Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor Portugal
análises
Katamari Damacy Reroll

Katamari Damacy Reroll

Todas as estrelas desapareceram, e agora, só um príncipe pode restaurar o céu.

Katamari Damacy RerollKatamari Damacy Reroll

Já se passou algum tempo desde que vimos um verdadeiro Katamari Damacy chegar às consolas, e embora este Reroll não seja um título inteiramente novo, pelo menos foi agradável perceber que o conceito original continua a ser bastante divertido. Trata-se de uma versão remasterizada do primeiro jogo, lançado há 14 anos para a PlayStation 2, disponível agora para Nintendo Switch e PC.

A história e o conceito são perfeitamente absurdos - Katamari Damacy começa com o Rei de Todo o Cosmos, que sem querer, destruiu todas as estrelas do céu. Agora terá de ser o pequeno príncipe a corrigir a asneira do pai, e para isso terá de usar o seu Katamari (uma bola que cola tudo o que toca) para recolher vários itens de forma a criar novas estrelas.

Com cada novo objeto, o Katamari cresce, permitindo apanhar objetos cada vez maiores. É um sistema de progressão engraçado pelos níveis, em que objetos que anteriormente eram obstáculos, acabam por serem também eles apanhados pelo Katamari. Os primeiros níveis são curtos em termos de escala, mas eventualmente o Katamari será grande o suficiente para apanhar objetos como camiões, elefantes, e casas.

Têm um limite de tempo para conseguirem o tamanho necessário para passarem de nível, e se conseguirem alcançar o objetivo antes que termine, podem usar o tempo restante para tentarem aumentar ainda mais o tamanho do Katamari. Quanto maior o Katamari, mais feliz ficará o rei. Um pormenor engraçado é que o Katamari, conforme apanha objetos, começa a perder a sua forma redonda, tornando-se mais trapalhão no seu movimento. Isto significa que o príncipe terá de ter essas falhas em consideração enquanto empurra o Katamari.

A jogabilidade proporciona um tremendo sentimento de progressão, que se torna bastante viciante. Então se o jogarem como nós, numa Nintendo Switch em modo portátil, torna-se ainda mais difícil largar a consola. Além dos níveis normais, existem outros níveis extra, onde o objetivo passa por recolher objetos específicos de forma a agradar o rei. Estes acabam por ser mais relaxantes, já que não existe o limite de tamanho, mas isso não significa que sejam fáceis. É preciso ponderar a ordem em que vão apanhar os itens, de forma a não perderem um objeto pequeno que esteja atrás de um objeto maior, por exemplo.

Katamari Damacy Reroll

Embora a experiência base permaneça maioritariamente idêntica, existem algumas pequenas diferenças. O grafismo foi ligeiramente melhorado, enquanto que os controlos tornaram-se mais acessíveis e simplificados. Enquanto o original obrigava a usar os dois analógicos em simultâneo para empurrarem o Katamari, aqui só precisam de usar o analógico esquerdo. Honestamente, preferimos o esquema clássico, e se pensam como nós, então fiquem a saber que podem escolher essa opção. Além do esquema novo e do clássico, existe também a opção para usar controlos de movimento, mas não resultam de todo.

Outra particularidade de Katamari Damacy é o facto de permitir vislumbrar um pouco do estilo de vida dos japoneses, e dos seus objetos do dia-a-dia. Vão encontrar muitos itens distintamente japoneses, como sushi, cápsulas para figuras, carros japoneses, sinais, rebuçados, e até lutadores de sumo. Embora o tema seja universal, Katamari Damacy é claramente japonês, e não esconde as suas origens. Uma palavra também para a banda sonora, alegre e divertida, que teima em não sair da nossa cabeça.

Em termos de conteúdo, o jogo base é relativamente curto, não ocupando mais do que seis ou oito horas, embora exista algum valor de repetição. Para desbloquearem tudo, e cumprirem todos os desafios, vão precisar de bem mais tempo, o que significa que depende de vocês se querem retirar pouco ou muito de Katamari Damacy Reroll. Dito isto, parece-nos que se perdeu a oportunidade de fazer algo mais, de introduzir algum conteúdo extra considerando o quão atípico e especial foi o original.

Katamari Damacy Reroll é assim um remaster competente de um jogo que envelheceu bastante bem, e que continua a ser bastante divertido. É uma experiência diferente de praticamente tudo o resto que podem encontrar hoje em dia, um jogo que nos lembrou de como são os projetos guiados pela criatividade, sem agendas das editoras a ditarem o design. Se precisarem de um pouco de alegria, loucura, e excentricidade nas vossas vidas, Katamari Damacy Reroll é uma boa opção.

Katamari Damacy RerollKatamari Damacy Reroll
Katamari Damacy RerollKatamari Damacy RerollKatamari Damacy Reroll
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Continua a ser um conceito divertido, que passou o teste do tempo. Brilhante banda sonora e estilo visual único.
-
Controlos de movimento não impressionaram. Podia ter mais conteúdo. Sendo um remaster, gostaríamos de ter visto mais alguns extras.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor