Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
especiais

Os 10 Jogos Mais Esperados de 2017

Dez dos títulos mais promissores dos próximos 12 meses.


Já publicámos um calendário para os videojogos em 2017, com várias das dezenas de jogos que serão lançados nos próximos 12 meses, mas entre essas dezenas, quais são os que aguardamos com maior antecipação? Em baixo podem ver os 10 mais aguardados pelo Gamereactor, sem qualquer ordem, além de uma lista com 10 menções honrosas. Estas listas só incluem jogos que foram confirmados para 2017, e não menciona títulos anuais como Call of Duty, PES, ou FIFA. Com as condições esclarecidas, aqui ficam os 10 Jogos Mais Esperados de 2017.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild
Plataformas: Wii U, Nintendo Switch

"Este é o primeiro jogo em mundo aberto, pelo menos num plano 3D, da Nintendo. Mais invulgar ainda, é um jogo de sobrevivência, embutido no universo de Zelda. Durante a E3 tivemos a oportunidade de jogar uma hora de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, e adorámos explorar esta versão mais ampla e livre de Hyrule. Claro que esperamos que outros elementos característicos da série marquem presença no jogo final, como a estória, as personagens engraçadas, as batalhas com bosses, e as masmorras de design estupendo, mas foi bom rever Link num dos jogos mais arrojados da Nintendo nos últimos anos."
Ler antevisão completa.

Ghost Recon: Wildlands
Plataformas: PC, PS4, Xbox One

"No que respeita ao esquadrão propriamente dito, Wildlands não vai empregar um sistema de classes específico. O que irá ditar as funções e papéis do jogador serão as armas e equipamento que vão escolher, ou seja, embora não existam classes predefinidas, podem criar a vossa própria classe com o equipamento escolhido. Quanto à premissa, Wildlands passa-se quatro anos no futuro, numa altura em que a equipa dos Ghosts está envolvida numa feroz guerra com os cartéis da droga na Bolívia. Isto significa que a tecnologia militar disponível no jogo é um misto entre o topo de gama atual e a realização de protótipos para os próximos anos. O objetivo principal passa por atacar as localizações base dos cartéis e derrubar os seus líderes."
Ler antevisão completa.

Injustice 2
Plataformas: PS4, Xbox One

Ainda não tivemos a oportunidade de jogar Injustice 2, mas existem vários factores que colocam este jogo de super-heróis na nossa lista. 1) Está a ser produzido pela Netherrealm Studios, produtora do excelente Mortal Kombat X. 2) Adorámos a estória do primeiro Injustice, e a abordagem original da Netherrealm à estória. 3) Gostámos dos novos conceitos mostrados até ao momento, como a aquisição de espólios que permitem modificar o equipamento das personages, não só com efeitos práticos, mas também cosméticos. 4) É um jogo de super-heróis da DC Comics. Conclusão? Mal podemos esperar para jogar Injustice 2.

South Park: The Fractured but Whole
Plataformas: PC, PS4, Xbox One

"Naturalmente, o humor irreverente de South Park está também de volta. Os super-heróis atravessam atualmente uma era dourada em termos de cinema e televisão, e existe uma grande disputa entre as duas maiores editoras de super-heróis, a DC e a Marvel. Como é óbvio, South Park atira-se às duas editoras com total ferocidade. Se viram o trailer da E3 (e se não viram, podem fazê-lo em baixo), a rapaziada de South Park entrou numa espécie de Guerra Civil (o tema do último filme do Capitão América). Em resumo, o problema que divide os rapazes é a decisão entre quem terá os primeiros filmes, e quem será relegado para uma série televisiva. Podem seguir Cartman, que pretende roubar a fórmula da Marvel, ou Stan, que tem uma ideia muito diferente da forma que devem avançar. É um conceito hilariante, sobretudo para quem tem um interesse em super-heróis."
Ler antevisão completa.

Photo: Ubisoft

Resident Evil 7: Biohazard
Plataformas: PC, PS4, Xbox One

"Resident Evil 7 é realmente um jogo de terror e sobrevivência, e não de ação, o que significa que vão pagar caro pelos vossos erros. As munições são escassas, e quando os inimigos aparecem, têm de fazer com que cada tiro conte. Existem ervas e pacotes médicos que curam a saúde, mas têm de os preservar sempre que possível. Por exemplo, um dos nossos colegas jornalistas acabou por gastar imensas munições durante um encontro com dois inimigos, e isso complicou-lhe imenso o jogo para os momentos seguintes. De forma a conseguir progredir, este nosso colega teve de vasculhar cuidadosamente todos os cantos para recolher mais algumas munições e itens de saúde. Como fãs dos Resident Evil clássicos, adorámos este regresso às raízes de sobrevivência, puzzles, e terror."
Ler antevisão completa.

Continua na página seguinte.