso pegámos nesse sistema e adaptámo-lo a Gladiolus. Quisemos manter alguma ligação, mas existem diferenças entre jogar com Noctis ou com Gladiolus."

Enquanto o jogo principal é vasto e repleto de oportunidades, o episódio Gladiolus será bem mais concentrado e linear, algo abordado pelo próprio Sawatari.

"Final Fantasy XV passava-se num mundo vasto, mas o Episódio Gladiolus decorre numas ruínas específicas, e isso foi construído assim de propósito. Algo acontece na estória principal, que não vou revelar aqui, mas que causa a Gladiolus sentir que não é poderoso o suficiente para ser o guarda-costas do rei Noctis. É por isso que vai tentar encontrar o desafio destas ruínas, que tem sido tentado por várias gerações. Vários guarda-costas da realeza fizeram este desafio, e isso é um objetivo muito claro e linear. Foi por isso que optámos por esta missão e localização, é algo que Gladiolus sente que tem de fazer."

"A equipa de produção tem o objetivo contínuo de continuar a expandir a experiência do jogador no jogo base. Para o Episódio Gladiolus o objetivo foi retirar o máximo dessa personagem. Desenhámos esse conteúdo e o ritmo para contar a estória da melhor forma possível, e esta expansão mostra a personagem noutra luz."

Quanto ao futuro de Final Fantasy XV, a curto, médio e longo prazo, Sawatari lembrou que o Episódio Gladiolus chega a 28 de março, o Episódio Prompto em Junho, e o Episódio Ignis mais próximo do fim do ano. Uma expansão dedicada ao multijogador também está agendada para 2017, mas a Square prefere deixar pormenores concretos para mais tarde.

"Ainda não podemos falar em grande detalhe dessas expansões, mas posso dizer que para o Episódio Prompto, à semelhança de Gladiolus, vamos desenhar um sistema que se encaixe nessa personagem. Vamos mostrar o que Prompto representa, e mais tarde com Ignis. Ainda vão ser experiências Final Fantasy XV, mas com um caráter mais individual. É uma forma de apreciarem Final Fantasy XV através de uma nova perspetiva, mas tudo se conjuga como uma grande experiência do mesmo jogo."

"Existem muitos jogos no mercado, e ter os consumidores a escolherem o nosso jogo entre esse oceano é algo que nos orgulha. Queremos devolver esse apoio, e as expansões e as atualizações são precisamente sobre dar algo à comunidade que tornaram Final Fantasy XV num sucesso.

Final Fantasy XV: Episódio Gladiolus chega a 28 de março como uma expansão, e pode ser adquirida avulso ou como parte do passe de época que custa € 24.99. Se ainda não o fizeram, podem ler a análise de Final Fantasy XV, ou espreitar a entrevista completa em inglês em baixo.

Final Fantasy XV