GR STREAMING
Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
antevisões
Hearthstone: Heroes of Warcraft

Hearthstone: Kobolds e Catacumbas

Prontos para descerem às masmorras à procura de loot precioso?

  • Texto: Arttu Rajala

Começa a ser uma tradição. Nova BlizzCon, nova expansão de Hearthstone: Heroes of Warcraft. Depois de explorarem Un'Goro Crater, e de enfrentarem os Death Knights do Lich King, os jogadores vão agora para as masmorras dos Kobolds. A nova expansão vai introduzir 135 cartas no jogo, e também algumas mecânicas novas, como as armas lendárias das classes. Estas armas não serão fáceis de obter, mas podem ter grande impacto na jogabilidade.

Um bom exemplo é o Aluneth, a arma lendária do Mago. É uma arma 0/3, que acrescenta três cartas ao jogador no início do turno, além da carta que já recebe. Isto permite acelerar imenso o jogo, mas também levanta alguns problemas. Como é uma arma 0/3, não podem atacar e descartá-la. Isto significa que, se não jogarem várias cartas, podem encher a mão demasiado rápido, ou esgotar o baralho. Isto significa que o baralho tem de ser construído em cima desse conceito, ou têm de arranjar uma forma de destruir a arma.

Durante a nossa conversa com a Blizzard, foi-nos assegurando que estas cartas não pretendem ser a nova opção obrigatória para os jogadores, e que outros baralhos vão continuar a ser viáveis. O objetivo, segundo a Blizzard, é introduzir alternativas memoráveis, novas possibilidades, não substitutos para o que já existe.

Outra novidade de Kobolds e Catacumbas é a mecânica de Recrutamento. Esta habilidade estará em algumas criaturas e em alguns feitiços, e o que faz é pegar numa criatura do baralho do jogador e colocá-la em jogo. Estas criaturas podem ser escolhidas de forma completamente aleatória, ou sob determinadas condições, como "uma criatura de valor abaixo dos 4 cristais de mana", por exemplo. Outra característica a considerar é que, quando as criaturas entram em jogo desta forma, o seu grito de guerra não é ativado.

Pensem na carta King Mukla, por exemplo, uma criatura 5/5 que custa três cristais de mana. Quanto entra em jogo, o King Mukla oferece duas bananas ao adversário, o que é um efeito negativo para o seu jogador. Se o King Mukla entrar em jogo com Recrutamento, este efeito não e ativado e o adversário já não é recompensado com as duas bananas, tornando esta carta lendárias numa criatura bem mais apelativa.

Outra novidade são as Pedras Mágicas, também específicas por classe. Enquanto estiverem na mão do jogador, estas cartas podem ser melhoradas caso se confirmem algumas situações, como o Xamã ter sobrecarga de três cristais, por exemplo. Estas cartas podem ser melhoradas até três vezes por jogo, custando sempre o mesmo preço, mas recebendo efeitos mais fortes. A Safira Mágica do Xamã, por exemplo, permite invocar uma cópia de um lacaio aliado na sua forma mais fraca. Na forma intermédia permite invocar duas cópias, e na sua forma mais poderosa, permite invocar três cópias.

À semelhança da expansão anterior, Kobolds e Catacumbas também vai introduzir conteúdo para um jogador, na forma do modo Sessões de Masmorra. Neste modo terão de enfrentar oito "bosses", todos de seguida e com o mesmo baralho. No primeiro confronto vão ter apenas 12 cartas, mas sempre que derrotam um boss, vão acrescentar uma carta poderosa a esse baralho, além de três cartas regulares. Ao todo vão existir 48 bosses, permitindo grande variedade possibilidades nos oito encontros. A ideia é que será difícil completar oito combates seguidos, mas o facto do baralho ser pre-determinado, significa que têm em mãos o que precisam para vencer. O resto virá com sorte e habilidade. Como devem calcular, além de um verso para as cartas, também vão existir outras recompensas para quem terminar Sessões de Masmorra, mas para já, essas recompensas não foram reveladas.

A Blizzard fez ainda questão de acrescentar que todos os jogadores vão receber duas cartas lendárias. A primeira é a criatura Marin, a Raposa, um lacaio 6/6 que custa 8 cristais de mana, e que invoca uma criatura 0/8 (um baú) para o oponente. Se derrotarem essa criatura, serão recompensados com uma carta valiosa. Esta carta já está disponível, e pode ser jogada, ainda antes do lançamento da expansão. E quando é o lançamento? Em dia ainda por definir de dezembro.

Do que vimos, falámos, e jogámos, Kobolds e Catacumbas parece ser uma adição bastante divertida a Hearthstone: Heroes of Warcraft, um tom necessário depois da última expansão sombria. O espírito de masmorras e catacumbas é também uma boa forma de respeitar o legado de fantasia e RPG deste jogo de cartas. Estamos curiosos para perceber como irão estas cartas e mecânicas afetar o jogo, e que tipos de baralhos irão os jogadores criar desta vez.

Hearthstone: Heroes of Warcraft
Hearthstone: Heroes of WarcraftHearthstone: Heroes of WarcraftHearthstone: Heroes of WarcraftHearthstone: Heroes of Warcraft