Gamereactor Internacional Português / Dansk / Svenska / Norsk / Suomi / English / Deutsch / Italiano / Español / Français / Nederlands
Gamereactor
Iniciar sessão






Esqueceu-se da password?
Não estou registado mas quero registar-me

Prefiro iniciar sessão com a conta de Facebook
Gamereactor Portugal
antevisões
Uncharted: O Legado Perdido

Uncharted: O Legado Perdido

Como é Uncharted sem Nathan Drake?


Uncharted: O Legado Perdido é uma nova experiência da saga, que não sendo Uncharted 5, também não é uma verdadeira expansão de Uncharted 4. A base será muito a do último jogo, mas não vão precisar de Uncharted 4 para jogarem O Legado Perdido, podem comprar este 'jogo' de forma independente. Este é também um marco importante para a saga, porque é o primeiro capítulo em que o protagonista não é Nathan Drake. No seu lugar está Chloe Frazer, personagem que apareceu em Uncharted 2 e 3.

Chloe partilha muitas semelhanças com Nathan Drake, incluindo um apetite por tesouros, bom conhecimento arqueológico, e eficácia com armas de fogo. A seu lado estará Nadine Ross, uma das vilãs de Uncharted 4: O Fim de um Ladrão. Nesse jogo, Nadine surgiu como a líder de um grupo paramilitar chamado Shoreline, que foi dissolvido depois dos eventos desse jogo. Agora Nadine funciona como mercenária, mas irá unir forças com Chloe numa estória que se passa entre seis a doze meses depois dos eventos de Uncharted 4 (bem, os eventos da estória principal, e não os do final "verdadeiro").

Publicidade:

A dupla está a procura de um artefacto lendário, a presa perdida de Ganesha (se pesquisarem Ganesha, podem reparar que em todas as imagens, apenas uma presa está presente). Esta procura vai guiar Chloe e Nadine para as montanhas da Índia, mas como podem calcular, não são as únicas que procuram o artefacto. Terão de enfrentar uma milícia, comandada por um inimigo sedento de poder que também procura a presa. Embora seja um capítulo diferente de Uncharted, sem Nathan Drake ao leme, a fórmula típica da série esteve bem evidente na secção que jogámos.

No espaço de uma hora visitámos ruínas, experienciámos sequências cinemáticas de ação fantásticas, e resolvemos alguns puzzles relativamente simples. O foco, como sempre, está na ação, mas não conseguimos resolver todas as lutas através de força bruta. Mais do que noutros jogos de Uncharted, foi necessário tentar uma abordagem mais furtiva, despachando tantos inimigos silenciosamente quanto possível. Mecanicamente, isto é tão Uncharted quanto possível, mas como funciona a química entre Chloe e Nadine?

Devido à sua descendência indiana, Chloe já tem um conhecimento bastante avançado da cultura do país, o que é a desculpa perfeita para explicar a Nadine (e ao jogador) tudo o que precisa de saber. As áreas que vimos estavam cobertas de folhagem verde espetacular, engrandecidas com quedas de água de tirar o fôlego. Enquanto Chloe parece ser uma lutadora de cabeça quente, Nadine equilibra a equação com a sua postura mais calculada e controlada. As capacidades de Nadine não se limitam a efeitos narrativos, também são úteis durante a jogabilidade. À semelhança do irmão de Nathan em Uncharted 4, Nadine vai ajudar Chloe enquanto é controlada pela inteligência artificial.

A química entre as duas personagens não se limita a combates e sequências de estória, sempre prontas a trocarem diálogos sobre os mais variados assuntos durante a própria jogabilidade. Não é nada de novo em Uncharted, mas dá outra credibilidade à relação entre as duas personagens. Pelo que vimos, Chloe parece um bom equilíbrio entre algumas das características de Nathan Drake, com algo de novo, e certamente que os jogadores não se sentirão demasiado perdidos com a nova protagonista.

Se ainda não o perceberam, estamos muito entusiasmados com Uncharted: O Legado Perdido. O facto de ser uma expansão independente implica que pode ser o melhor ponto de entrada para novatos desde o primeiro jogo, enquanto que os fãs podem ter uma experiência ligeiramente diferente do que conheceram até aqui. Mesmo sem Drake, o sentido de humor, o charme, e a jogabilidade repleta de ação, estão ainda presentes e com grande força. Restam ainda algumas questões, mas se há estúdio que merece o benefício da dúvida, é certamente a Naughty Dog. Uncharted: O Legado Perdido será lançado a 23 de agosto em exclusivo para a PS4, com um preço de € 39.99.

Uncharted: O Legado PerdidoUncharted: O Legado PerdidoUncharted: O Legado Perdido
Uncharted: O Legado PerdidoUncharted: O Legado PerdidoUncharted: O Legado Perdido
Publicidade: