GR STREAMING
Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
análises
Super Mario Odyssey

Super Mario Odyssey

Um tributo fantástico a Super Mario e os seus fãs.


Em menos de oito meses, a Nintendo Switch recebeu um dos melhores capítulos da saga de The Legend of Zelda e um dos melhores jogos de Super Mario. Nada mau, Nintendo, nada mau. Super Mario Odyssey é isso mesmo, um fantástico jogo de Mario, possivelmente o melhor de sempre, sobretudo se esquecermos a nostalgia. À fórmula tradicional de Super Mario foram acrescentados vários ingredientes novos, num jogo que se mantém bem alto enquanto experiência isolada, mas que contém inúmeras surpresas para os fãs de toda a saga. É um verdadeiro tributo à personagem e a quem o tem acompanhado nesta viagem de longa data, e que viagem fantástica tem sido.

Super Mario Odyssey é um Mario 3D, que talvez partilhe mais semelhanças com Super Mario 64. A campanha está dividida em reinos (ou Kingdoms), que funcionam como mundos abertos de tamanho mediano. A forma como abordam cada nível não é linear, e podem cumprir os objetivos numa ordem completamente diferente da de outro jogador. Dito isto, os segmentos de plataformas em si são lineares, um pouco como se fossem vários níveis colados num só mundo. É uma abordagem que funciona bastante bem, ainda que em termos de experiência global não seja particularmente arriscado ou novo.

O jogo arranca como tantos outros - com o rapto da Princesa Peach. Bowser decidiu casar com a princesa contra a sua vontade (começa a ser difícil manter uma visão de Bowser como vilão simpático), deixando Mario para trás. Derrotado, Mario vai parar ao reino "Cap", onde conhece Cappy, a grande novidade da Nintendo para Super Mario Odyssey. Cappy é uma criatura que se assemelha a um chapéu, e tem grandes propriedades mágicas. Não só pode assumir a forma de qualquer chapéu, como consegue oferecer a Mario o controlo de outras criaturas. O duo decide unir forças para perseguirem Bowser, que além da princesa, também raptou a parceira de Cappy (é o chapéu de Peach).

Para perseguirem Bowser, Mario e Cappy precisam de uma nave, a Odyssey, que é alimentada à base de Power Moons. Em cada reino vão precisar de encontrar um determinado número de Power Moons para avançarem, seja eliminado o boss local (outro requerimento para continuarem na perseguição), ou vasculhando o reino - cada nível inclui muitas mais do que as que são necessárias para avançar. Uma palavra sobre estes bosses, na forma de coelhos maléficos que estão a ajudar Bowser a preparar o seu casamento. Ainda que não sejam particularmente difíceis (derrotámos a maioria sem morrermos uma única vez), são imaginativos e divertidos, mas vão enfrentá-los a todos mais do que uma vez, normalmente numa versão ligeiramente mais difícil que a anterior. Existem outros bosses... mas esses são surpresa.

Cada reino é formado por várias secções de plataformas, e inúmeros segredos. Existe muito para explorar em cada reino, e algumas Power Moons vão exigir um grande esforço do jogador, seja através de secções precisas de saltos, exploração fortuita, ou objetivos imaginativos. Desde recolher todas as ovelhas perdidas de uma personagem, a explorar grutas aquáticas, existem inúmeras formas de encontrar Power Moons, e o jogador que se dedicar a encontrá-las todas, vai ter jogo muito além da campanha de estória. Nesse prisma, uma palavra ainda para o conteúdo desbloqueado após terminarem a campanha, que é um verdadeiro mimo para fãs de Mario, sobretudo de Super Mario 64. Segredos não faltam para descobrirem.

Além das Power Moons, cada nível inclui também moedas especiais, além das moedas tradicionais. Enquanto as moedas tradicionais podem ser usadas em todos os reinos, as moedas especiais são específicas para o nível em questão. Podem usar estas moedas numa loja situada no início de quase todos os reinos, para adquirirem itens, fatos, e objetos decorativos. Com moedas tradicionais podem comprar um coração que aumenta a vida de Mario, uma Power Moon, e fatos generalistas. Com as moedas especiais podem adquirir outros fatos em contexto para o nível em questão (como o fato de explorador no nível da floresta), e itens decorativos para a Odyssey, também eles em contexto com o reino. Ao contrário das moedas tradicionais que reaparecem passado algum tempo, ou se voltarem ao nível mais tarde, as moedas especiais são únicas e só podem ser recolhidas uma vez.

Uma das mudanças que a Nintendo realizou envolve o sistema de "vidas", que foi completamente apagado para a nova aventura. Super Mario Odyssey utiliza antes um sistema de 'continues' e checkpoints. Existem vários espalhados pelos níveis, e quando morrem, vão parar ao checkpoint mais próximo. Mario tem também saúde, na forma de corações. Um coração permite receber até três golpes, mas podem receber um coração extra, que cheio, oferece a Mario uma tolerância para seis golpes. É um sistema que mantém o jogo acessível, até porque nunca perdem progresso ao morrerem, apenas perdem tempo porque são empurrados para um checkpoint.

Ao nível da jogabilidade, Super Mario Odyssey inclui as opções mais tradicionais da saga. Saltos, triplo-saltos, saltos agachados, saltos laterais, e toda a gama de movimentos a que já estão habituados. A grande novidade vem, naturalmente, da introdução do Cappy. Podem atirar o chapéu para a frente, fazê-lo rodopiar em torno de Mario, e até mantê-lo a girar no ar durante alguns segundos, para o usarem como plataforma. Como já tínhamos referido, podem também assumir controlo de outras criaturas com o Cappy. Peixes, balas de canhão, sapos, tartarugas, e goombas, são apenas alguns exemplos. Cada reino tem um tipo de criatura exclusivo para controlarem, com habilidades únicas, e uma boa parte do design desse nível envolve usar essas capacidades. É divertido, e algo que ajuda a manter a experiência variada. Ah, sim, também podem assumir controlo de um T-Rex, mas apenas durante alguns momentos.

Outra particularidade de Super Mario Odyssey surge em alguns momentos "retro", em que ao entrar num tubo, Mario, inimigos, e objetos, transformam-se em representações do Super Mario Bros. original. Imaginem algo semelhante ao efeito 2D de The Legend of Zelda: A Link Between Worlds. Estes momentos são divertidos, e no nível de Metro City vão ter direito a uma deliciosa surpresa, mas mais não revelamos.

Super Mario Odyssey está longe de ser o jogo mais complexo ao nível de ações, design, e inteligência artificial, mas dentro da sua simplicidade, é um jogo bastante polido. A jogabilidade funciona bastante bem, e o design dos níveis é brilhante. Existem níveis claramente superiores a outros, sobretudo a nível de temática, mas em termos de design, todos têm qualidade. Dito isto, Mario num contexto realista (Metro City) pareceu-nos estranho quando foi apresentado, e continua a sê-lo agora.

Continuando no tópico de defeitos, também é necessário referir os controlos à base do sensor de movimentos dos Joy-Con. Como é tanta vez habitual, estes controlos não são realmente viáveis, já que o seu grau de precisão deixa a desejar. Por várias vezes tentámos atirar o chapéu para cima, e ele foi para baixo, ou algo semelhante. A estória é também, bastante previsível e simples, tal como os níveis de produção. O som é agradável, mas nada de memorável, e o grafismo é bonito, embora muito longe dos padrões atuais.

Super Mario Odyssey é um jogo delicioso, um dos melhores disponíveis na Nintendo Switch. É extremamente divertido, tem momentos encantadores, e algumas surpresas que vão colocar sorrisos rasgados na face dos fãs de Super Mario. É o melhor jogo de sempre, e outras parvoíces com que alguns lhe querem rotular? Não, claro que não, mas é o melhor Super Mario que já jogámos, e isso para nós é mais que suficiente.

Super Mario OdysseySuper Mario Odyssey
Super Mario OdysseySuper Mario OdysseySuper Mario Odyssey
09 Gamereactor Portugal
9 / 10
+
Excelência no design dos níveis. Está a transbordar com conteúdo. Jogabilidade polida. Cappy é uma excelente adição à fórmula. Muitas surpresas para fãs de Super Mario.
-
Não corre grandes riscos com uma fórmula que já tem barba. Alguns níveis são bem melhores que outros. Valores de produção baixos. Controlos de movimento imprecisos .
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor