Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
análises
Aven Colony

Aven Colony

Está na hora de procurar uma nova casa entre as estrelas.

  • Texto: Mike Holmes
Aven Colony

Adorámos as primeiras horas de Aven Colony, e não apenas pela sua capacidade enquanto jogo de construção de cidades e bases. Mesmo para quem aprecie mais ficção científica do que construir bases, existem aqui elementos de interesse que vão manter o jogador curioso durante a campanha, e o ritmo é bastante bom, tal como todo o ambiente em torno do jogo, enriquecido com grafismo de qualidade. Durante essas primeiras horas chegámos a suspeitar que a Mothership Entertainment poderia ter um clássico entre mãos.

Infelizmente essa excelente primeira impressão não durou além das horas iniciais, e eventualmente começamos a tropeçar nas limitações desde jogo de construção de cidades e exploração. É uma pena, porque o início é realmente promissoras, mas mesmo que o potencial não seja devidamente cumprido, o resultado é ainda assim capaz de proporcionar uma experiência interessante.

O conceito é muito simples. São responsáveis pelas várias colónias terrestres no planeta Aven Prime, e pela criação de pequenas comunidades que sejam capaz de cumprir os objetivos de colonização. Isto é conseguido através de missões, cada uma com um desafio específico que devem ultrapassar. A maioria destes desafios são definidos pelo mapa em que estão a jogar, mas também existem outros objetivos menores que podem tentar cumprir.

A campanha em si é acessível, e a forma como tudo é indicado ao jogador, torna a experiência de jogo em algo linear, mas nem tudo é igual para os jogadores. A composição de cada base será diferente de jogador para jogador, mas devido à estrutura das missões, é fácil perceber que vão existir muitos pontos semelhantes entre as bases. Têm alguma liberdade para expandirem, mas fazê-lo normalmente implica ter de adiar o objetivo final. Também percebemos que, depois de dominarmos realmente todos os sistemas de jogo, Aven Colony perde parte do desafio e do apelo, e o sentimento de descoberta dá lugar a alguma repetição.

Embora a campanha seja o principal motivo de interesse, também existe um modo livre que podem experimentar, mas a este falta um gerador aleatório de mapas, ou um editor. Embora os cenários se tornem repetitivos neste modo, existe a opção para personalizar vários elementos da jogabilidade. Compreendemos que a campanha seja limitada em termos de possibilidades, já que segue um percurso muito específico, mas o modo livre podia e devia oferecer mais. Se a Mothership Entertainment lançar mais mapas, ou idealmente um editor/gerador de mapas, o modo livre de Aven Colony vai certamente ganhar um apelo reforçado.

Mesmo assim, a campanha permite ao jogador completar uma lista variada de objetivos, sobretudo considerando o conceito de construção de cidades. Uma das primeiras missões pede que investiguem várias fontes de energia, o que culmina com a descoberta de problemas ambientais que os colonistas terão de ultrapassar. Outros objetivos incluem construir uma base longa ao longo de uma paisagem gelada, e criar um aglomerado de quintas numa área de grande vegetação.

Aven Colony

As mecânicas de construção de bases são bastante acessíveis, e se estão habituados a este tipo de jogos, vão perceber como tudo funciona em pouco tempo. Ao expandirem a vossa colonização terão de tomar algumas decisões, sobre como aproveitar a energia, que tipo de estruturas são prioritárias, e como vão oferecer entretenimento aos cidadãos (não pode ser só trabalho). Até existem eleições, mas não sabemos o que acontece se perderem, embora a vossa popularidade seja essencial para recrutarem mais cidadãos que ainda estejam na nave.

Através das várias câmaras posicionais da colónia, podem aceder a informações sobre o que os colonistas estão a fazer. É um pormenor engraçado, mas que não contribui com muita informação realmente útil. Gostaríamos de ter visto mais alguma personalidade na nossa civilização, algo que motivasse o nosso interesse na população além do cumprimento de números. A experiência de jogo seria certamente engrandecida se a população fosse um pouco mais interessante e dinâmica.

Também existe um sistema de trocas, mas não é muito profundo ou motivador. Eventualmente também terão acesso a uma função para enviar equipas de pesquisa para as áreas adjacentes às bases, mas à semelhança de outras áreas do jogo, falta-lhe alguma personalidade - tudo decorre longe do jogador. Aven Colony não tem sistemas 'partidos', que não funcionem, mas não são tão interessantes quanto podiam ser. Se a Mothership Entertainment conseguir expandir estas áreas via atualizações ou expansões, Aven Colony será um jogo muito mais próximo do seu grande potencial.

Apesar do excelente arranque, o progresso na aventura acabou por revelar um jogo que não é capaz de voar tão alto quanto poderia, mas é ainda assim uma boa aposta para fãs do género. Falta-lhe alguma profundidade, alguma nuance em certas áreas, e algum dinamismo, mas é uma experiência interessante e acessível - inclusive nas consolas. Resta agora perceber se a Mothership Entertainment tem intenções de reforçar a excelente base que tem em mãos.

Aven ColonyAven Colony
07 Gamereactor Portugal
7 / 10
+
Visualmente bem conseguido. Acessível. Temática interessante. Variedade de cenários na campanha.
-
Falta alguma nuance nas trocas e na exploração. O modo livre requer mais mapas, ou gerador aleatório.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor