Gamereactor Close White
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
análises
Artifact

Artifact

A Valve mostra que os jogos de cartas podem ser profundos sem serem complicados.

Facebook
TwitterReddit

Os jogos digitais de cartas estão definitivamente na moda, com uma série de abordagens e propostas diferentes. Desde Gwent, da CD Projekt Red, a Hearthstone da Blizzard, passando por The Elder Scrolls: Legends da Bethesda e o inevitável Magic: The Gathering, existe algo para todos os tipos de jogadores, e agora podem acrescentar mais um à lista. Trata-se de Artifact, um jogo de cartas da Valve que é inspirado no universo de Dota.

A principal diferença de Artifact é que aqui estão a jogar em três tabuleiros em simultâneo, cada um dividido em duas metades - a do jogador e a do oponente. Os tabuleiros são jogados da esquerda para a direita, e para ganharem devem conquistar dois dos três tabuleiros. Enquanto a maioria dos jogos vê os jogadores tentarem tirar a vida dos respetivos avatares, aqui o objetivo é destruir a torre adversária em cada tabuleiro. Ou seja, se destruírem duas das três torres do oponente, ganham. Cada baralho pode incluir até cinco heróis de várias cores, cada um com habilidades diferentes. Estes heróis podem ser colocados em qualquer tabuleiro, e se forem mortos, ressuscitam passado algum tempo. A questão é que os outros tipos de cartas só podem ser jogadas num tabuleiro onde esteja já presente um herói de cor correspondente. Cada herói pode ser equipado com vantagens, habilidades, armadura, e armas, tornando-os mais fortes ou mais resistentes, dependendo da vossa estratégia.

O sistema de cores divide-se da seguinte forma: vermelhas são caras, mas extremamente ofensivas; azuis incluem vários tipos de feitiços; verdes correspondem normalmente a criaturas; e preto inclui elementos que permitem melhorar as vossas forças e diminuir as do adversário. Um baralho tem de incluir um mínimo de 40 cartas, já contando com as cartas de herói, mas não existem limites de cartas. Querem um baralho de 100 cartas? É possível, mas podem ter problemas em manter uma estratégia com tantas cartas diferentes.

Também existem "itens" que podem usar para vários efeitos, como armas, armaduras, melhoramentos de saúde, e até ações específicas para as torres que se ativam em cada ronda. Em cada turno podem decidir o que vai no quê, e quem vai fazer o quê, e quando estiverem terminados, passam o turno. Convém, contudo ter atenção a todos os pormenores dos três tabuleiros, até porque podem ver quanto dano será causado por cada carta. Depois é a vez do adversário fazer o mesmo (ou vice-versa), e quando os dois terminaram de planear as suas jogadas, começa a batalha. As criaturas entram em confronto, ou se não houver um herói à sua frente, atacam a torre correspondente. Depois das batalhas nos três tabuleiros terminarem, surge uma ronda de compras, onde podem comprar recursos com moedas de ouro.

Para vencerem, devem derrubar duas das três torres adversárias, cada uma com 40 pontes de saúde, mas existe outra forma de chegar à vitória. Depois de derrotarem uma torre, surge a sua alma em forma de cristal, e se a conseguirem derrotar, ganham. Esta segunda forma das torres tem o dobro da saúde da primeira fase, o que significa que podem dividir a estratégia em torno de várias torres, ou apostar tudo no domínio de um só tabuleiro.

Com todos estes elementos, Artifact consegue apresentar um estilo de jogo mais complexo do que noutros jogos do géneros, com muitas abordagens diferentes e estratégias possíveis. Felizmente, nunca parece excessivamente complicado. Existem muitas cartas e tipos de cartas no jogo, mas tudo parece orgânico e lógico. O resultado é um jogo que deve ser fácil de pegar e jogar, mas com profundidade suficiente para os melhores realmente se destacarem. Existem também vários modos de jogo para escolherem, desde partidas contra a inteligência artificial ou com amigos, a confrontos a contar para o ranking contra outros jogadores.

Um modo muito especial é Expert, onde os jogadores não jogam com os seus baralhos, mas antes com um baralho formado pelas cartas que vos saírem numa série de pacotes oferecidos para essas partidas. Acaba por ser um modo mais equilibrado onde o vencedor não é quem gastou mais dinheiro para criar o seu baralho.

Este modo divide-se em algumas alternativas. Phantom Draft permite jogar com um baralho de 60 cartas gratuitas, que não podem manter. Contudo, se ganharem partidas suficientes, podem receber alguns pacotes gratuitos de cartas. Keeper Draft permite manter as cartas que receberam para formar o baralho, mas só serão elegíveis a participar se tiverem cinco pacotes por abrir no inventário. E como em Phantom Draft, se ganharem algumas partidas, vão receber alguns pacotes extra. Mas há mais uma questão. Para participarem nestes modos têm de oferecer um bilhete, que podem obter ao destruírem cartas.

Quanto a preços, Artifact não é free-to-play. Em vez disso, têm de comprar o jogo por € 19.99, mas não ficam de mãos a abanar. Vão receber cinco heróis, nove itens e 40 cartas, além de 10 pacotes de cartas, cada um com 12 cartas aleatórias (pelo menos uma será rara). Cada pacote isolado custa € 1.99. Depois têm ainda a hipótese de desfazer cartas ou trocá-las com outros jogadores.

A nível técnico, Artifact proporcionou-nos sempre uma experiência sólida, com um emparelhamento rápido, loadings velozes, e bons efeitos visuais, além de um estilo de arte distinto. A concorrência no género é forte, mas Artifact é sem dúvida uma hipótese de grande valor para quem aprecia jogos digitais de cartas. Não só é bastante bom, como consegue apresentar várias ideias originais, tornando-o ideal para quem procura algo diferente - e os preços parecem-nos justos, o que é sempre importante neste género.

ArtifactArtifact
ArtifactArtifactArtifact
ArtifactArtifact
07 Gamereactor Portugal
7 / 10
+
Trás algo de novo ao género de cartas. Muita profundidade sem ser demasiado complicado. Boa dose de modos
-
Construção do baralho pode ser algo chata. Fase de compras é desnecessária. Se querem ser competitivos, têm de gastar dinheiro.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor