Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
especiais
Apex Legends

Apex Legends - Ponto de Situação

Regressámos a Apex Legends para ver o que mudou com a chegada da segunda temporada.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

A temporada inaugural de Apex Legends terminou finalmente, com a injeção da segunda temporada e todas as novidades correspondentes. Com várias mudanças no mapa e uma nova personagem para experimentámos, decidimos regressar ao battle royale da Respawn Entertainment para fazer um ponto de situação do jogo.

Apex Legends teve um arranque estupendo, provavelmente melhor do que Respawn e EA esperavam, mas a verdade é que ao longo dos meses foi perdendo muitos jogadores. Isso talvez esteja associado ao facto da primeira temporada ter durado tanto tempo, com apenas algumas novidades apresentadas aqui e ali. Comparando com Fortnite, que recebe conteúdo novo a um ritmo chocante, e até a popularidade intocável de PlayerUnknown's Battlegrounds, Apex Legends precisa de algo mais para se manter relevante frente a estes dois adversários, e é isso que o estúdio espera conseguir com esta segunda temporada.

Algo que podemos desde já referir é que esta segunda temporada não vem mudar o que é a essência de Apex Legends. É essencialmente mais do mesmo, não desviando o foco do jogo em termos de uma experiência tradicional de battle royale. Dito isto, a Respawn introduziu uma série de alterações subtis, além de uma grande novidade na forma de Wattson, a nova Lenda jogável.

Passámos a maior parte da semana a jogar Wattson, que é uma personagem com uma mentalidade defensiva e que dá primazia a um comportamento mais tático que poderoso. Honestamente ainda não conseguimos perceber se é realmente uma adição eficaz, sobretudo porque durante a fase inicial das partidas tem pouco a acrescentar. Mais tarde, quando a área de jogo afunila e os jogadores começaram a ficar juntos, Wattson torna-se numa combatente mais importante.

Uma das suas principais habilidades é um acessório que melhora e carrega os escudos da equipa, oferecendo ao grupo uma vantajosa resistência superior. O outro truque na sua manga surge na forma de pilares que formam cercas elétricas, que pode posicionar no chão. Qualquer inimigo que passe por estes pilares ficará atordoado e perderá velocidade momentaneamente. Ou seja, numa primeira fase, esta habilidade tem pouca utilidade, já que os jogadores estão a correr de um lado para o outro numa área enorme, mas numa fase mais avançada, com jogadores concentrados num espaço mais pequeno, pode ser útil.

Além de Wattson, as maiores novidades surgem na forma de várias alterações ao mapa, a maioria causada pelo movimento de criaturas gigantes que caminha lentamente por Kings Canyon. Estes seres escaparam depois de uma carga EMP ter disparado, mas não ligam aos jogadores, embora tenham causado grande destruição no mapa. Por exemplo, alguns dos edifícios junto ao rio foram completamente destruídos, e onde antes existam várias barracas com armas, está agora um rio com pouca cobertura.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Também existem estruturas novas, como o novo edifício The Cage bem no meio do mapa. É um edifício com vários andares, cheio de loot, e que deve tornar-se num foco para várias equipas ao longo dos próximos meses. No ar podem agora encontrar criaturas voadoras novas, que quando são abatidas deixam cair loot, e ainda zonas com equipamento, que vão também concentrar jogadores. Apesar das mudanças, o mapa continuará a ser bastante familiar para quem está já habituado a Apex Legends.

Com a nova temporada vieram também pequenos ajustes a várias personagens e armas, tudo em nome de um equilíbrio superior. Como passámos a maior parte do tempo com Wattson, não conseguimos realmente abordar como estas alterações mudaram as personagens, mas pelo menos parece que a Respawn Entertainment está atenta ao feedback da comunidade. Uma palavra ainda para o novo sistema de classificação, que varia entre Bronze e Apex Predator.

Em cima de tudo isto existe o novo Premium Battle Pass, que embora não afete a jogabilidade, será um dos principais fatores para os jogadores regressarem ao jogo. Podem encontraram dezenas de itens para desbloquearem, de fatos a bandeiras, e se isso é algo que vos apela, então terão muito conteúdo para se entreterem entre tarefas diárias e semanais, para que ganhem recursos para desbloquear os itens. Pelo que vimos, o conteúdo desta segunda temporada parece-nos superior ao que formou a primeira temporada.

Na nossa opinião, Apex Legends continua a ser uma das melhores opções no género battle royale, juntamente com Fortnite e Blackout de CoD: Black Os 4. O único problema real que encontrámos durante a última semana disse respeito a alguma instabilidade dos servidores, que em algumas ocasiões nos atiraram para fora de um jogo. Tirando isso, gostámos imenso de regressar a Kings Canyon para explorar as novidades e descobrir a nova personagem.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Apex LegendsApex LegendsApex Legends
Apex LegendsApex LegendsApex Legends

Textos relacionados

Apex LegendsScore

Apex Legends

ANÁLISE. Escrito por Mike Holmes

Ao contrário de outros battle royale, Apex Legends não veio apenas para fazer turismo.

A carregar o conteúdo seguinte