Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
análises
Battlefield 2042

Battlefield 2042

Não existe qualquer campanha de história, mas o online tem grande potencial.

HQ

É algo surreal pensar que Battlefield 2042 já está disponível, ainda que apenas via acesso antecipado do EA Play e das reservas. É que a EA optou por uma estratégia de marketing um pouco atípica para este lançamento, detalhando apenas vagamente os três modos principais que forma Battlefield 2042. Tivemos uma versão beta aberta em outubro, mas isso só permitiu experimentar Conquest, nada mais. Isto implicou que entrámos nesta versão de análise sem saber ao certo o que esperar, mas agora que passámos várias horas com o jogo, podemos finalmente partilhar consigo o que está exatamente em Battlefield 2042.

Como já deve saber, a DICE optou por não criar qualquer campanha de história para Battlefield 2042, dedicando-se por inteiro à experiência online. Essa experiência online é então formada por três experiências online distintas: All-Out Warfare, Battlefield Portal, e Hazard Zone. All-Out Warfare é a experiência clássica online de Battlefield, incorporando as variantes básicas de Breakthrough e Conquest; Battlefield Portal é um modo que permite "mudar as regras da guerra"; e Hazard Zone é um modo PvPvE que apresenta elemento de risco e recompensa. Este é o resumo dos modos, que em baixo explicaremos com maior detalhe.

HQ

All-Out Warfare

Publicidade:

Para quem não está familiarizado com os jogos anteriores, permita-nos partilhar uma visão geral dos tipos de jogo que estão de regresso: Conquest e Breakthrough. Conquest promove uma batalha por território, onde os jogadores lutam para controlar zonas específicas do mapa, assinaladas com letras. Em Breakthrough os jogadores dividem-se em equipas de ataque e defesa, com uma encarregue de defender uma área da invasão da outra.

As regras destes tipos de jogo são os do costume, mas Battlefield 2042 apresenta algumas mudanças significativas noutros elementos, a começar pelo número de jogadores - 64 em PS4 e Xbox One, 128 em PC, PS5, e Xbox Series X|S. Os mapas são também os mais amplos de sempre para um Battlefield, de forma a acomodar o maior número de participantes, mas isso também traz os seus efeitos negativos. É que ter 128 jogadores no mesmo mapa cria de facto todo o caos que a DICE tem prometido, mas esse caos nem sempre é algo divertido, e um jogador pode facilmente sentir-se perdido ou impotente no meio de tudo o que está a acontecer à sua volta.

Outra novidade são os Especialistas, dez personagens com características próprias para acomodarem diferentes estilos de jogo. Por exemplo, Sundance pode planar graciosamente do topo de edifícios com um wingsuit, enquanto que Falck consegue curar aliados à distância, e Boris pode posicionar armas estacionárias automáticas no chão. Gostámos da variedade apresentada pelos dez Eespecialistas, e apreciámos a facilidade com que eles permitem escolher um estilo de jogo - sobretudo porque pode mudar de Especialista durante as batalhas para se ajustar ao contexto do que está a acontecer.

Em relação à sensação das armas, a nossa opinião não mudou em relação ao que vimos na versão beta: tentar usar algumas metralhadoras e espingardas de assalto é como tentar apontar uma mangueira de água descontrolada, mesmo com um inimigo vários metros do jogador. Por esse motivo acabámos por recair sobre espingardas de precisão e armas mais lentas.

Publicidade:

O novo sistema Plus, contudo, é uma novidade importante, permitindo que abrir um menu circular para trocar componentes das armas em tempo real. Estes acessórios podem realmente fazer a diferença no campo de batalha, mas não terá acesso a todos os acessórios e componentes durante a jogabilidade. Terá de definir quais os acessórios que pode trazer consigo no menu principal, para cada arma, o que pode ser um processo algo aborrecido. Teríamos apreciado algumas opções pré-definidas para escolher.

Battlefield 2042Battlefield 2042

Hazard Zone

Como referimos em cima, Hazard Zone é um modo PvPvE. O que significa isso? Que equipas de jogadores terão de se enfrentar ao mesmo tempo que lutam contra a inteligência artificial. Equipas de quatro jogadores irão competir entre si para tentarem recuperar os dados de um satélite caído, e depois de o fazerem terão chegar ao local de extração para escaparem, que só está disponível em duas ocasiões por partida. Ora, acontece que além de estar a competir com outras equipas de jogadores, também terá de enfrentar patrulhas controladas pela inteligência artificial, e ocasionalmente, condições climatéricas altamente adversas. Como referimos, existem duas ocasiões em que pode tentar escapar. A primeira é a mais segura, mas oferece uma recompensa menor. A segunda apresenta recompensas bem mais atraentes, mas o risco é maior e não ganhará nada em caso de derrota.

Publicidade:

No início das partidas terá acesso a uma moeda conhecida como Dark Market Credits, que podem ser obtidos ao extrair drives de dados e ao abater forças inimigas. Esses créditos permitem depois comprar armas e acessórios para as rondas seguintes, mas como dissemos em cima, o que irá ganhar depende do momento de extração. Outro elemento a ter em conta é que não é possível repetir ou alterar os Especialistas, o que significa que deve ter muito mais cuidado com a sua escolha.

Hazard Zone parece ser a escolha certa para quem quer jogar Battlefield 2042 com um grupo coordenado de amigos, num ambiente mais controlado que All-Out Warfare. Contudo, foi algo desapontante perceber que os modos partilham os mesmos mapas, em vez de terem sido criados em específico para cada modo. E reforçamos a ideia de que Hazard Zone é consideravelmente superior com amigos - jogar com estranhos é estar a pedir momentos de frustração, sobretudo se enfrentar grupos coordenados.

HQ

Battlefield Portal

O terceiro e último modo de Battlefield 2042 é algo totalmente diferente das outras duas propostas. Portal é essencialmente um modo que permite moldar Battlefield 2042 de acordo com os seus desejos. Pode alterar condições de vitória, o arsenal disponível, e o número de jogadores por equipa, entre outros elementos. Existem vários parâmetros, mas se não os quiser definir pode encontrar várias opções já construídas pela DICE e pela comunidade.

Um dos grandes atrativos desde modo é que inclui mapas, veículos, e armas de Battlefield 3, 1942, e Bad Company 2. Esses recursos podem ser combinados com os elementos mais modernos de 2042 e permitir modos de jogo bastante peculiares. É quase como se fosse um remaster em escala menor dos Battlefield anteriores, com gráficos e mecânicas modernas, além de um maior número de jogadores por mapa. Estamos curiosos para ver o que a comunidade vai criar, porque existe um grande potencial escondido em Battlefield Portal.

Mas compensa tudo isto a ausência de uma campanha de história? Parece-nos que em grande parte, sim. Claro que se era esse o elemento que mais apreciava em Battlefield, vai sentir naturalmente a sua ausência, mas se o online é aquilo que mais o atraiu na série, então acreditamos que vai encontrar três pilares muito sólidos em Battlefield 2042 na forma de All-Out Warfare, Hazard Zone, e Battlefield Portal, com potencial para crescerem imenso com o tempo.

HQ
Battlefield 2042Battlefield 2042
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Cada modo é apelativo à sua maneira. Especialistas oferecem muita flexibilidade. Fantástica sensação de caos nas batalhas de larga escala.
-
Algum desequilíbrio nas armas. Hazard Zone não será tão divertido a solo.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

0
Battlefield 2042Score

Battlefield 2042

ANÁLISE. Escrito por Kieran Harris

Não existe qualquer campanha de história, mas o online tem grande potencial.



A carregar o conteúdo seguinte