Gamereactor follow Gamereactor / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands / 中國 / Indonesia
Gamereactor Close White
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
antevisões
FIFA 19

FIFA 19

Depois de uma excelente base com FIFA 18, o que pode a EA Sports fazer este ano?

  • Texto: Sam Bishop
Facebook
TwitterRedditGoogle-Plus

FIFA 18 é provavelmente o melhor FIFA feito até hoje. Depois de algumas versões menos positivas nesta geração, FIFA começou a melhorar com a mudança para o motor Frostbite. Essa mudança deu-se em 2016, e houve um período de ajustamento, mas já se notavam melhorias. Foi só o ano passado, com FIFA 18, que a EA Sports conseguiu realmente optimizar o motor, a jogabilidade, e vários modos de jogo, como Journey. FIFA 19 pretende capitalizar tudo o que a edição anterior trouxe de positivo, e foi precisamente isso que a EA Sports nos mostrou num evento recente.

Liga dos Campeões e Liga Europa

Durante vários anos um estandarte da Konami e PES, a licença de Liga dos Campeões e Liga Europa passou este ano para a EA Sports e FIFA 19. A EA confirmou-nos que podem jogar as duas competições de forma independente, mas ambas serão também inseridas nos modos Journey e Carreira (de momento não podemos confirmar FUT). A EA também criou sequências cinemáticas específicas para os jogos da Liga dos Campeões, e vai incluir todos os logótipos e marcas da edição 2018/2019 da Champions.

Como devem calcular, a EA Sports repetiu com insistência a palavra "autenticidade", e isso aplica-se a tudo o que envolva as competições, desde o sorteio dos grupos à interface e aos menus. Vão ver o hino da Champions, grandes bandeiras, e um ambiente bastante especial durante estas partidas. Agora que finalmente agarrou estas licenças, a EA Sports pretende aproveitá-las da melhor forma.

Kick Off 2.0

O modo Kick Off (ou Exibição) foi alvo de grandes mudanças na edição deste ano. Além da variante tradicional, em que podem disputar uma partida contra o computador ou outro jogador, vão encontrar uma vasta gama de novas opções. Desta vez podem definir o contexto destas partidas, como a final da Liga dos Campeões, mas existem outras opções especiais.

A opção Survival define que a equipa que marca perde um jogador. Podem perder jogadores até ficarem com sete elementos em campo, e se marcarem um golo com esses sete, ganham a partida. Por outras palavras, quem marcar primeiro cinco golos, ganha, o que não é fácil considerando que estão a perder jogadores. Outra opção determina que só contam golos de cabeça e em pontapés acrobáticos, uma obriga a marcar golos fora da grande área, e até existe uma definição que retira todas as regras de futebol.

Experimentámos algumas destas opções, e pareceram-nos divertidas. Parece-nos excelentes para quando têm amigos em casa e só têm tempo para disputarem algumas partidas. Nesse espírito competitivo, o jogo agora vai contabilizar os resultados de um perfil em comparação com outro, ou seja, podem saber quantas vezes derrotaram um amigo específico, por exemplo.

Sistema de Toque Ativo

A EA Sports define o conceito de FIFA 19 em quatro pilares de jogabilidade, e o primeiro desses pilares é este Sistema de Toque Ativo. Este sistema muda a forma como os jogadores se posicionam em relação aos seus colegas e à bola, sobretudo porque agora têm novas formas de interagirem com a bola. Existem novas animações, que permitem receber a bola de costas, por exemplo, e noutros contextos. O efeito disto notou-se assim que começamos a jogar, com um fluir muito mais natural da partida, e mais movimentos realistas.

Este sistema também permite mais alguns pormenores de jogabilidade, incluindo novas animações para proteger a bola do adversário, e simulações do primeiro toque (fingem que vão tocar na bola, mas deixam-na seguir). Também será mais fácil levantar a bola e controlar a bola quando está no ar, o que é extremamente divertido e certamente permitirá alguns movimentos espetaculares, embora este lado em si pareça tornar o jogo ligeiramente mais arcade. De qualquer forma supomos que a EA Sports ainda está a equilibrar alguns dos novos parâmetros.

Táticas Dinâmicas

O que mais nos surpreendeu nesta demo foi esta novidade das táticas dinâmicas. No passado era possível usar os direcionais do D-Pad para escolher entre algumas táticas pré-definidas, como tudo ao ataque ou tudo à defesa, mas em FIFA 19 esse sistema foi todo remodelado, acrescentando muito mais possibilidades e profundidade. E tudo sem partir acessibilidade.

Agora podem definir táticas e formações muito específicas para cada direcional, que podem ativar a qualquer momento. Querem provocar o avança da equipa e pressão alta num determinado momento? Podem fazem-no. Querem descer e jogar em contra-ataque? Carreguem no botão respetivo. O que distingue este sistema do anterior é o nível de detalhe que terão à vossa disposição, e também o facto de conseguirem ativar e desativar as táticas a qualquer momento.

Taticamente, FIFA 19 será certamente o melhor da saga.

Batalhas 50/50

Uma das queixas de muitos jogadores em relação a FIFA (uma queixa partilhada pela EA Sports), é a tendência para o jogador que tem a bola desistir facilmente dela depois de um toque demasiado para a frente, ou uma entrada de carrinho, saltando por cima do outro jogador. Isso vai mudar em FIFA 19, com todos os jogadores a serem mais agressivos na busca da bola. O sucesso não está garantido, e podem perder uma bola dividida na mesma, mas desta vez podem lutar a sério pela sua posse.

Existem muitos sistemas a funcionarem para isto, desde animações à física, passando pelas estatísticas dos jogadores e as suas posições em relação à bola. O resultado no jogo em si são disputas mais caóticas, com a bola a ressaltar entre as pernas dos jogadores, com resultados imprevisíveis. Torna as batalhas pela bola mais intensas, e permite que continuem a lutar pela bola, mesmo depois de a perderem.

FIFA 19FIFA 19

Finalização Atempada

A EA Sports mudou um pouco como funciona o sistema de remates, sobretudo de primeira, que agora dependem também do momento em que o jogador carregou no botão de remate. Carregar antes da bola estar próxima pode dar demasiada força ao remate, enquanto que um remate demasiado em cima pode afetar a sua pontaria. Um remate no tempo certo, contudo, pode resultar em golos de belo efeito.

Se estiverem a jogar com as ajudas ligadas, o cursor por cima do jogador irá indicar se chutaram no momento certo ou não, acendendo uma luz verde ou vermelha, respetivamente. Segundo a EA, é mais uma forma dos bons jogadores se conseguirem distinguir dos restantes, algo que deverá particularmente interessante de ver durante os eventos de eSports.

FIFA Ultimate Team

Todos os anos temos tido novidades em FUT, e este ano essa novidades chama-se Rivais da Mesma Divisão. O que isto significa é que vão competir com jogadores do mesmo nível através destas divisões. Quando começarem a jogar, vão fazer alguns jogos que irão determinar a vossa divisão, e depois disso, irão enfrentar jogadores que obtiveram resultados semelhantes, evitando que sejam 'atropelados' por jogadores com plantéis ou habilidade superiores.

Todas as semanas vão existir recompensas relacionadas com a vossa classificação, divisão, e pontos da Champions, e ao escolherem as recompensas semanais, podem escolher evoluir um desses três campos, além de receberem pacotes. De resto, podem contar com novas animações ao abrirem pacotes, e uma série de novos ícones, incluindo finalmente o 'nosso' Eusébio.

Apito Final

O ano passado só tivemos coisas boas a dizer de FIFA 18. Este ano a EA Sports parece empenhada em construir em cima disso, menos preocupada com grandes mudanças na jogabilidade, e mais interessada noutros lados do jogo. A introdução da Liga dos Campeões, os novos modos de jogo, o fim da carreira de Alex Hunter em Journey (que ainda não vimos), a evolução de FIFA Ultimate Team Mode, são tudo novidades que nos entusiasmam. Em cima disso há o novo sistema de táticas e uma jogabilidade mais fluída. Agora resta esperar para ver como tudo se conjuga na versão final do jogo.

FIFA 19FIFA 19FIFA 19
FIFA 19FIFA 19FIFA 19