Gamereactor follow Gamereactor / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands / 中國
Gamereactor Close White
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
antevisões
Conan Exiles

Conan Exiles

Com o lançamento cada vez mais próximo, voltámos a experimentar Conan Exiles.

Facebook
TwitterRedditGoogle-Plus

Conan Exiles está em acesso antecipado do Steam e Game Preview da Xbox One há já algum tempo, mas recentemente a FunCom anunciou finalmente a data de lançamento definitiva. Dia 8 de maio, Conan Exiles será, não só lançado para essas plataformas, mas também fazer a estreia na PlayStation 4. Entretanto, muito mudou, e a FunCom convidou-nos aos seus escritórios para vermos precisamente essas mudanças.

Uma das maiores novidades é a mecânica para trepar várias superfícies, algo que parece ter sido inspirado por The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Uma grande variedade de estruturas podem ser trepadas, e à semelhança do jogo da Nintendo, o tempo que podem trepar é definido pela barra de energia da personagem. Isto mudou por completo a dinâmica do jogo, e facilita imenso a tarefa de sobreviver ao duro mundo de Conan Exile.

O sistema de combate também sofreu grandes alterações. Inicialmente era mais básico, com ataque e defesa, mas entretanto transformou-se em algo um pouco mais profundo e divertido. Têm acesso a ataques rápido e forte, bloqueio, e desvio. É um esquema muito comum a tantos outros jogos, mas que torna a experiência bem mais interessante do que o sistema anterior. Do que vimos, os controlos funcionam bem e a jogabilidade também. Dito isto, Conan Exiles é ainda um jogo de sobrevivência, por isso convém ter cuidado com quem ou com o quê arranjam sarilhos.

No mundo de Conan Exiles vão encontrar muitos recursos, incluindo dos animais que abatem, o que permite criar uma série de itens. Sempre que fazemos que aumenta as nossas hipóteses de sobrevivência, recebemos uma mensagem a congratular-nos, mas mais importante que isso, com novas dicas do que é possível fazer. Isto pertence a um elemento do jogo definido como Exiles Journey, uma espécie de tutorial para quem se está a aventurar no mundo de Conan Exiles. Com estas dicas, e com o recursos que recolhemos, conseguimos criar um fogo para cozinhar, que aproveitámos para assar umas carnes (não é aconselhável comer carne crua). Mas, infelizmente, distraídos com a nossa aventura e com a bela da carninha, descurámos a sede da personagem, e eventualmente morremos de desidratação.

Concluída esta nossa pequena aventura, partimos para o modo competitivo. A FunCom dividiu os jornalistas em duas equipas, num cenário de ataque e defesa. Começamos na equipa de ataque, com o objetivo de invadir e destruir a fortaleza inimiga. Estava a ser uma tarefa bastante complicada, até que um companheiro conseguiu invocar um dos deuses, causando aniquilação completa. Foi uma confusão tremenda, com quebras de fluidez e bugs, mas foi divertido.

Estes deuses também podem ser invocados durante o The Purge, um novo modo de jogadores contra a inteligência artificial. Funciona um pouco como um jogo de Tower Defense, e terão de proteger a vossa fortaleza de várias ondas de inimigos. Como é contra a inteligência artificial, a FunCom protegeu um pouco os jogadores em caso de derrota, no sentido em que os inimigos só vão causar alguns estragos, e nunca dizimarem a base em si. O tipo de inimigos que vão enfrentar depende sobretudo da localização da base, mas o ataque não é imediato. Um medido indica quando irá começar a investida inimiga, dando tempo aos jogadores para se preparem. Todos os jogadores de um clã vão receber este aviso.

Além de todas as mudanças que já referimos, a Funcom também acrescentou novas regiões para o jogador explorar, incluindo um pântano, e todas têm as suas próprias missões, inimigos, bosses, e masmorras. Um pormenor em relação às masmorras - podem ser completadas por um jogador solitário, embora exijam boa preparação e atenção. O risco elevado será recompensado com recursos e itens de grande qualidade. Desde que o acesso antecipado começou, a FunCom acrescentou também inúmeros itens (passaram de 200 a 800), duplicou a área de jogo, e povoou o mundo com muito mais vida. Isto, claro, além de terem resolvido vários problemas e corrigido muitas falhas.

O estúdio reconheceu, contudo, que não conseguiu fazer tudo o que queria. Alguns elementos em específico, como acampamentos, montadas, magia, e mascotes, são ausências que incomodam a FunCom, mas ficou a promessa - se o tempo e o orçamento o permitir - que irão tentar revisitar e implementar estas características no futuro. O estúdio reconheceu que precisa de ser honesto consigo próprio e com os jogadores, sobre o que pode ou não ser feito, e avança que eventualmente tinham de avançar para o lançamento, não podiam esperar eternamente até tudo estar feito.

A FunCom tem um longo plano para suportar e expandir o jogo, e nesse plano estão também micro-transações, embora o estúdio prometa que serão limitadas a conteúdo cosmético. Além do que já referimos, o estúdio pretende ainda acrescentar novos mapas e expandir a estória - neste momento é muito obtusa, contada apenas através de contextos extra.

Em resumo, gostámos deste novo Conan Exiles, que apesar das muitas mudanças e novidades, permanece fiel aos seus princípios originais. E sim, para quem está interessado em saber, continua a ser possível mudar o tamanho do pénis das personagens masculinas.

Conan ExilesConan Exiles
Conan ExilesConan ExilesConan Exiles