Gamereactor follow Gamereactor / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands / 中國 / Indonesia / Polski
Gamereactor Close White
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
análises
Street Fighter 30th Anniversary Collection

Street Fighter 30th Anniversary Collection

Mais que uma coleção, é um tributo e uma peça da história dos videojogos.

Facebook
TwitterRedditGoogle-Plus

Se são fãs de Street Fighter, esta é a coleção de que estavam à espera, não só porque reúne um catálogo enorme de jogos, mas porque adapta as melhores versões desses mesmos títulos. Foram usadas as versões das máquinas arcade CPS I a III, e não as versões inferiores de consolas, o que garante um grafismo superior, melhor jogabilidade, e a experiência genuína de cada um destes Street Fighter. Através de um museu digital, com curiosidades, documentários, e arte, podem também percorrer a história de uma das sagas mais influentes dos videojogos.

Estes são os jogos incluídos na coleção: 1987 Street Fighter, 1991 Street Fighter II, 1992 Street Fighter II: Champion Edition, 1992 Street Fighter II: Hyper Fighting (tem online), 1993 Super Street Fighter II, 1994 Super Street Fighter II: Turbo (tem online), 1995 Street Fighter Alpha, 1996 Street Fighter Alpha 2, 1998 Street Fighter Alpha 3 (tem online), 1997 Street Fighter III, 1997 Street Fighter III: 2nd Impact, and Street Fighter III: 3rd Strike (tem online).

Trata-se de uma coleção tão diversificada, com tanta oferta, que cada jogador pode abordá-la de formas diferentes. Alguns vão saltar diretamente para o grande clássico, Street Fighter II, enquanto que outros terão a curiosidade de experimentar o Street Fighter original. Street Fighter III não foi um jogo muito popular, e isso significa que muitos podem jogá-lo pela primeira vez nesta coleção. Depois existe tudo pelo meio, além do museu virtual com uma cronologia interativa. Podem explorar a história da saga, acompanhada de imagens de arte, factos, e curiosidades. Ou talvez prefiram ouvir os vários temas, ler os perfis de mais de 60 personagens, ou ver os processos de transição de um jogo para o outro.

Supomos, contudo, que a maioria irá experimentar primeiro o seu jogo favorito. No nosso caso esse jogo é Street Fighter Alpha 2, que causou furor durante a década de 90. Ao começarmos a jogar, recordámos as várias sessões que passámos a jogar nas máquinas arcade, impressionados com a qualidade do grafismo em comparação com Street Fighter II. O ritmo da jogabilidade era perfeito, as personagens equilibradas, e a dificuldade bem ajustada. Em cima disso, Alpha II introduziu Evil Ryu e Sakura na série, duas personagens que são agora clássicas. Alguns dirão que Alpha III é superior, o que é perfeitamente válido, mas enquanto fãs do II, ficámos desiludidos com a ausência de modo online nesse jogo. Da trilogia Alpha, só o terceiro jogo tem modo online.

Quanto a Street Fighter II, como podem ver em cima, teve direito a cinco versões diferentes. Podem achar muito, e de certa forma, é, mas em termos históricos são importantes, porque todas apresentaram alterações que as distinguiram de uma forma ou outra. Desde os cenários das arenas, à jogabilidade, passando por cores dos lutadores e até a velocidade de jogo, podem perceber de que forma Street Fighter II mudou ao longo de cada versão. Quanto às versões com modos online, Hyper Fighting e Super Turbo foram os escolhidos, o que faz sentido, considerando que ambos ainda circulam em muitos torneios competitivos.

Street Fighter III não é tão famoso como SFII e a trilogia Alfa, mas para muitos jogadores, representa o expoente máximo da saga dentro do espaço 2D. É também um dos jogos mais corajosos da série, composto por muitos lutadores inéditos, mudanças na jogabilidade, e mecânicas novas. Até o estilo da arte foi alvo de uma notória alteração, o que causou alguma estranheza a muitos jogadores, de tal forma que os 'puristas' de Street Fighter II ainda não aceitam bem este terceiro jogo. Nós pertencemos ao campo dos jogadores que consideraram Street Fighter III um dos melhores de toda a saga, e felizmente, também vem com modo online.

A coleção de jogos em si dificilmente podia ser melhor, já que todas as edições da saga no espaço 2D estão representadas. Quanto ao museu, é uma excelente oportunidade para conhecerem melhor o legado de Street Fighter, se bem que também gostaríamos que tivesse sido acrescentada uma descrição mais detalhada das alterações feitas às personagens e aos golpes ao longo dos anos. Existe um modo treino para cada, mas gostaríamos de algo mais detalhado e informativo em termos de golpes, além de que nem todas as mecânicas são exploradas ou detalhadas neste modo. Entretanto a Capcom assegurou que está a trabalhar numa atualização que irá reforçar precisamente o modo estória.

Street Fighter 30th Anniversary Collection é uma fantástica coleção, não só porque inclui todos estes pormenores extra, mas também um conjunto de jogos que são, a maioria, ainda bastante jogáveis e divertidos hoje em dia. É um pedaço da história dos videojogos num só sítio, e uma verdadeira bomba de nostalgia para qualquer fã de Street Fighter. Se é o vosso caso, esta coleção passa a ser naturalmente uma recomendação com honras máximas.

Street Fighter 30th Anniversary CollectionStreet Fighter 30th Anniversary Collection
Street Fighter 30th Anniversary CollectionStreet Fighter 30th Anniversary CollectionStreet Fighter 30th Anniversary Collection
09 Gamereactor Portugal
9 / 10
+
Explora a série e a sua evolução ao longo dos anos. Boa conversão, com jogabilidade a responder bem. Museu virtual com arte, curiosidades, e documentários.
-
Street FIghter Alpha 2 não tem modo online. Não inclui demonstração nas novidades de cada edição.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor